Espiritualidade na Família

Apresentado Relatório da Diocese de Hong Kong para o Sínodo dos Bispos

Espiritualidade na Família

Reforçar os laços entre a Igreja e a comunidade católica pelo ministério pastoral, consciencializar as famílias para a importância da espiritualidade e realçar o papel do matrimónio para a estabilidade social, foram algumas tarefas que a diocese de Hong Kong destacou no relatório subordinado ao questionário preparatório para a 14ª assembleia-geral ordinária do Sínodo dos Bispos, a ter lugar no próximo mês de Outubro em Roma, sob o tema “A vocação e missão da Família na Igreja e no mundo contemporâneo”.«A paróquia ainda é considerada o principal local para fornecer uma gama completa de formação na fé e serviços pastorais para a família, incluindo a escola dominical para crianças em idade pré-escolar, actividades para a família com grupos de crianças de diferentes idades, ministério jovem, “companheiros espirituais” para conduzir grupos familiares, ou a promoção de afluência à missa com membros da família alargada», salienta o documento a que O CLARIM teve acesso.

«Para despertar a consciência da presença de Deus na vida da família católica, a maioria dos entrevistados compartilha a visão comum de que o fortalecimento da catequese familiar e a espiritualidade da família é de suma importância», acrescenta o relatório.

«Mais de 90% dos inquiridos opinam que a evangelização da família por pregar e ensinar o plano de Deus para o amor humano e para a vida é uma forma eficaz para apoiar e fortalecer as famílias dos crentes e daqueles que estão comprometidos com os laços do matrimónio», sustenta ainda.

«Os pais são identificados como pessoas principalmente qualificadas para ensinar os jovens sobre os valores fundamentais da família cristã e da espiritualidade», o que é essencialmente conseguido «através da oração e da prática das virtudes na vida familiar».

De igual forma, «a fim de destacar a vocação e a missão da família, a formação catequética e espiritual do casal de noivos é indispensável na preparação para o matrimónio. O significado do santo matrimónio e da vida familiar católica devem ser claramente explicados, devendo ainda serem fornecidos testemunhos do mentor de casais».

«É também ponto assente que as famílias de católicos casados com cristãos não católicos ou pessoas não-baptizadas precisam de cuidado pastoral especial», alude o documento.

O relatório da diocese de Hong Kong foi elaborado no seio do Grupo de Trabalho para o Questionário de Consulta Sinodal, entre 181 membros da Cúria, padres diocesanos, diáconos permanentes, religiosos, representantes de organizações leigas sob cuidado pastoral e de associações leigas, entre outros convidados.

P.D.O.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *