Monthly Archives: June 2017

D. José Lai abençoa avião da Air Macau

D. JOSÉ LAI ABENÇOA AVIÃO DA AIR MACAU

Bons voos.

D. José Lai, bispo emérito de Macau, abençoou na passada semana o novo avião A321 da Air Macau, baptizado com o nome “Long Wan”, que passou a estar ao serviço do transporte de passageiros desde o dia 22 de Junho do corrente ano.

O significado literal da expressão “Long Wan” é “Anel do Dragão”, em referência às Casas-Museu da Taipa, incluindo a igreja de Nossa Senhora Carmo e o jardim municipal, para além dos cinco edifícios de traça portuguesa.

Pedro Runa, Campeão Mundial de Tiro com Besta Medieval

Pedro Runa

«Macau poderia organizar um campeonato do mundo».

Começou tarde na modalidade, tomou-lhe o gosto e sagrou-se campeão mundial de tiro com besta medieval. É este o percurso desportivo do português Pedro Runa, que insta Macau e a República Popular da China a investirem na modalidade, até porque se trata de uma arma de invenção chinesa. Pela primeira vez no território, o também especialista em soluções tecnológicas viajou com o propósito de abrir a janela de oportunidades para a empresa Ping WLT.

Centro Católico vai ser reconstruído

CENTRO CATÓLICO VAI SER RECONSTRUÍDO

Exposições, formação e hotel.

A diocese de Macau vai reconstruir o Centro Católico, tendo como objectivo actuar em três núcleos principais, ao nível das exposições, da formação e da hospitalidade. “Pretende-se que cada uma das suas singularidades e inter-relações elevem o ministério pastoral existente”, salienta a Diocese, em comunicado de Imprensa.

A sala de exposições irá mostrar ao público a jornada de vida da Igreja em Macau e da Igreja Católica.

Cursos de Latim no Seminário de São José

CURSOS DE LATIM NO SEMINÁRIO DE SÃO JOSÉ

Católicos e não-católicos descobrem a Igreja.

Os cursos de Latim Básico II e Básico III, ministrados pelo professor Roberto Ceolin, terminaram ontem no Seminário de São José, tendo contado com alunos católicos e não-católicos.

Natural de Macau, Isabela Wong foi baptizada na Igreja Anglicana, mas segue agora a Igreja Baptista. Completou o curso de Latim Básico II. «Antes, estudei Francês e Português. Por isso, julgo que é natural ir às origens de todas estas línguas latinas, onde também se inclui o Italiano e o Espanhol, sem esquecer que o Latim é a língua das igrejas cristãs, o que nos abre os horizontes da História, ao conhecermos por exemplo um pouco do Império Romano», disse a’O CLARIM, quanto à razão por que decidiu aprender uma língua considerada morta.

Dia de Macau, 24 de Junho

DIA DE MACAU, 24 DE JUNHO

Data que não se esquece.

Há 18 anos, no dia 24 de Junho, comemorou-se pela última vez o dia da “Cidade do Santo Nome de Deus de Macau, Não Há Outra Mais Leal”, como os macaenses sempre se referem à sua terra natal.

Para quem não conhece a história por detrás do dia que os macaenses reconhecem como sendo o da sua cidade, o historiador Montalto de Jesus, no seu “Macau Histórico”, descreve: “Quando o padre jesuíta Rho disparou um tiro de canhão e acertou com precisão, um vagão carregado de pólvora pertencente às forças invasoras holandesas, no dia 24 de Junho de 1622, Dia de São João Baptista, iniciava-se a história que originou o Dia de Macau: Oitocentos soldados holandeses desembarcaram na praia de Cacilhas, hoje região do reservatório, para tentar tomar Macau.

Capa 30-06-17

Capa 30-06-17

São João e Dia de Macau na Califórnia

SÃO JOÃO E DIA DE MACAU NA CALIFÓRNIA

Macaenses fiéis às origens

Unidas pela fé, as três associações macaenses com sede na Califórnia – UMA, Lusitano Club e Casa de Macau USA – juntaram-se no passado dia 24 de Junho para comemorar a festa de São João e o Dia de Macau, no Centro Cultural de Macau, em Fremont (Estados Unidos).

Trata-se de uma tradição religiosa e social assinalada anualmente, que este ano reuniu mais de cinquenta macaenses da diáspora. Convidado para celebrar missa, o padre Lee, de nacionalidade tailandesa, «mostrou-se muito comovido», revelou a’O CLARIM Henrique Manhão, presidente da Casa de Macau USA.

Língua e Cultura Portuguesas entre Nipónicos

Um terreno por fertilizar

Um terreno por fertilizar

No Japão há uma apetência para a aprendizagem do Português e ela traduz-se em licenciaturas de estudos luso-brasileiros onde se ensina a história, a literatura, a cultura, a linguística. No departamento de estudos luso-brasileiros da Universidade de Quioto, por exemplo, leccionam a tempo inteiro onze professores – entre portugueses, brasileiros e japoneses – e outros nove em regime part-time. Um total de vinte professores para cerca de três centenas e meia de alunos.

Oito jovens portugueses receberam o Crisma

OITO JOVENS PORTUGUESES RECEBERAM O CRISMA

Sementes maduras

Oito jovens de Macau, Daniel Ho, Francisca Almeida, José Vaz, Pedro Silva, Rivaldo Silva, Inês Lopes, Júlio Neves e Julian Marques, receberam o crisma, no passado dia 4 de Junho, depois de concluírem com êxito a catequese de preparação para este Sacramento.

Presidida por D. Stephen Lee, bispo de Macau, a Festa do Crisma, realizada na igreja da Sé Catedral, coincidiu com o Domingo de Pentecostes, em que se celebra a descida do Espírito Santo sobre a Virgem Santíssima e os Apóstolos, reunidos no cenáculo.

Entre os Cossacos de Kuban – I

Resquícios das antigas kolkhozes

Resquícios das antigas kolkhozes

Staraminskaia, vila-kolkhoz no sul da Rússia, nasceu da associação de um grupo de cossacos. Após a passagem de czaristas e bolcheviques, a população procurara uma nova identidade. Tarefa que não se vislumbrou nada fácil.

A qualquer hora da noite o automóvel particular podia servir de táxi. Sobretudo quando se o utilizava para compensar os magros 100 dólares mensais de salário médio.

O Ministério da Presença Real de Nosso Senhor Jesus Cristo na Eucaristia

«Eu sou o pão da vida»

«Eu sou o pão da vida» (Jo., 6:35)

A Eucaristia é o centro e a fonte da vida cristã, onde está contido o tesouro espiritual da Igreja, o próprio Cristo. Desde que Jesus instituiu a Eucaristia na Última Ceia a Igreja nunca mais deixou de celebrá-la, crendo, firmemente, na presença real do Senhor – do Corpo, Sangue, Alma e Divindade – na Hóstia consagrada pelo sacerdote. Desde os primeiros séculos os Padres da Igreja ensinaram esta grande verdade recebida dos Apóstolos.

A Eucaristia é, indubitavelmente, o maior e o mais belo milagre que o Senhor realizou e quis que fosse repetido em cada Santa Missa, para que Ele pudesse estar entre nós, a fim de nos curar e nos alimentar.

Monteiro volta à liderança

MONTEIRO VOLTA À LIDERANÇA

O português Tiago Monteiro regressou no passado fim-de-semana à liderança do mundial do WTCC, na jornada dupla disputada em Vila Real (Portugal). A correr em casa, o piloto da Honda não defraudou o público, ao conquistar os 2º e 3º lugares do pódio, na primeira e segunda corridas, respectivamente.

O Nosso Tempo

À procura da resposta

À procura da resposta

Ainda a imensa tragédia de Pedrógão Grande. E, uns dias antes, o incêndio numa torre residencial, mesmo no coração de Londres.

O simples transitar ou um mero passeio na floresta converteram-se num fim definitivo, o mais horrível.

Uma noite tranquila, entre familiares, ou um princípio de sono reparador, no centro de uma capital sofisticada, de país rico, transformou-se no inferno dantesco dos nossos piores pesadelos.

Filosofia, uma dentada de cada vez (22)

O que é “ens”?

O que é “ens”?

Quando uma criança nasce torna-se consciente do que a rodeia. Mesmo que o bebé ainda não possa distinguir uma coisa de outra, mesmo assim tem a consciência da existência de coisas: quando nascemos tornamo-nos conscientes da existência das coisas (em Latim, “ens”).

O que é o “ser” (ens)? “Ens est id quod est” – “O Ser é o que existe”. (Na realidade já falámos sobre este assunto há algum tempo atrás, no segundo artigo desta série sobre filosofia). Qualquer coisa que exista, tudo o que é real, é “ser”.

Bullying

BULLYING

É bom prevenir!

Bullying é um anglicismo utilizado para descrever actos de violência física ou psicológica intencionais e repetidos, praticados por um indivíduo ou grupo de indivíduos, causando dor, angústia e visando destruir a auto-estima da vítima, que se vê coagida a enfrentar as humilhações diante de todos os colegas.

A existência e a banalização do bullying poderá ser originada pela falta de apoio no ambiente familiar e gerada a partir da deficiente formação da personalidade, pois os valores familiares são os alicerces para se prever se uma determinada criança poderá ser ou não afectada por este tipo de comportamento ou se poderá vir a agir de forma discriminatória.