Inaugurado Gabinete para a Reconstrução do Centro Católico

GABINETE PARA A RECONSTRUÇÃO DO CENTRO CATÓLICO

Passo em frente.

D. Stephen Lee, bispo de Macau, inaugurou na passada segunda-feira as instalações do Gabinete para a Reconstrução do Centro Católico, localizado na Rua de Santa Clara.

A reabilitação do Centro Católico é um dos grandes projectos da diocese de Macau. «Tem perdurado no tempo, pois já dura há muitos anos. Não tem sido suave. Passámos por muitas dificuldades em muitos aspectos. Graças a Deus, temos agora uma boa equipa, liderada pelo vigário-geral, padre Peter Chung, e composta por alguns membros nucleares. Estou agradado com a equipa, que já estava a trabalhar há um ano, mas não tinha ainda instalações físicas. É um passo em frente», disse a’O CLARIM D. Stephen Lee.

O prelado frisou que mais pessoal vai ser recrutado para a equipa, dada a envergadura do projecto, que conta com profissionais de várias áreas – administração, hotelaria, tecnologia da informação, entre outras.

A Diocese pretende que o Centro Católico actue em três vectores principais, ao nível da formação, das exposições e da hospitalidade. As salas multiusos estarão reservadas para a formação da fé. A sala de exposições irá mostrar ao público a jornada de vida da Igreja em Macau e da Igreja Católica. O hotel de duas estrelas irá acomodar cerca de duzentos quartos para peregrinos e visitantes.

«Estes três aspectos de todo o projecto são realmente evangélicos. Será como um marco para toda a Diocese. Estamos a prestar grande atenção a este projecto. Em jeito de brincadeira, diria que olhamos para cima deste projecto, porque todos os dias [os funcionários do Gabinete] vão estar voltados para o local», realçou D. Stephen Lee, tendo em conta que as instalações agora inauguradas ficam num patamar superior e em frente ao Centro Católico.

O bispo de Macau adiantou que o projecto envolve várias comissões diocesanas, que têm membros bastante competentes nas suas áreas profissionais: «Serão convidados a ser consultores do projecto, bem como do concurso e do processo para a concepção».

De acordo com Teresa Lo, coordenadora-adjunta do Gabinete para a Reconstrução do Centro Católico, embora os três principais serviços – formação, exposições e hospitalidade – permaneçam inalterados, a reabilitação aguarda pela aprovação dos departamentos governamentais competentes. «Ainda estamos na fase de preparação do concurso e à procura de uma concepção adequada. Por isso, não há ainda informações concretas sobre o orçamento geral para todo o projecto», salientou.

PEDRO DANIEL OLIVEIRA

pedrodanielhk@hotmail.com

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *