Monthly Archives: January 2019

Jornada Mundial da Juventude 2019

JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE 2019

Papa no Panamá, um canal de felicidade.

O Papa Francisco chegou ao Panamá na passada quarta-feira (madrugada de quinta-feira em Macau), a fim de presidir à Jornada Mundial da Juventude 2019.

No aeroporto internacional de Tocumen, Francisco foi recebido pelo Presidente do Panamá, Juan Carlos Verela, e outras individualidades políticas e religiosas, e por dois mil e 500 fiéis que o aguardavam de forma entusiástica, envergando bandeiras do Panamá e do Vaticano. Duas crianças, em trajes tradicionais, ofereceram flores ao Santo Padre.

Do aeroporto, Francisco percorreu 28 quilómetros em veículo fechado e papamóvel aberto, ao mesmo tempo que cumprimentava milhares de pessoas ao longo da estrada, até à Nunciatura Apostólica, onde irá pernoitar durante os cinco dias da sua estadia no País.

Catequese, Liturgia e Peregrinações nos Planos Pastoral em Língua Portuguesa

PLANOS DA PASTORAL EM LÍNGUA PORTUGUESA

Evangelho de São Lucas dá o mote a acção de formação.

A iniciativa, agendada para a primeira quinzena de Fevereiro, é uma das concretizações de maior relevo previstas para o corrente ano pela pastoral em língua portuguesa da diocese de Macau. A catequese – quer para crianças, quer para adultos – continua, no entanto, a ser a grande prioridade da Igreja do território no que toca à comunidade católica de matriz portuguesa.

A Sé Catedral vai acolher no mês de Fevereiro, durante três noites, uma acção de formação centrada na mensagem do Evangelho de São Lucas. A iniciativa, ministrada pelo padre Armindo Vaz, catedrático jubilado da Universidade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa e professor convidado da Universidade de São José, é uma das iniciativas de maior relevo que a pastoral em língua portuguesa da diocese de Macau tenciona organizar no presente ano.

São Francisco de Sales, Padroeiro dos Jornalistas e Escritores, é o Patrono dos Salesianos

Propagador do amor de Cristo

Propagador do amor de Cristo.

Ontem, 24 de Janeiro, celebrou-se a festa litúrgica de São Francisco de Sales, Santo e Doutor da Igreja. Pela pregação, pelos escritos e pelo aconselhamento espiritual, realizou prodígios de apostolado e escreveu belas obras de espiritualidade. Combateu veemente os erros do Protestantismo. Fundou, com Santa Joana de Chantal, a Ordem das Visitandinas. É padroeiro dos jornalistas e dos escritores, tendo inspirado santos como João Bosco, fundador dos Salesianos, que o elegeu para patrono da Congregação.

Em 1854 Dom Bosco declarou: «Nossa Senhora quer que criemos uma congregação. Decidi que nos chamaremos Salesianos. Colocamo-nos sob a protecção de São Francisco de Sales, com a finalidade de participar da sua imensa amabilidade». Dom Bosco via neste santo o modelo para o serviço que os Salesianos devem oferecer aos jovens.

“Macaenses – Uma Odisseia” foi ontem exibido na Universidade de Macau

“MACAENSES – UMA ODISSEIA”

Novo documentário revisita diáspora macaense.

A Faculdade de Gestão de Empresas da Universidade de Macau recebeu ao início da tarde de ontem a primeira exibição pública do documentário “Macaenses – Uma Odisseia (Parte 1)”, projecto com o qual o Instituto Internacional de Macau (IIM) se propõe debater conceitos como memória, identidade e diáspora.

Estruturado por Mariana Leitão Pereira, investigadora radicada no Reino Unido, o documentário tem como espinha dorsal uma série de entrevistas feitas ao longo de um mês por Joaquim Magalhães de Castro a membros da comunidade macaense radicada nos Estados Unidos e no Canadá.

Vaticano e o Mundo

VATICANO E O MUNDO

O discurso do Papa ao Corpo Diplomático.

Se quisermos saber qual a leitura que o Santo Padre faz do actual momento internacional, e qual a direcção que aponta para a solução dos múltiplos problemas do nosso tempo, temos que reflectir sobre o conteúdo do discurso que dirigiu ao Corpo Diplomático, acreditado junto da Santa Sé.

O discurso deste ano foi dedicado à importância da diplomacia multilateral e da boa vontade entre as nações para evitar a opressão dos mais vulneráveis.

E basta seguirmos as notícias internacionais do dia a dia para sentirmos que o retrato que Francisco faz do nosso tempo é bem real.

Capa 25-01-19

Capa 25-01-19

Teologia, Uma Dentada de cada Vez (17)

O que significa a Sagrada Tradição?

O que significa a Sagrada Tradição?

Da última vez vimos que a Tradição Apostólica é transmitida através da Sagrada Tradição e das Escrituras Sagradas (Compêndio do Catecismo da Igreja Católica nº 13). Primeiro deixem-nos analisar (discutir) a Sagrada Tradição. O que queremos dizer com a Sagrada Tradição?

O termo “Tradição” vem do Latim “traditio”, “entregando”, “entrega”. O termo “Tradição” não se refere a costumes ou práticas como rezar o Rosário ou fazer parte de procissões ou peregrinações.

Memória Portuguesa no Nordeste da Índia e no Bangladesh – 2

A aculturação como forma de sobrevivência

A aculturação como forma de sobrevivência

Se no que se refere aos firingis de Rangamati, Hossumpur, Chiroto e Bondashil podemos considerar que há um fio condutor comum, no do estabelecimento católico de Mariamnagar, em Tripura, a situação é bem diversa. Aqui, temos uma vantagem: a história desta aldeia encontra-se muito bem documentada e remonta à época em que o Amar Manikya, rei dos tripuris, povo de origem tibetana-birmanesa, entre 1577 e 1586, recorreu pela primeira vez aos serviços dos mercenários portugueses originários de Chittagong e de Noakhali (região a sul de Daca, no delta gangético), plenamente integrados no seu exército, para expulsar os mogóis do Arracão e das colinas de Chittagong adjacentes ao seu reino, quando a capital era Udaipur. Curiosamente, esses mercenários tinham estado anteriormente ao serviço dos mogóis… Com a transferência da capital mais para norte, mais exactamente para Agartala, corria o ano de 1760 – numa altura em que eram já os britânicos os novos senhores de Tripura e o rei não passava de um zamindar (senhorio), embora obrigado a pagar renda à Companhia das Índias Orientais –, os aguerridos firingis, já então bastante reduzidos em termos numéricos, desempenhariam funções de artilheiros no exército, ou então de agricultores em terras que lhes tinham sido ofertadas. À aldeia onde doravante passariam a viver designaram-na de Mariamnagar, em honra da Virgem Maria. Havia ainda um outro assentamento, nas proximidades, designado Kashipur.

Para que a banalização do mal não se torne numa constante

O Deus das Moscas

O Deus das Moscas

Prémio Nobel da Literatura 1983, publicado originalmente em 1954, “O DEUS DAS MOSCAS” é um dos romances mais rico e denso de interpretações, tão perturbador quanto fascinante, sempre disponível para se deixar ampliar em ricas e oportunas leituras, como é apanágio de um bom livro.

O seu autor, William Golding, inglês nascido na Cornualha, era professor de Ciências da Natureza e de Literatura Inglesa, dois ingredientes que, se à priori parecem ser antagónicos, nesta história exercem um efeito de complementaridade fascinante.

A Propósito de Redes e Polémicas

Teia dissocial

Teia dissocial

De uns tempos a esta parte as redes sociais, com destaque para o Facebook, bem lá na frente, isolado do pelotão, têm vindo a transformar-se numa fedorenta cloaca onde impunemente se insulta, se agride, se fala do que não se sabe, se dá largas ao mais boçal e explícito narcisismo, e onde raramente se dialoga. Enfim, é cada vez menos uma fonte de informação, conhecimento e de divulgação de coisas que realmente interessam – essa a sua intrínseca função e razão de ser, acho eu –, e cada vez mais um espelho da sociedade doente em que nos afundamos diariamente, dando largas aos mais baixos instintos cavernícolas e ignorando aquilo que verdadeiramente nos enaltece enquanto espécie senciente.

Rota dos 500 Anos

Rota 500 Anos

Aruba tem ares de Macau

Ainda andamos por terras holandesas mas noutra ilha. Chegámos a Aruba há uma semana, depois de um incidente na saída de Curaçao, como vos contámos na crónica anterior. Depois de uns dias a descansar e a tentar conhecer algumas partes da ilha, ao mesmo tempo que íamos procurando os materiais necessários para a manutenção do motor e de outras partes do veleiro, estamos agora a planear a saída rumo ao Norte. Neste momento há duas opções de escala, sendo que ainda não decidimos o que fazer. Na realidade, o mais certo é optarmos entre o Haiti e a Jamaica (ou até pararmos nos dois países), quando estivermos a apenas algumas milhas dos seus portos. Ambas as nações devem ficar no enfiamento da nossa rota em direcção à Flórida, nos Estados Unidos.

Direitos Humanos

DIREITOS HUMANOS

Mais de quatro mil cristãos perderam a vida em 2018

A organização não-governamental “Portas Abertas” publicou no passado dia 16 de Janeiro um relatório no qual indica que quatro mil e 300 cristãos foram mortos em 2018 por causa da sua fé, com a Nigéria a ser o país com mais assassinatos.

Os números representam um aumento de quarenta por cento em comparação com 2017, somando-se ainda três mil 150 presos e mil 847 igrejas e edifícios que foram atacados.

O relatório inclui uma “lista negra”, encabeçada pela Coreia do Norte, dos “cinquenta países onde os cristãos são mais perseguidos”, entre os 150 monitorizados.

O estudo aponta para um total de 245 milhões de cristãos perseguidos, um dado que “aumenta de ano para ano”.

O documento foi citado, entre outros, pelo portal de notícias do Vaticano.

 

 

Cismas, Reformas e Divisões na Igreja – XCII

O Evolucionismo Teísta – 3

O Evolucionismo Teísta – 3

A Bíblia é a Palavra de Deus viva, dada ao mundo pelo Criador do universo. Mas a descrição de como Ele criou o mundo pode não ser compatível com a teoria da evolução. Muitos defendem que tentar combinar os dois é como tentar combinar elementos incompatíveis, que não se misturam! Quando Charles Darwin (anglicano, mas tendencialmente agnóstico) e Alfred Wallace (espiritualista teísta) publicaram em 1858 acerca da teoria da evolução das espécies por meio da selecção natural, foram muitas as controvérsias nos meios científicos e religiosos, declarando-se uma absoluta incompatibilidade entre a concepção adâmica (Adão e Eva) da criação com a teoria da evolução. Mas alguns teólogos e cientistas defenderiam a compatibilidade teológica e científica entre criação e evolução, sustentando-se na ideia de que a teoria de Darwin proclamava uma origem comum do Ser Humano, enquanto alguns cientistas defendiam a poligénese e diferentes espécies humanas.

Java Menor – 5

JAVA MENOR – 5

Despojos de guerra

Construído originalmente em 1447, o edifício principal do Kraton preserva o chão de mármore e no tecto os candelabros franceses. As colunas piramidais exteriores são invulgarmente altas e toda a estrutura acusa um misto de estilos arquitectónicos sundaneses, javaneses, islâmicos, chineses e europeus, entrado aqui aquela tão comum espiral recurvada de clara tradição portuguesa que vemos nos pórticos e fachadas de muitos edifícios indonésios e à qual é erradamente atribuída origem holandesa.

Cabo Verde

CABO VERDE

Portugal ajuda a restaurar primeira igreja do arquipélago

Portugal e Cabo Verde formalizaram um protocolo para o projecto de recuperação da igreja de Nossa Senhora do Rosário, na Cidade Velha, a primeira igreja católica do arquipélago, construída em 1495.

A assinatura decorreu no passado dia 15 de Janeiro, na presença do ministro da Cultura e das Indústrias Criativas de Cabo Verde, Abraão Vicente, e pela secretária de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação de Portugal, Teresa Ribeiro.

A governante, em viagem ao arquipélago, visitou vários projectos na Cidade da Praia, apoiados pela Cooperação Portuguesa.