Category Archives: Apontamento

O Nosso Tempo

À procura da resposta

À procura da resposta

Ainda a imensa tragédia de Pedrógão Grande. E, uns dias antes, o incêndio numa torre residencial, mesmo no coração de Londres.

O simples transitar ou um mero passeio na floresta converteram-se num fim definitivo, o mais horrível.

Uma noite tranquila, entre familiares, ou um princípio de sono reparador, no centro de uma capital sofisticada, de país rico, transformou-se no inferno dantesco dos nossos piores pesadelos.

Bullying

BULLYING

É bom prevenir!

Bullying é um anglicismo utilizado para descrever actos de violência física ou psicológica intencionais e repetidos, praticados por um indivíduo ou grupo de indivíduos, causando dor, angústia e visando destruir a auto-estima da vítima, que se vê coagida a enfrentar as humilhações diante de todos os colegas.

A existência e a banalização do bullying poderá ser originada pela falta de apoio no ambiente familiar e gerada a partir da deficiente formação da personalidade, pois os valores familiares são os alicerces para se prever se uma determinada criança poderá ser ou não afectada por este tipo de comportamento ou se poderá vir a agir de forma discriminatória.

O Nosso Tempo

Uma cidade, muitos mundos

Uma cidade, muitos mundos

Vejo Sadiq Khan na televisão. E ouço-o falar, emocionado, aos seus concidadãos, num momento de medo e de desorientação, por causa dos ataques terroristas.

Ele, o primeiro “mayor” muçulmano da grande metrópole londrina, abusado, desrespeitado pelos inqualificáveis twitters de Trump, inadmissíveis de todos os pontos de vista.

O Nosso Tempo

Pequena introdução à vida selvagem

Pequena introdução à vida selvagem

Quem gosta de ver documentários sobre a vida selvagem, mormente sobre o comportamento dos animais, condicionados pelo seu instinto de sobrevivência, não deixa de ficar surpreendido com a analogia entre tal comportamento e reacções humanas quase equivalentes, na competição entre indivíduos e, por isso, entre comunidades.

Daí não ser despropositado olhar para a vida internacional (também) sob o óculo do especialista em Zoologia – que atenta mais no modo como os animais interagem e na hierarquia das espécies, do que na visão idílica da paz entre… lobos e cordeiros.

51º Dia Mundial das Comunicações Sociais

51º DIA MUNDIAL DAS COMUNICAÇÕES SOCIAIS

Promoção de uma Imprensa construtiva.

Por iniciativa do Papa Paulo VI e na sequência do decreto conciliar sobre os Meios de Comunicação Social “Inter Mirifica”, promulgado em 4 de Dezembro de 1964, e da Carta Apostólica motu próprio “In fructibus multis”, de 2 de Abril do mesmo ano, com a qual foi instituída a Pontifícia Comissão para as Comunicações Sociais, foi estabelecido como Dia Mundial das Comunicações Sociais o Domingo que antecede a Solenidade do Pentecostes. Entre nós, esta efeméride coincide com a Solenidade da Ascensão do Senhor (que noutros países se celebra no dia próprio, a quinta-feira anterior) e 7.º Domingo da Páscoa; que, neste ano de 2017, ocorre a 28 de Maio.

O Nosso Tempo

A Senhora, o peregrino e as duas crianças

A Senhora, o peregrino e as duas crianças

Mais de um milhão de pessoas, vindas de todos os continentes, de espontânea e livre vontade, reuniram-se durante algumas horas no recinto apertado do Santuário de Fátima, para um encontro muito especial.

E isto, no contexto de um mundo que não só não crê, como desvaloriza e ridiculariza quem crê. Um mundo que promete outras formas de “realização” do Homem, erigidas em eternidades alternativas; e noutros paraísos, onde o materialismo predomina e o culto do indivíduo prevalece, através das vaidades, da soberba, do dinheiro, da busca obcecante do protagonismo, através da fama e da posição social.

Um colo de amor

Todos os dias são “Dias das Mães”

Todos os dias são “Dias das Mães”

Não sei se isto é bom ou se é mau, mas um facto cientificamente provado e testado pelos maiores e melhores especialistas na área, como está na moda dizer, é que as mães não têm dias, são-no 365 dias por ano e de quatro em quatro anos ainda têm mais um dia de bónus, 24 horas diárias de serviço permanente, fora as horas extraordinárias, as férias e aqueles dias em que andam a mil à hora para chegar a tudo e a todos. Felizmente que a Brigada de Trânsito ainda não se lembrou de começar a autuar por estes maternais excessos de velocidade…

O Nosso Tempo

Uma voz que clama no deserto

Uma voz que clama no deserto

Assim se poderia dizer do peregrino vestido de branco, tão frágil, por vezes, no meio das multidões que constantemente o acompanham.

É um homem que, sem reserva mental ou agenda política escondida, clama pela paz num mundo violento. O Papa peregrino foi ao Egipto pregar esse Evangelho da Paz.

Reflexão

O Tempo

O Tempo

“A vida já é curta e nós encurtamo-la ainda mais desperdiçando o tempo”.

Victor Hugo

O tempo é aquilo que todos temos e que todos vivemos dizendo que não temos.

O Nosso Tempo

A Páscoa e a lógica das nações

A Páscoa e a lógica das nações

As cerimónias da Semana Santa – e o seu culminar na grande efeméride da Ressurreição – convidaram, mais uma vez, os cristãos de todo o planeta, ao esforço interior de se questionarem, na dupla perspectiva do seu aperfeiçoamento como seres humanos e de como se tornarem mais empenhados na construção de um mundo melhor.

O idealismo da mensagem defronta-se, todavia, no quotidiano concreto, com o realismo do mundo tal como existe. E quase parece impossível, sem a ajuda permanente do Altíssimo, navegar por entre tantos escolhos, para não se desistir do objectivo de tentar construir um planeta mais humano.

O Nosso Tempo

A Quaresma e o telemóvel

A Quaresma e o telemóvel

O título desta crónica é algo provocador, aceito, e é-o intencionalmente, porque evoca duas realidades do mundo de hoje, quase nos antípodas uma da outra. O tempo cíclico da interiorização e o tempo contínuo da exteriorização e da alienação interior.

O tempo do cristão consigo próprio. O tempo onde se desfizeram as barreiras da interioridade, o ruído substitui a voz – e a voz nunca é a de oração.

Dia Mundial do Teatro – 27 de Março

DIA MUNDIAL DO TEATRO – 27 DE MARÇO

Teatro Real

Todos somos actores, no palco da vida. Sem guiões, é certo, mas excelentes actores no improviso da vida. A nossa vida é como uma peça de teatro, com princípio, meio e fim. Divide-se em actos, cenas, capítulos. E tal como na peça de teatro, também na vida há personagens principais, secundárias, figurinos. Cabe-nos a nós, autor e actor, da peça da nossa vida, decidir quem é quem. Quem deve ficar na peça até ao fim, ou dela sair sem rasgo de piedade.

Cabe-nos a nós construir os actos guiando as personagens para o final esperado, por nós esperado.

O Nosso Tempo

O que lhes dirá Francisco?

O que lhes dirá Francisco?

Daqui a exactamente uma semana, no dia 24 de Março, o Santo Padre receberá no Vaticano os Chefes de Estado e de Governo da União Europeia, que se deslocarão a Roma para celebrarem o 60º aniversário do Tratado conhecido pelo nome da capital italiana, porque ali assinado, como carta fundadora das comunidades europeias.

Não creio que, em décadas mais recentes, tantos responsáveis políticos, ao mais alto nível, do Velho Continente, se tenham encontrado, ao mesmo tempo, com o líder da Igreja Católica.

O Nosso Tempo

Terras de exclusão, terras de abrigo

Terras de exclusão, terras de abrigo

O Canadá é um vizinho diferente relativamente à nova América que Donald Trump “inaugurou”, essa novíssima pátria americana, de exclusão e não de asilo, como tem sido sua tradição há mais de dois séculos.

E pergunto-me porquê. Qual a razão desta atitude tão distinta perante os refugiados, quando ambos os países são afinal produto sociológico e cultural da mesma gente, pessoas “vindas de fora”, todas em busca de uma vida digna, em porto seguro?

O Nosso Tempo

Que guias para o caminho?

Que guias para o caminho?

Os princípios orientadores do exercício do poder, como forma de serviço à comunidade, têm sido aludidos frequentemente pelo Santo Padre. Tendo por referência tais ensinamentos, empreendo a reflexão que se segue.

Vivemos tempos incertos. E quando isso acontece precisamos, mais do que nunca, de líderes imaginativos e mesmo generosos, como guias para o caminho.