TEOLOGIA, UMA DENTADA DE CADA VEZ (13)

Teologia, Uma Dentada de Cada Vez (13)

O Novo Testamento revela que Pedro era o primeiro entre os Apóstolos?

O Novo Testamento mostra-nos que Jesus concedeu um tratamento especial a Pedro, que escolhera de entre os doze apóstolos. E o Novo Testamento também nos diz como Pedro desempenhou a sua tarefa? Sim, também isso nos revela!

Pedro assumiu a liderança em muitas ocasiões: ele pede ao Senhor que lhe explique as parábolas (Mateus 15:15); pergunta se a parábola é só para o grupo ou se para todos os outros (Lucas 12:41); professa ser Jesus o Messias (Mateus 16:16; Marcos 8:29; Lucas 9:20); repreende Jesus, quando mais tarde Ele prediz a Sua paixão e morte (Mateus 15:22; Marcos 8:32); dos três que Jesus levou com ele para a montanha durante a transfiguração é Pedro o único que propõe fazer três tabernáculos (Mateus 17:4; Marcos 9:5; Lucas 9:33); depois de Jesus ter dito «seja o que for que desligares na terra será desligado no céu, seja o que for que ligares na terra será ligado no céu (Mateus 18:18)», Pedro é o que pergunta quantas vezes deveriam perdoar (Mateus 18:21); promete ser-Lhe fiel no meio da perseguição (Mateus 26:33; Marcos 14:29; João 13:37); sentiu ser seu dever defender Nosso Senhor quando os soldados O vieram buscar para O prender (João 18:10); correu para o túmulo (do Senhor) depois de ter sido informado pela mulher sobre a Ressurreição (Lucas 24:12; João 20:3), sendo que João deixa-o entrar primeiro, mesmo tendo João chegado antes ao túmulo (João 20:4-5).

Pedro fala pelos apóstolos: «Pedro disse em resposta: “Senhor, nós deixamos tudo e seguimos-Te. E o que é que então teremos?” (Mateus 19:27; Marcos 10:28; Lucas 18:28)».

Quando Jesus estava a ser seguido por uma grande multidão e uma mulher doente Lhe tocou, Jesus quis sabe quem Lhe havia tocado. Foi Simão quem respondeu: «Pedro disse: “Mestre, a multidão cercava-Vos e encostava-se a Vós!” (Lucas 8:45)».

Quando Jesus disse dar-lhes a Sua Carne como alimento e o Seu Sangue como bebida, muitas pessoas deixaram de querer Ouvi-lo e afastaram-se. Quando Nosso Senhor perguntou aos Seus apóstolos se eles também O iam deixar, Simão respondeu por eles: «Simão Pedro respondeu-Lhe: “Senhor e para onde havemos de ir? Vós tendes palavras de vida eterna; e nós acreditámos, Vós sois o Ungido de Deus” (João 6:68-69)».

Outras pessoas também reconheceram Pedro como como o líder dos Doze, como quando os cobradores do “meio shekel” se aproximaram dele (não era Mateus, o antigo cobrador de impostos!) para lhe perguntar se Jesus pagara o imposto (Mateus 17:24).

Depois de Jesus ter ressuscitado, os anjos junto ao túmulo disseram à mulher: «Vão, digam aos discípulos e a Pedro que Ele foi antes de vós para a Galileia; então vós O verão, como Ele vos havia dito. (Marcos 16:7)». Os dois discípulos a quem Jesus apareceu na estrada para Emaús voltaram para Jerusalém e foram informados que «realmente o Senhor tinha ressuscitado e aparecido a Simão (Lucas 24:34)».

Depois de Jesus ter ascendido aos Céus, Pedro dirigiu a Igreja primitiva. Quando se reuniram para preencher o lugar de Judas Iscariotes, foi Pedro quem falou e dirigiu a assembleia de 120 fiéis para escolherem o substituto de Judas (Actos 1:15). É Pedro quem se dirige à multidão depois da vinda do Espírito Santo durante o Pentecostes (Actos 2:14-36) e quando perguntam a Pedro o que era suposto fazerem – reparem que perguntaram a «Pedro e aos restantes apóstolos(Actos 2:37)» – este dá-lhes instruções (Actos 2:38-40).

Quando Pedro e João foram interpelados pelo coxo, que lhes pedia esmola, é Pedro quem fala, toma uma atitude e cura o homem (Actos 3:4-8); quando a multidão se apercebe do milagre, é Pedro que fala à multidão (Actos 3:12-26). É novamente Pedro quem explica aos escribas e anciãos o que eles haviam feito (Actos 4:8-12). Foi Pedro quem confrontou Ananias e Safira e lhes causou a morte (Actos 5:3-11).

Tal era o poder de Pedro que as pessoas se contentavam em apenas deixar passar a sua sombra sobre elas para que se curassem (Actos 5:15). Foi São Pedro quem pela primeira vez ministrou o Sacramento da Confirmação (Actos 8:14). No nono capítulo dos Actos dos Apóstolos (versículos 32-41) também são realçados outros dois milagres feitos por Pedro (a cura de Eneias e a ressurreição de Dorcas) e as conversões que daí resultaram.

Finalmente, a Pedro foi revelada a visão que o fez ver que a Igreja não se destinava apenas aos judeus, mas a todos os homens (Actos 10 e 11).

Pe. José Mario Mandía

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *