Jornal O Clarim

Semanário Católico de Macau

Cultura

Java Menor – 10

O bairro português de Semarang A actividade da comunidade católica de Semarang ver-se-ia bastante limitada devido à acção repressiva da Companhia das Índias Orientais. No início do século XIX apenas os pastores holandeses estavam autorizados a ministrar os serviços religiosos…

Memória Portuguesa no Nordeste da Índia e no Bangladesh -4

Agostinhos e outros moradores de Tesgão O estabelecimento dos mercadores portugueses em Daca, em cerca de 1580, surgiu como consequência natural da solidificação da sua presença em Hugli, a poucos quilómetros da actual Calcutá. O negócio maior ali eram os…

Java Menor – 9

Situs Semedo e a menina Ribero Conduzir nas estradas indonésias é um verdadeiro teste a todos os sentidos. Os veículos, sobretudo os biciclos motorizados, tanto nos aparecem pela esquerda como pela direita, aproveitando, todos eles, a mais ínfima nesga para…

Memória Portuguesa no Nordeste da Índia e no Bangladesh – 3

Os testemunhos que nos trazem os jornais Como foi salientado nas crónicas precedentes, os elementos da comunidade católica de Bondashil, no Golfo de Bengala, não vêem qualquer problema em participar nas festividades hindus, nomeadamente o Durga Puja – evento anual…

Java Menor – 8

O minarete-farol Cientes da importância comercial do porto de Banten, os concorrentes europeus dos portugueses – ingleses, dinamarqueses e, de novo, holandeses – tudo fizeram para abrir feitoria. E com sucesso. Ironicamente, e apesar da nega inicial a Houtman, o…

Java Menor – 7

Pimenta e o soldado Pinto Banten era uma cidade portuária conhecida pela excelência da pimenta ali transacionada, chegando até a rivalizar com Malaca e Macaçar. O trato da apetecida especiaria redobraria de intensidade após a conquista desse porto, e de…

Java Menor – 6

O sultanato de Sunda Antes de prosseguirmos a nossa viagem pela bela ilha de Java, evoquemos aqui a importância de alguns viajantes portugueses cuja actividade seria fundamental para o conhecimento da área geográfica envolvente. Datado de 1502, o chamado “Planisfério…

Memória Portuguesa no Nordeste da Índia e no Bangladesh – 2

A aculturação como forma de sobrevivência Se no que se refere aos firingis de Rangamati, Hossumpur, Chiroto e Bondashil podemos considerar que há um fio condutor comum, no do estabelecimento católico de Mariamnagar, em Tripura, a situação é bem diversa….

Java Menor – 5

Despojos de guerra Construído originalmente em 1447, o edifício principal do Kraton preserva o chão de mármore e no tecto os candelabros franceses. As colunas piramidais exteriores são invulgarmente altas e toda a estrutura acusa um misto de estilos arquitectónicos…

Java Menor – 4

Portos e crustáceos Em 1552, Fatahillah, futuro Sunan Gunung Jati, abandona Banten com a missão cumprida, e vai pregar para Cirebon onde permanecerá até à data da sua morte, em 1570. Terá nessa altura abdicado em favor do filho Maulana…

Memória Portuguesa no Nordeste da Índia e no Bangladesh – 1

Filhos dos soldados da fortuna. Os portugueses, como é sabido, comportavam-se de forma distinta dos restantes europeus que rumavam ao Oriente. Como lembra, e bem, o académico indiano David R. Syiemlieh, “eles não eram meros viajantes ou comerciantes. Muitos dos…

Java Menor – 3

O santo-guerreiro de Cirebon A conquista islâmica de Sunda – a avaliar pelo relato do cronista João de Barros – foi levada a cabo por um tal Fatiah Allah, “conquistador de Alá”, ou Fatahillah, “vitória de Deus”, nativo de Pasai,…

Java Menor – 2

O poder do cavaquinho Entusiasma-me, de sobremaneira, constatar que a ré dos elegantes barcos de Indramayu é em tudo semelhante aos castelos das antigas naus portuguesas. Aqui mencionamos a ré; mas noutros locais de Java falaríamos de proas alteadas a…

Java Menor – 1

O porto de Cimanuk Demoro algum tempo mas acabo por chegar à conclusão que a Indramayu que tantas vezes visito, afinal, corresponde à Cimanuk mencionada nos textos de Tomé Pires, boticário, autor do primeiro tratado geográfico europeu sobre aquelas paragens….

Rivalidade Luso – Gaulesa na Corte do Filho Celestial

Um episódio médico Em 1687, um século após o estabelecimento, em Shiuhing, da primeira Casa da Companhia de Jesus, assomava aos portões de Pequim um grupo de jesuítas franceses que viajara até à Ásia sob os auspícios e protecção do…