Category Archives: Destaque

Porta-Voz da Santa Sé descarta acordo iminente com a China

Nomeação de bispos é a grande muralha

Nomeação de bispos é a grande muralha.

A nomeação de bispos pelo Governo chinês é o principal obstáculo à normalização das relações entre o Vaticano e a República Popular da China, referiu o porta-voz da Santa Sé, Greg Burke, descartando que esteja iminente um acordo entre as partes. O que vem contrariar o optimismo do bispo Guo Jincai, reconhecido por Pequim.

Um acordo histórico entre a República Popular da China (RPC) e o Vaticano quanto à nomeação de bispos «não está iminente», disse no passado dia 29 de Março o porta-voz da Santa Sé, Greg Burke, embora continue o diálogo entre as partes.

Diocese celebra número recorde de Baptismos na Páscoa

DIOCESE CELEBRA NÚMERO RECORDE DE BAPTISMOS NA PÁSCOA

Ensino católico dá frutos.

A diocese de Macau registou um aumento de 38 baptismos durante a Páscoa, em comparação com 2017, alcançando no corrente ano um recorde total de 191 baptismos em todas as paróquias.

«Em relação aos anos anteriores verificámos que este ano houve um aumento muito grande de adultos que receberam os sacramentos – baptismo e crisma – o que se deve principalmente aos colégios católicos, que têm feito um bom trabalho de envangelização e também nos quais os adolescentes recebem uma melhor formação cristã e pedem para voluntariamente serem baptizados», disse a’O CLARIM o padre Daniel Ribeiro.

Mensagem de Páscoa de D. Stephen Lee

D. Stephen Lee Bun Sang

«A luz de Cristo gloriosamente ressuscitado nos dissipe as trevas do coração e do espírito».

Durante o tempo Quaresmal, experimentámos um momento extraordinário de graça – as «24 Horas para o Senhor» – uma iniciativa promovida pelo Papa Francisco, por meio da qual ele convidou todos os fiéis da Igreja Universal a celebrar o Sacramento da Reconciliação durante a adoração do Santíssimo Sacramento. O Santo Padre inspirou-se nas palavras do Saltério «Mas de Ti vem o perdão» (Sl 130: 4) como tema de fundo deste ano. De sexta-feira, 9 de Março, a sábado, 10 de Março, tivemos a oportunidade de adorar o Santíssimo Sacramento, experimentar esse momento de Reconciliação e ser iluminados pois através do perdão e da reconciliação, a escuridão é dissipada e uma «nova luz» se acende nos nossos corações (in Missal Romano, «lucernário» da Vigília Pascal).

A Páscoa na Visão do Padre Andrzej Blazkiewicz

A PÁSCOA NA VISÃO DO PADRE ANDRZEJ BLAZKIEWICZ

Encarnação do Senhor é “arma” contra o pecado.

O padre Andrzej Blazkiewicz disse a’O CLARIM que o significado da Páscoa, fruto da encarnação do Senhor e da ressurreição de Jesus Cristo, representa uma das armas mais eficazes de luta contra o pecado. Para tal, cada um de nós terá de levar a cabo um caminho de aturado trabalho com vista ao aperfeiçoamento espiritual.

«Posso dizer que hoje, com crescente convicção, participo no mistério da ressurreição. Sabemos que cada Domingo é a Páscoa semanal. O Domingo convida-nos a alimentar a comunhão. E quando há comunhão, exige-se por sua vez a constante conversão.

Tríduo Pascal na Comunidade Portuguesa

Tradição e bons costumes

Tradição e bons costumes.

As celebrações do tríduo pascal, entre hoje e sábado, realizam-se em língua portuguesa na Sé Catedral e na igreja de Santo António. Adoração ao Santíssimo Sacramento, Missa, Via-Sacra, Hora Santa e “correr as igrejas” são actividades agendadas para a comunidade.

A pastoral portuguesa da diocese de Macau continua fiel à tradição da Páscoa no território. De acordo com o padre Daniel Ribeiro, «além da programação da Semana Santa, que tem vindo a ser divulgada para a Sé Catedral», celebra-se hoje a «adoração ao Santíssimo Sacramento, depois da Missa da Última Ceia», terminando por volta das 23 horas.

Novo Filme Bíblico estreia hoje nos Estados Unidos

“Paulo, Apóstolo de Cristo”

“Paulo, Apóstolo de Cristo”.

Os apóstolos Paulo e Pedro são considerados os pilares em que assenta a Igreja Católica Apostólica Romana. O filme sobre o apóstolo Paulo, que hoje estreia nos Estados Unidos, intitulado “Paul, Apostle of Christ”, antevê-se de grande qualidade, não só em termos cinematográficos, como sendo fiel às escrituras e tradição da Igreja. Prova disso, é o debate inspirador organizado recentemente na Universidade Franciscana de Steubenville (Estados Unidos), liderado por Raymond Arroyo, jornalista da EWTN (Eternal Word Television Network), com o actor Jim Caviezel, que representa o papel de Lucas, o produtor executivo Eric Groth e o teólogo Scott Hahn. Os convidados são homens de vivência e fé profunda. O filme será um catalisador para o espectador se deixar envolver por um dos apóstolos mais fervorosos e evangelizadores da Igreja primitiva.

Joni Cheng, do Movimento Pró-vida, fala do Tráfico de Seres Humanos em Macau

Joni Cheng

Realidade contraria o politicamente correcto.

O tráfico de seres humanos requer um alto grau de sensibilização junto da população de Macau para que o problema seja combatido de forma conveniente, defende Joni Cheng, dinamizadora do movimento pró-vida na RAEM. Exemplo disso é a falta de salas de amamentação no território: o problema foi encarado de frente e os velhos costumes foram postos de lado.

A dinamizadora do movimento pró-vida em Macau, Joni Cheng, considera que o tráfico de seres humanos é um problema que afecta o território, apesar dos dados oficiais divulgados anualmente pela Polícia Judiciária revelarem o contrário.

Papa Francisco, cinco anos de pontificado

PAPA FRANCISCO, CINCO ANOS DE PONTIFICADO

A força de um nome.

O jornal do Vaticano assinalou o quinto aniversário da eleição do Papa Francisco, destacando a “força de um nome” inédito na história dos 266 pontificados da Igreja Católica.

“Há cinco anos foram deveras poucos os que souberam prever a eleição em conclave do arcebispo de Buenos Aires, e menos ainda os que esperavam o nome que teria escolhido o sucessor de Bento XVI, depois da renúncia ao pontificado pela primeira vez depois de seis séculos”, refere o director do Osservatore Romano, no editorial da edição do passado dia 13 de Março.

Bruce Aitken, do Branqueamento de Capitais a Mentor do Programa de Rádio “Hora do Amor”

Bruce Aitken

«No mundo material não há recompensas, é tudo superficial».

Teve uma vida incrível antes de ser preso por branqueamento de capitais. Hoje é a voz do programa de rádio “Hora do Amor”. Empregadas domésticas e presidiários são a sua base de ouvintes. A’O CLARIM, Bruce Aitken fala do sucesso do seu trabalho à frente aos microfones, do plano de Deus e do futuro.

Maria Amélia António, Advogada e Presidente da Casa de Portugal em Macau

Maria Amélia António

«Há um espírito segregacionista em certas faixas sociais».

Voltada para a promoção da cultura portuguesa, a Casa de Portugal em Macau também presta um importante apoio social a determinados membros da comunidade que serve. A colaboração tem sido estreita com o Consulado Geral de Portugal, assume Maria Amélia António. A presidente da agremiação recusa o rótulo de “falta de união” que muitas vezes caracteriza os portugueses a viver no território. A’O CLARIM, a advogada disse estar assustada com a atitude de certas faixas sociais, dado que promovem um espírito segregacionista.

Fiéis de Hong Kong, Estados Unidos e Reino Unido escreveram carta aberta aos Bispos de todo o Mundo

Só a “Pedro” o direito de governar a Igreja

Só a “Pedro” o direito de governar a Igreja.

Um grupo de quinze católicos composto por professores universitários, docentes, investigadores, activistas de Direitos Humanos e advogados de Hong Kong, dos Estados Unidos e do Reino Unido refere, numa carta aberta dirigida às conferências episcopais de todo o mundo, que está “profundamente chocado e desapontado” com as notícias sobre o possível acordo entre a Santa Sé e a República Popular da China para a nomeação de bispos, bem como para o reconhecimento de sete “bispos” ilegítimos.

“De acordo com os ensinamentos da Igreja, os bispos são os sucessores dos apóstolos, com deveres de liderar e cuidar do rebanho. […]

Segundas Jornadas do Cristianismo e Vida no Paço Episcopal

Compreender a identidade cristã, respeitar a ecologia

Compreender a identidade cristã, respeitar a ecologia.

A paróquia da Sé, com o apoio da diocese de Macau, está a levar a cabo as 2as Jornadas do Cristianismo e Vida, em língua portuguesa, que decorrem até amanhã no Paço Episcopal. Do programa consta uma caminhada ecológica com intervenções em Português e Inglês.

«O objectivo é entrar numa dinâmica de formação dos cristãos. Integra todo um programa pastoral da diocese de Macau, sendo dirigida a religiosos, clérigos e leigos», disse a’O CLARIM Isabel Varanda, professora associada da Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa, que está em Macau para ministrar as jornadas, desta vez subordinadas ao tema “O ‘Estilo’ Cristão de Habitar o Mundo”.

Modernização da Festividade mantém os Valores Tradicionais do Culto e da Família

Herança intangível para o mundo

Herança intangível para o mundo.

O Ano Novo Chinês é encarado em Macau, não apenas como uma festividade da cultura chinesa, mas também uma forma de integração na sociedade. Seja de expatriados ou de chineses do interior da China aqui radicados. Assim o dizem António Mil-Homens, Nunu Khan, Paulo Fernandes e Vítor Moutinho.

O Ano Novo Chinês «tem passado por uma certa evolução» para António Mil-Homens, dado que «foi completamente místico em 1996», ano em que chegou pela primeira vez a Macau, «colmatando assim todas as outras sensações de quem vinha da Europa, neste caso de Lisboa».

O Nosso Tempo

Kung Hei Fat Choi!

Kung Hei Fat Choi!

Kung Hei Fat Choi! Recomeçar é preciso! Na contagem imparável do tempo é fundamental determo-nos um pouco, para olhar a bússola e confirmar o norte. E isto, em breves dias de reencontro familiar. Ou no lapso tão curto de uma refeição entre amigos. A grande transumância anual, de milhões de chineses, regressando às suas terras de origem para reverem familiares e revisitarem os lugares a que chamam berço, é um poderoso apelo a que nós, amigos estrangeiros, compreendamos este povo, o seu modo de ser e de viver, com o respeito que nos merece uma civilização multimilenar.

Sílvia Mendonça, Advogada

Sílvia Mendonça

«Não acredito que o Poder Central queira interferir na autonomia da RAEM».

A revisão da Lei de Bases da Organização Judiciária está a colocar em sobressalto parte da sociedade de Macau, podendo significar uma forte machadada no sistema jurídico em vigor após a transferência de poderes. Quem o diz é a advogada Sílvia Mendonça, que, ainda assim, não acredita em interferências por parte do Poder Central. Em entrevista a’O CLARIM, fala também de assédio sexual, não sendo vítimas as mulheres, mas os homens.