Daily Archives: November 10, 2017

Macau celebra o 1º Dia Mundial dos Pobres

MACAU CELEBRA O 1º DIA MUNDIAL DOS POBRES

Contra a indiferença dos poderosos.

Instituído pelo Papa Francisco, o 1º Dia Mundial dos Pobres, que será celebrado no dia 19 de Novembro, tem como objectivo sobrepor a cultura do encontro à indiferença dos poderosos. A’O CLARIM, o padre José Ángel Castellanos fala da população desprivilegiada que serve na qualidade de pároco da igreja de Nossa Senhora de Fátima. Já Paul Pun, secretário-geral da Cáritas, espera que Fernando Chui Sai On anuncie nas Linhas de Acção Governativa para 2018 medidas que tenham em conta quem passa por situações de manifesta carência, como sucede com as mães solteiras, empregadas domésticas, idosos e pessoas com deficiência ou doenças crónicas.

Padre Gaetano Nicosia (1915-2017)

PADRE GAETANO NICOSIA

Faleceu o anjo dos leprosos.

«Um homem sagrado. Um santo, pois era muito humilde. Fazia tudo apenas para Deus», é assim que o padre Francis Hung descreve o salesiano Gaetano Nicosia, falecido na passada segunda-feira em Hong Kong.

O padre Nicosia era conhecido como o anjo dos leprosos, servindo a sua vida de inspiração para a realização de um documentário, desde a sua partida de Itália, de onde era natural, até ao trabalho missionário em Hong Kong, estendendo-se depois à aldeia de Ká-Hó, em Macau, onde a sua vontade e persistência foram essenciais para salvar a vida de muitos leprosos.

Cem Anos de Revolução Russa

CEM ANOS DE REVOLUÇÃO RUSSA

O Comunismo ao Poder.

A 25 de Outubro de 1917, milhares de comunistas tomaram de assalto o Palácio de Inverno do czar, em Sampetersburgo, na Rússia. O acontecimento não marcou o fim da milenar monarquia russa, que já tinha acontecido oito meses antes, mas inaugurou uma experiência política radical que mudou o mundo.

Hoje, são poucos aqueles que se consideram comunistas – pelo menos quando se compara com o que acontecia até 1991, quando a União Soviética se desmoronou.

Rússia, o Mistério de Fátima

RÚSSIA, O MISTÉRIO DE FÁTIMA

As aparições de Fátima têm várias particularidades especiais, quando comparadas com as outras grandes manifestações espirituais. Entre esses elementos, nenhum é tão inexplicável como a referência à Rússia. Como se entende que a Rainha do Céu venha à Terra falar de um país em particular? Porque o faz na outra ponta do continente, separada por um abismo geográfico, político e cultural?

Nossa Senhora faz essa referência apenas em dois momentos das aparições. Primeiro, na grande visão de Julho, na parte do segredo inicialmente revelada.

Recital com Órgão de Tubos na Igreja de São Lázaro

RECITAL COM ÓRGÃO DE TUBOS NA IGREJA DE SÃO LÁZARO

Isabelle Demers, entre Guilmant e Gigout.

A virtuosa organista Isabelle Demers vai dar um recital com órgão de tubos na igreja de São Lázaro, no dia 17 de Novembro, pelas 20 horas.

«O nosso objectivo em organizar este evento é dar a conhecer às pessoas a música tocada por um órgão de tubos. Não é algo muito conhecido em Macau, pois actualmente só há duas igrejas com este instrumento no território», disse a’O CLARIM o pároco de São Lázaro, padre João Lau, ao referir-se também à igreja do Seminário de São José.

Capa 10-11-17

Capa 10-11-17

Maria de Fátima Fernandes

MARIA DE FÁTIMA FERNANDES

Se quero ver a Torre Eiffel, vou a França!

Maria de Fátima Fernandes fixou-se em Portugal no ano da transferência de soberania de Macau para a República Popular da China, tinha 53 anos e estava quase a entrar em idade de pensar na reforma.

Nasceu na freguesia de São Lourenço e estudou na Escola de Santa Rosa de Lima e na Escola Comercial, antes de ter concorrido para o funcionalismo público. Ingressou nos Correios de Macau, mas por ali ficou «durante pouco tempo», como contou a’O CLARIM numa conversa à mesa. Não muito satisfeita com o que fazia nos Correios, decidiu concorrer para uma carreira na Conservatória dos Registos, tendo entrado e ali permanecido até rumar a Portugal.

Casos antigos, males actuais

Um país por cumprir

Um país por cumprir

Na era do cinema duplex no centro comercial os cineclubes servem para vermos filmes como “Tarde Demais”, de José Nascimento, que reflecte as contradições deste Portugal da União Europeia minado por arcaísmos vários que teimam em não nos deixar. “Tarde Demais” conta-nos a história, em jeito semi-documental, de um caso que foi capa de jornais em 1995. A tragédia de quatro pescadores, náufragos, no meio do rio Tejo, com os trabalhos de terraplanagem no futuro Parque das Nações e a colocação dos pilares da ponte Vasco da Gama como pano de fundo. Apesar de estarem tão perto da cidade, dois dos pescadores acabariam por sucumbir.

2º Festival Internacional de Coros

Cantata para redefinir a imagem de Macau

Cantata para redefinir a imagem de Macau

O Coro de Santo Agostinho vai levar a cabo, entre os dias 6 e 10 de Dezembro, a 2ª edição do Festival Internacional de Coros – Cantata Macau 2017.

«Macau tem uma rica e antiga tradição católica, mas no último quarto de século passou a ser designada como o paraíso dos apostadores, a riqueza profana e até mesmo “a cidade do pecado”», disse a’O CLARIM o padre Jijo Kandamkulathy.

Fotolegenda

NOVO SEMINÁRIO DE SÃO JOSÉ

NOVO SEMINÁRIO DE SÃO JOSÉ 

D. Stephen Lee, bispo de Macau, preside à cerimónia de bênção do novo edifício do Seminário de São José, anexo à igreja da Sé Catedral. O ritual decorreu no passado Domingo.

Fórmula 1 – Época de 2017

Massa despede-se do Brasil

Massa despede-se do Brasil

O Circo desta temporada está a chegar ao fim. Assistiremos à retirada de Felipe Massa, pela segunda vez. O “massinha”, como é conhecido o piloto brasileiro, regressou da sua “aposentadoria relâmpago”, a pedido da Williams, para apoiar o jovem piloto canadense Lance Stroll, que se estreava na Fórmula 1. Stroll foi ocupar o lugar deixado vago com a transferência de Valtteri Bottas para a Mercedes. Com a saída de Felipe Massa, pela primeira vez em muitos anos não haverá pilotos brasileiros na Fórmula 1 em 2018.

Filosofia, uma dentada de cada vez (39)

Mais algumas Causas?

Mais algumas Causas?

Há sim, ainda há mais uma causa, à qual São Tomás se dedicou. É chamada de Causa Exemplar. O que é então uma causa exemplar? A causa exemplar é “a influência causal exercida por um modelo ou um exemplo sobre uma acção de um agente (exterior)” (William A. Wallace, “Os Elementos da Filosofia: Um Compêndio para os Filósofos e Teólogos”, 105).

Deixem-nos dar um exemplo. Quando Miguel Ângelo (a causa eficiente) pensou em esculpir a “Pietà” o fim último era o de fazer uma escultura, mas já tinha uma ideia ou modelo específico de como se poderia vir a parecer. Este modelo-em-mente é a causa exemplar.

Cismas, Reformas e Divisões na Igreja – XLII

O Calvinismo

O Calvinismo

No passado dia 31 de Outubro comemoraram-se os 500 anos da Reforma Protestante, o processo histórico desencadeado por Martinho Lutero em Vitemberga, na Alemanha, em 1517, a que se seguiu depois Calvino na França e Suíça, e depois o Anglicanismo na Inglaterra. Hoje, antes de abordarmos os preceitos fundamentais do Calvinismo, procuremos explicar alguns conceitos fundamentais que tantas vezes ouvimos e dizemos, mas nem sempre talvez os saibamos explicar.

Bengala e o Reino do Dragão – 3

A pacata e lusitana Hugli

A pacata e lusitana Hugli

Se tiver como referência uma qualquer cidade indiana escolhida ao acaso, e pelo menos no que toca ao troço de estrada que percorremos até Hugli, cristalizado pela imagem de pescadores em busca de equilíbrio em periclitantes embarcações ou mergulhados a meio corpo em vastas áreas alagadas, o trânsito pareceu-me bastante civilizado. Primeira surpresa: a ruralidade de uma cidadezinha que eu julgava completamente engolida pela grande metrópole de Calcutá. Felizmente assim não acontece. O que confere a Hugli um estatuto de quase aldeia, pacata aldeia diria até, não fosse o agregado de pessoas, bicicletas e riquexós.

Família e Fé

A ressurreição da carne

A ressurreição da carne

Deus é omnipotente – pode tudo.

É todo-poderoso. O seu poder não tem limites.

Se os tivesse, não seria Deus.

Isso significa, entre outras coisas, que, para Deus, é mais fácil ressuscitar um morto do que para nós acordar alguém que está a dormir.