Jornal O Clarim

Semanário Católico de Macau

EMPRESAS DE ANGOLA PODEM CONTRATAR ESTRANGEIROS NÃO RESIDENTES
Destaque Todas as Categorias

Empresas de Angola podem contratar estrangeiros não residentes

RAEM no pacote.

As empresas de Angola já podem contratar trabalhadores estrangeiros não residentes, conforme o decreto presidencial de 4 de Julho, o qual refere que “o visto de trabalho pode ser concedido até ao termo do contrato de trabalho, de acordo com a duração do contrato estabelecido entre o empregador e o trabalhador e eventuais renovações”.

Ainda de acordo com o Sector de Imprensa da Embaixada da República de Angola na China, o mesmo decreto “revoga toda a legislação que contrarie o disposto no presente decreto presidencial”, entre as quais um diploma legal que “regulava o exercício da actividade profissional do trabalhador estrangeiro não residente”, e visava, segundo o texto do documento, “regulamentar” esta actividade, “de modo a permitir um tratamento mais equilibrado entre nacionais e expatriados”.

Contactado pel’O CLARIM, o conselheiro económico e comercial junto do Consulado-Geral de Angola na RAEM, Belarmino Barbosa, disse que a medida «poderá beneficiar as relações» do seu país «com a República Popular da China», dado «serem dois parceiros económicos com relacionamento sólido, e também com Macau, por fazer a ponte com os PLP, por via do Fórum Macau».

De igual forma, o também delegado de Angola no Fórum Macau sustentou que a medida «poderá abrir as portas à contratação de tradutores de Macau, por parte de empresas angolanas, e ao incremento do volume de negócios entre ambas as partes».

P.D.O.

LEAVE A RESPONSE

Your email address will not be published. Required fields are marked *