Centro Católico

Reabilitação do Centro Católico de Macau

Bispo cria grupo de trabalho

D. José Lai, bispo de Macau, revelou a’O CLARIM que foi criado um grupo de trabalho, liderado pelo vigário-geral, Peter Chung, com o objectivo de proceder à reabilitação do Centro Católico, situado entre a Avenida da Praia Grande e a Rua do Campo.

«O grupo de trabalho já está em andamento. O Centro Católico vai centrar a sua actividade na evangelização e na acção pastoral», salientou D. José Lai, sem especificar de que forma aquele espaço vai ser revitalizado.

Contactado pel’O CLARIM, o padre Peter Chung preferiu não tecer quaisquer comentários sobre o projecto, remetendo o assunto para data posterior.

O Centro Católico vai assim ganhar uma nova dinâmica, encontrando-se há vários anos encerrado. Em 1990 o primeiro bispo chinês de Macau, D. Domingos Lam, chegou a aventar a hipótese da venda do edifício de quatro andares pela melhor oferta. Desde então outras alternativas foram estudadas, estando ainda algumas em cima da mesa, como, por exemplo, a abertura de um hostel para viajantes e jovens, à semelhança dos que existem em Hong Kong a cargo da Caritas e da YMCA.

Na forja está também a reconcentração de alguns serviços da Diocese, podendo ainda o espaço servir de centro para formação de jovens e adultos.

O futuro do Centro Católico há muito que se tornou uma incógnita para os responsáveis da Diocese e uma curiosidade para a população em geral, dando nos últimos anos azo a inúmeras especulações.

O terreno está avaliado em cerca de mil milhões de patacas, não podendo no entanto ser totalmente rentabilizado em termos de área de construção devido a restrições de altura impostas pela Direcção dos Serviços de Solos, Obras Públicas e Transportes.

A Redacção

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *