Monthly Archives: April 2018

Henrique Mota, Moderador do Programa de Rádio “E Deus Criou o Mundo”

Henrique Mota

«Onde há maior tensão é onde o diálogo e o encontro faz mais falta».

Programa da RDP, transmitido pela Antena 1 às terças-feiras, junta Pedro Gil (católico), Isaac Assor (judeu) e Khalid Jamal (muçulmano), para debaterem os assuntos da actualidade numa perspectiva religiosa. Em Roma, O CLARIM falou com moderador Henrique Mota.

A Igreja encontra-se perante o aumento de ataques diabólicos e possessão demoníaca

Chamados à batalha espiritual

Chamados à batalha espiritual.

A Igreja considera que os casos de ataque e possessão demoníaca estão a aumentar praticamente em todo o mundo. Este mês, o Vaticano realizou mais um curso de Exorcismo e Oração de Cura e Libertação para um grupo específico de sacerdotes. Muitos Papas, ao longo da história da Igreja, foram inspirados a alertar os fiéis para esta realidade, instruindo-os no combate espiritual. O Papa Paulo VI, no século XX, em resposta a erros da teologia moderna – em que alguns teólogos chegam a negar a existência do diabo – alertou-nos: «Sai do âmbito dos ensinamentos bíblicos e eclesiásticos [da Igreja] quem se recusa a reconhecer a existência desta realidade». Em Novembro de 1972, numa audiência, o mesmo Papa chegou a referir que «uma das maiores necessidades da Igreja é a defesa daquele mal a que chamamos demónio».

Padres Norbert Che e Andy Vergana celebraram as Bodas Sacerdotais

Educação e Eucaristia para todos

Educação e Eucaristia para todos.

Os padres Norbert Che e Andy Vergara comemoraram, no passado Domingo, as bodas de ouro e as bodas de prata de sacerdócio, respectivamente, por ocasião do Dia Mundial de Oração pelas Vocações. D. Stephen Lee, bispo de Macau, presidiu à celebração na Sé Catedral.

«Graças a Deus, nada de especial aconteceu [nestes cinquenta anos de sacerdócio]. Correu tudo muito bem, pois temos formação e mecanismos diferentes na congregação, ajustando-se todos às nossas próprias necessidades para que no futuro possamos crescer e servir a sociedade», disse o padre Norbert Che, em declarações à equipa de filmagem do Centro Diocesano dos Meios de Comunicação Social.

Macau não deverá participar no Encontro Mundial das Famílias

Diocese fala de inseminação e procriação

Diocese fala de inseminação e procriação.

Não está prevista, até ao momento, a participação de Macau no Encontro Mundial das Famílias com o Papa, a realizar em Dublin (Irlanda) entre 21 e 26 de Agosto. No entanto, a Comissão Diocesana da Família, Casamento e Vida (CDFCV) da diocese de Macau está a desenvolver actividades com vista à formação e esclarecimento da comunidade católica, inclusivamente sobre temas fracturantes, como a inseminação artificial e as técnicas de procriação medicamente assistida.

Nos últimos anos, a Diocese criou várias comunidades de assistência social para ajudar ao desenvolvimento pastoral das famílias, especialmente focadas no Planeamento Familiar Natural promovido pelo Movimento Católico de Apoio à Família, com o objectivo de construir uma base sólida sobre o casamento e a família.

Kupang, a antiga Cupão

A capital do outro Timor

A capital do outro Timor.

Doze horas no convés de um barco a ver a linha do horizonte depois de uma chuvada é uma excelente ocasião para ler e repor as horas de sono em falta. Só avisto terra, o perfil da ilha de Rote, quando a luz do dia se vai desvanecendo num céu alaranjado.

Chego a Kupang, capital de Timor Oriental, já de noite e de novo começa, no cais, o inferno dos encontrões, dos apertos e das bemos a solicitarem a presença do recém-chegado. Sou obrigado a dar uns berros para abrir caminho até à única carrinha que não faz qualquer proposta.

Capa 27-04-18

Capa 27-04-18

Aniversários, Encontros e Romarias

Somos feitos de tradições

Somos feitos de tradições

Os anos que vivi fora de Portugal, mais concretamente desde 1997, e os outros que mesmo estando em Portugal vivi fora da casa onde cresci (desde os meus 16 anos), fizeram com que perdesse muitos dos momentos familiares mais importantes.

Especialmente desde que me fixei em Macau, em Maio de 1997, os pequenos acontecimentos familiares que os meus pais iam vivendo deixaram de fazer parte do meu dia-a-dia. Agora, com este regresso a Portugal, tenho tido a oportunidade de compensar algum tempo perdido.

Atleta qualificou-se para prova de acesso ao Mundial de Crossfit

António Barrias

António Barrias procura apoios

O atleta português a residir em Macau, António Barrias, quer disputar o Regional do Pacífico de CrossFit, prova de acesso ao CrossFit Games, o mundial da especialidade. Todavia, depara-se com o grande obstáculo de ter que custear as despesas de deslocação, o treino e o seguro para atletas durante a fase de competição, dado não ter apoios oficiais.

O Regional do Pacífico, que engloba os continentes da Ásia e Oceânia, realiza-se em Sidney (Austrália), entre os dias 1 e 3 de Junho. António Barrias ganhou o direito de participar na competição depois de qualificar-se no CrossFit Open, em Macau.

1º de Maio é Dia de São José Operário

1º DE MAIO É DIA DE SÃO JOSÉ OPERÁRIO

Comunhão, crisma e festa na zona norte

A quase-paróquia de São José Operário celebra, na próxima terça-feira, 1 de Maio, o seu patrono pelo 19º ano consecutivo.

«A igreja foi solenemente dedicada a São José Operário no dia 1 de Maio de 1999, pelo então bispo de Macau D. Domingos Lam. E como já é tradição, haverá uma celebração eucarística, às 17 horas, presidida por D. Stephen Lee. Durante a celebração, as crianças e jovens da comunidade receberão o sacramento da confirmação e farão a sua primeira comunhão. Depois da missa haverá um convívio e jantar no salão paroquial», disse a’O CLARIM o pároco Manuel Machado.

Filosofia, uma dentada de cada vez (61)

Porque é que a moralidade não pode depender apenas de mim?

Porque é que a moralidade não pode depender apenas de mim?

Já vimos que quando sofremos injustiças ou deslealdades pensamos sobre o mal que nos foi feito e o bem que nos foi negado. Pensamos em ética e moral. Quando não nos tratam com o respeito que pensamos ser-nos devido, quando achamos que não estamos a ser compensados suficientemente pelo nosso trabalho, quando outra pessoa suja o nosso nome ou honra, quando as pessoas nos magoam física ou emocionalmente, quando nos insultam ou humilham, protestamos e reclamamos. Chamamos a estas situações, “injustas, “desleais”, “inconcebíveis”, “imorais”.

Fórmula 1 – Época de 2018

Circo Romano ou desporto automóvel?

Circo Romano ou desporto automóvel?

A Fórmula 1, pelo menos nos canais da Fox Sports, emite um desagradável “clip” de publicidade… à Fórmula 1. Se olharmos e ouvirmos com atenção, reparamos que não se consegue descortinar um único momento de desporto automóvel. Vê-se apenas uma quantidade de acidentes, incidentes, choques e aparentes explosões, acompanhadas por uma voz em “off”, excitadíssima, literalmente aos berros, que diz: “Chaotic, Crazy, What a Race!” (caótica, louca, que corrida!). É isto que querem que a Fórmula 1 seja? Caótica, louca, cheia de acidentes? Voltámos aos tempos da antiga Roma, em que quanto mais sangue fosse derramado maior a excitação!?

Jovens são o tema central

Bispos lusófonos vão reunir em Cabo Verde

Bispos lusófonos vão reunir em Cabo Verde

A cidade da Praia, em Cabo Verde, vai acolher entre hoje e segunda-feira o 13.º Encontro dos Bispos Lusófonos, da Igreja Católica, cujo tema geral é “Os Jovens na Igreja: presença efectiva e transformadora”.

O anúncio foi feito pela diocese de Santiago de Cabo Verde, através das suas páginas nas redes sociais.

Amanhã, o cardeal D. Sérgio da Rocha, arcebispo de Brasília e presidente da Conferência Nacional de Bispos do Brasil (CNBB), vai proferir uma conferência sobre o tema “Os desafios da Igreja à Sociedade”.

Bengala e o Reino do Dragão – 25

O papel civilizador de Shabdrung

O papel civilizador de Shabdrung

Como já aqui foi dito, Shabdrung Rinpoche chega ao Butão, em 1616, na condição de refugiado político do Tibete e, no espaço de uma década, logra unificar toda a região oeste. Com ele chega a lei e a ordem a esse remoto latíbulo dos Himalaias. Como bem especifica o biógrafo Tsang Khenchen, “é a partir de então reprimido todo o tipo de roubo, banditismo e outros comportamentos maliciosos”, incluindo o desrespeito, a falta de compaixão e a ingratidão. Assim, “o país tornou-se pacífico e próspero”.

O modelo político adoptado por Shabdrung associava a religião ao Estado. Faltava, porém, cumprir uma tarefa: comunicar com o povo.

Cismas, Reformas e Divisões na Igreja – LXIII

A Maçonaria e a Igreja Católica – I

A Maçonaria e a Igreja Católica – I

Muito se fala dela. Muitos sobre ela falam. Poucos falam, como poucas vezes se fala, com rigor e de forma clara. A Maçonaria, enfim, é sobre ela que procuraremos ajudar a perceber o que é, essencialmente, na sua relação com a Igreja Católica e vice-versa. Trata-se de uma instituição de carácter iniciático e filantrópico, assumindo-se de forma simbólica, filosófica e discreta, procurando a harmonia, selectiva e hierarquicamente, possuindo um cunho internacional e com propósitos humanistas. A sua estrutura é de tipo federal, baseada no sentimento da fraternidade universal. Segundo os seus ideários, tem como objectivo a busca da verdade, o estudo e reflexão filosóficos da conduta humana, das ciências e das artes, procurando o incentivo ao desenvolvimento social e moral de todos os seres humanos.

Família e Fé

Força de vontade

Força de vontade

Ela gostava de correr.

Certo dia, alguém lhe sugeriu que tinha de tentar uma maratona. Pareceu-lhe uma meta inatingível: quarenta e dois quilómetros! Uma verdadeira loucura para alguém que só corria por gosto. Mesmo assim, vá-se lá saber porquê, decidiu-se a correr a maratona.

Começou por desafiar algumas amigas – quem corre por gosto não se cansa e quem corre acompanhado cansa-se menos ainda – preparou-se com treinos adequados e inscreveu-se na competição.