João Saldanha

João Saldanha, Ilustrador Profissional de Automóveis Clássicos

Memória do Grande Prémio em tela.

O ilustrador português de automóveis clássicos João Saldanha está de regresso ao território durante a semana do Grande Prémio de Macau, desta vez para exibir onze pinturas que dão corpo à exposição individual “Macau GP Legends”, a decorrer entre 15 e 19 de Novembro, na Galeria da Fundação Rui Cunha.

Patente ao público vão estar, por ordem cronológica, quadros com as máquinas de Eduardo de Carvalho (1954), Arsenio Laurel (1963), John MacDonald (1973) e da Corrida dos Gigantes (1978), bem como de Hans Stuck (1983), Ayrton Senna (1983), Kevin Schwantz (1988), Michael Shumacher (1990), André Couto (2000), Nico Rosberg, lado-a-lado com Lewis Hamilton (2004), e António Félix da Costa (2012).

A persistência de João Saldanha acabou por dar frutos, após ter enfrentado algumas dificuldades no ano passado. «Queria expor algumas pinturas a partir de uma ideia anterior à minha primeira vinda em 2015. Pensei fazer ilustrações ou pinturas sobre a história do Grande Prémio», recordou a’O CLARIM. Depois dos contactos efectuados alguns meses antes da edição do ano passado, não houve receptividade por parte de qualquer entidade pública ou privada. «Foi um processo de aprendizagem», referiu entre sorrisos.

Apesar das contrariedades, João Saldanha viajou até ao território, aproveitando a quinta-feira do Grande Prémio para executar duas ilustrações no “paddock”: os bólides de Earl Bamber (vencedor das 24 Horas de Le Mans em 2014) e de André Couto (vencedor do GP Macau de F3 em 2000).

«Sentei-me numa cadeirinha em frente à boxe de cada um dos carros e fiz aquilo a que se chama o “desenho à vista”. É um elemento muito giro de que gosto muito», explicou.

O ilustrador profissional regressou ao território em Abril último, apresentando na Fundação Rui Cunha o projecto para expor os seus trabalhos sobre o Grande Prémio, contando para o efeito com a preciosa ajuda do cartoonista local António Martins para estabelecer o devido contacto. «Houve logo receptividade», sublinhou.

«Espero que esta exposição possa ser o início de muitas outras, visto ser meu desejo dar continuidade à série “Macau GP Legends”, até porque há outras lendas que o merecem, tais como Ricardo Patrese, Alan Jones, Mika Hakkinen, David Coulthard e Pedro Lamy, entre tantas outras», concluiu.

PEDRO DANIEL OLIVEIRA

pedrodanielhk@hotmail.com

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *