Category Archives: Local

Liturgia de Natal para os Falantes de Português em Macau

Sabe o horário das Missas a que vai este Natal?

Sabe o horário das Missas a que vai este Natal?

Com o aproximar do Natal, a diocese de Macau definiu da forma que se segue o horário das Missas e Confissões para os dias 21, 24 e 25 de Dezembro, sendo que se mantém o horário habitual das Missas de Domingo.

De acordo com uma nota da Diocese, serão celebradas – em Português –, na Sé Catedral, a Missa do Galo, à meia-noite de 24 para 25 de Dezembro, e a Missa do Dia de Natal, às 11 horas de terça-feira. As Confissões têm lugar a partir das 19 horas do dia 24 de Dezembro.

Para a igreja de São Lázaro, também na língua de Camões, está agendada Missa para as 18 horas do dia 25 de Dezembro. De igual modo, no mesmo dia, será realizada Missa na igreja de Santo António, pelas 11 horas. Nesta última igreja, as Confissões têm início às 21 horas de 24 de Dezembro.

Por último, na igreja de Nossa Senhora do Carmo, na vila da Taipa, a Missa do Dia de Natal será celebrada às 11 horas e 15, estando o Confessionário aberto aos fiéis entre as 19 e as 22 horas de 21 de Dezembro.

Conhecer as Leis de Macau

CONHECER AS LEIS DE MACAU

Breve apresentação sobre a Lei de bases de gestão das áreas marítimas (II)

Na semana passada, foi feita nesta coluna uma apresentação sobre a Lei de bases de gestão das áreas marítimas. Com vista a melhor gerir, usar e proteger as áreas marítimas no futuro, o Governo da RAEM elaborou a proposta de lei intitulada “Lei de bases de gestão das áreas marítimas” que foi entregue à Assembleia Legislativa em Dezembro de 2017 para dar formalmente início ao processo legislativo. A proposta de lei foi votada e aprovada na especialidade pela Assembleia Legislativa no dia 12 de Julho de 2018 e foi publicada no dia 23 do mesmo mês enquanto Lei n.º 7/2018 (Lei de bases de gestão das áreas marítimas) que entrou em vigor no dia 24 de Julho de 2018.

Hoje continuamos a apresentar nesta coluna as normas previstas na Lei de bases de gestão das áreas marítimas.

           2. Gestão das áreas marítimas

Tendo por objectivo apoiar o desenvolvimento socio-económico permanente e estável da RAEM, o Estado decidiu definir as áreas marítimas da RAEM em 85 km2, delegando no Governo da RAEM o poder de gestão dessas áreas.

Ícones Bizantinos em exposição a partir do dia 10 de Dezembro

Porta do Mistério

Porta do Mistério.

Mais de quarenta ícones bizantinos, da autoria dos artistas Theresa Tung Lan Chih e Isidro Aragón Diez, vão estar em exposição na igreja da Sé Catedral, entre a próxima segunda-feira e 6 de Janeiro de 2019.

A mostra tem como objectivo dar aos católicos de Macau a possibilidade de estarem mais próximos de Deus, ao meditarem inspirados pelas pinturas.

Fotolegenda

FOTOLEGENDA

FOTOLEGENDA – Stephen Lee, bispo de Macau, participa no jantar anual da Associação dos Trabalhadores da Função Pública de Macau, na companhia do Chefe do Executivo, Fernando Chui Sai On, e do presidente da colectividade de carácter sindical, José Pereira Coutinho. Em segundo plano, a presidente da Assembleia Geral da ATFPM, Rita Santos, profere o discurso de boas-vindas aos mais de mil e 600 sócios e amigos que se juntaram com o objectivo de comemorar o 19.º aniversário do estabelecimento da RAEM, os 31 anos da criação da ATFPM e o Natal.

Conhecer as Leis de Macau

CONHECER AS LEIS DE MACAU

Breve apresentação sobre a Lei de bases de gestão das áreas marítimas (I)

Em 20 de Dezembro de 2015, o Conselho de Estado, através do Decreto n.º 665, promulgou o Mapa da Divisão Administrativa da Região Administrativa Especial de Macau da República Popular da China, o qual determina claramente as áreas terrestres e marítimas sob a jurisdição da Região Administrativa Especial de Macau, doravante designada por RAEM, e assim a mesma passou a administrar, oficialmente e nos termos legais, uma área marítima de 85 km2.

Doutrina Social da Igreja pode tornar iniciativa de Pequim mais humanas e sustentável

“Faixa e Rota”, para além da economia

“Faixa e Rota”, para além da economia.

A Doutrina Social da Igreja pode dar à iniciativa “Uma Faixa, Uma Rota” uma dimensão mais humana e ajudar a fazer com que o crescimento económico, associado ao programa de criação de infra-estruturas impulsionado pelo Governo de Pequim, adquira uma faceta mais sustentável.

O contributo da Igreja Católica para a “Faixa e Rota” esteve no final da semana passada em análise ao longo de dois dias, no âmbito de um simpósio promovido pelo Instituto Ricci de Macau. Subordinada ao tema “Explorar a iniciativa Uma Faixa, Uma Rota: O Desafio da Comunicação e do Intercâmbio Cultural”, a iniciativa reuniu no território académicos e especialistas em representação de diversos quadrantes e oriundos de vários pontos do planeta.

Sociedade Missionária Irlandesa celebrou Cem Anos

Columbanos reafirmam compromisso com a China

Columbanos reafirmam compromisso com a China.

Uma missa solene de Acção de Graças, celebrada no passado dia 23 de Novembro, na catedral da Imaculada Conceição, em Hong Kong, encerrou as comemorações do centenário da Sociedade Missionária de São Columbano, uma congregação religiosa criada na Irlanda com o ambicioso desígnio de evangelizar a China.

A Eucaristia, celebrada no dia em que a Igreja Católica comemora a festa de São Columbano, foi presidida pelo bispo de Hong Kong, D. Michael Yeung, e teve como concelebrante o cardeal D. John Tong. Na cerimónia participaram vários sacerdotes diocesanos e ainda missionários de outras comunidades religiosas, explicou a’O CLARIM o novo director da Sociedade Missionária de São Columbano em Hong Kong.

Cantata Macau 2018 arranca a 6 de Dezembro

O maior de sempre

O maior de sempre

A terceira edição do Festival Internacional de Coros de Macau, Cantata Macau 2018, vai ter lugar entre os dias 6 e 9 de Dezembro.

Nas edições anteriores, o Festival conseguiu atrair a presença de alguns dos mais reputados coros de nível internacional.

Este ano irão estar em Macau mais de quatrocentos coristas, integrados em catorze coros, provenientes de oito países. Segundo a organização, trata-se do maior festival de coros realizado até ao momento.

Fotolegenda

USJ VISITOU GABINETE DE LIGAÇÃO

USJ VISITOU GABINETE DE LIGAÇÃO

Uma delegação da Universidade de São José, liderada pelo reitor da instituição, padre Peter Stilwell, foi recebida pelo vice-director do Gabinete de Ligação do Governo Central em Macau. Durante o encontro, Xue Xiaofeng manifestou apreço pelo contributo significativo da USJ na formação de talentos locais e no desenvolvimento da sociedade de Macau.

Conhecer as Leis de Macau

CONHECER AS LEIS DE MACAU

Regime jurídico da administração das partes comuns do condomínio (VI)

Na semana passada, esta coluna apresentou a composição e duração do mandato da administração. Em seguida, iremos apresentar algumas regras relativas à celebração do contrato de prestação de serviços de administração de condomínios com empresa de administração no âmbito do regime de administração simples.

Hoje, no Clube Militar de Macau

Viaje com o Pe. João Eleutério pela história dos Cristianismos

Viaje com o Pe. João Eleutério pela história dos Cristianismos.

O Clube Militar acolhe ao final da tarde de hoje uma conferência ministrada pelo padre João Eleutério e subordinada ao tema “Os Cristianismos na História: Emergência e afirmação das diferentes tipologias cristãs na História do Cristianismo”.

O arranque da iniciativa, que tem o salão Stanley Ho como palco, está agendado para as 18 horas e 30.

Macau Versus Kuching

Cumplicidade citadina

Cumplicidade citadina

Ao mergulharmos no casario da parte antiga de Kuching, muito anterior à Segunda Grande Guerra, de imediato testemunhamos o reconfortante perpetuar de vetustas tradições mesteirais onde, e apesar de esmagadoramente predominarem os ourives, há lugar para carpinteiros, alfaiates, sapateiros, ferreiros, mecânicos, serralheiros, relojoeiros e até tanoeiros. E se abundam os aurífices com naturalidade se aceitam as lojas de penhores da vizinhança. Obrigatórios, sempre, os pequenos restaurantes. Uns quantos, mistos de serviços de rua e de garfo-e-colher entre paredes, proporcionam-nos a deliciosa laksa, especialidade típica dos chineses dos Estreitos. Consiste numa massa de arroz com pedaços de frango, soja e camarão, servida com um molho picante à base de caril e leite de coco, ou então de tamarindo.

Fotolegenda

MARCHA DA CARIDADE

MARCHA DA CARIDADE

No âmbito da 35º edição da Marcha da Caridade – uma iniciativa promovida pelo jornal Ou Mun – D. Stephen Lee, bispo de Macau, recebeu, em audiência no Paço Episcopal, uma delegação do Fundo de Beneficência dos Leitores do Jornal Ou Mun, liderada pela presidente Ho Teng Iat. Esta responsável, acompanhada pelos vice-presidentes, Lok Po e António José de Freitas, e pelo director do referido fundo, Vong Kok Seng, agradeceu o contributo da diocese de Macau para o consecutivo sucesso da Marcha da Caridade, que todos os anos junta milhares de pessoas em torno de um só objectivo: ajudar aqueles que mais precisam. D. Stephen Lee aceitou o convite para estar presente na cerimónia do corte de fita, juntamente com outras personalidades da sociedade local.

Conhecer as Leis de Macau

Regime jurídico da administração das partes comuns do condomínio (V)

Regime jurídico da administração das partes comuns do condomínio (V)

No artigo da semana passada, falámos sobre a elaboração da acta da reunião da assembleia geral do condomínio, bem como as normas que exigem o depósito das cópias das actas de reunião atinentes à eleição e exoneração dos membros da administração, junto do Instituto de Habitação, entre outras. De seguida iremos apresentar as normas atinentes à administração.

Jantar Volante teve lugar no Paço Episcopal

D. Stephen Lee comemora aniversário com os fiéis

D. Stephen Lee comemora aniversário com os fiéis.

D. Stephen Lee, bispo de Macau, comemorou o seu 62.º aniversário junto dos fiéis, no passado dia 10 de Novembro.

O jantar volante, organizado para a ocasião por quem trabalha diariamente com o prelado, teve lugar no Paço Episcopal, junto à igreja da Sé Catedral.

Participaram no encontro festivo cerca de setenta pessoas, que testemunharam a alegria e serenidade de D. Stephen Lee, a quem pela Graça de Deus foi dada a oportunidade de conduzir os destinos da diocese de Macau.