Jornal O Clarim

Semanário Católico de Macau

OZO IBEZIAKO
Centrais Internacional Todas as Categorias

Ovo Ibeziako: Mulher, Médica e Prémio Harambee

Para a promoção e a igualdade da mulher africana

“Para educar um homem, eduque-se a criança, para educar uma aldeia, eduque-se a mulher” (Provérbio africano).

Ozo Ibeziako ganhou o Prémio Harambee  2019 pelo seu trabalho e empenho na promoção e igualdade da mulher africana, através do seu projeto “Art of Living”, com jovens e mulheres de Alexandra, um bairro de lata dos mais pobres e abandonados dos subúrbios de Joanesburgo. Para a maioria dos habitantes deste bairro, sem horizontes positivos de vida, as perspectivas de futuro giram em torno da prostituição, do crime e das drogas – um círculo vicioso que há que interromper.

A novo Prémio Harambee é médica de família, supervisora de quinze clínicas de medicina pública e docente na Faculdade de Medicina da Universidade de Pretória. Como se não lhe bastasse todo este trabalho, ao sábado junta um conjunto de voluntárias que, como ela, se apaixonaram por este trabalho e dirige-se a Alexandra, onde passa a tarde a dar cursos, oficinas e conferências, e a fazer trabalho de campo. Procura assim devolver a auto-estima e as ambições a jovens a quem abre novas perspectivas de vida, e dotar as mães dessas jovens da capacidade de manter as suas famílias unidas, fortes e resistentes – pois é isso a arte de viver.

O Prémio Harambee 2019 recompensa um trabalho que produz uma mudança cultural na forma de pensar destas mulheres africanas que vivem em zonas extremamente desfavorecidas, motivando-as a serem motores de um desenvolvimento possível e necessário. Porque, de acordo com Ozo Ibeziako, quem melhora a vida de uma mulher, melhora a vida de toda a sociedade.

Das cerca de quinhentas jovens e mães que já participaram no programa “Art of Living”, várias chegaram à Universidade, nomeadamente a de Witwatersrand, a melhor do País. O valor do Prémio Harambee   2019 vai ser aplicado no programa, declarou Ozo Ibeziaku, com o fim de elevar mais mulheres da pobreza, dando-lhes uma nova esperança.

Susana Mexia 

Professora

 

LEAVE A RESPONSE

Your email address will not be published. Required fields are marked *