Vinho português premiado em Cantão

Vinho português premiado em Cantão

Excelência para um Aragonês.

Esta semana foi atribuída mais uma medalha a um vinho português. Desta feita, mesmo aqui ao lado, em Cantão, no decorrer da décima nona edição do certame Interwine China. Trata-se de um regional alentejano da casta Aragonês, já disponível na China e em Macau, que, como informa Gonçalo Nuno Bello, proprietário da Just Wine, detentora da marca Infinitae, «esteve quinze meses de estágio em barrica de carvalho francês». Para Gonçalo Bello a obtenção do prémio Supreme Gold Award, «a mais importante das medalhas de ouro», é o corolário do reconhecimento da qualidade dos vinhos portugueses nos estrangeiro, troféu duplamente valorizado porque se tratou de uma prova cega. «De quatrocentos vinhos a concurso apenas dezasseis receberam a distinção Supreme Gold Award», acentua Bello.

O Interwine China, que decorreu esta semana no Complexo de Importação e Exportação Pazhau, em Cantão, é o maior e o mais profissional evento do sector dos vinhos e bebidas espirituosas na China, e pode-se dizer que atingiu, com a edição deste ano, a sua maturidade. Porém, no balanço que faz da participação no certame, Gonçalo Nuno Bello considera que a feira esteve um pouco mais fraca do que os anos anteriores e a concorrência foi maior. Não obstante, «quem quer fazer este mercado terá obrigatoriamente que marcar presença», afirma.

A participação da Just Wine culmina um ano de franca expansão da marca Infinitae na China e em Macau e ainda a abertura de três novos mercados: Taiwan, Brasil e Suécia. Quanto ao futuro, Gonçalo Bello irá concentrar-se na consolidação dos mercados existentes e no alargamento a Myanmar e Singapura, mantendo-se sempre atento «a outras oportunidades de negócios asiáticos».

O Aragonês é a casta ibérica por excelência, convivendo em Portugal sob dois apelidos, Aragonês e Tinta Roriz (este último restrito às regiões do Dão e Douro). De fácil adaptação a diferentes climas e solos, dissiminou-se rapidamente nas regiões do Dão, Tejo e Lisboa. É uma casta que prefere climas quentes e secos, temperados por solos arenosos ou argilo-calcários e é tendencialmente uma casta de lote, beneficiando recorrentemente da companhia das castas Touriga Nacional e Touriga Franca no Douro, bem como da Trincadeira e Alicante Bouschet no Alentejo.

Joaquim Magalhães de Castro

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *