Fórmula 3

Mick Schumacher no centro do mundo

Mick Schumacher no centro do mundo

O alemão Mick Schumacher vai tentar este fim-de-semana repetir a façanha alcançada em 1990 pelo seu pai – o heptacampeão mundial de Fórmula 1, Michael Schumacher – e garantir o triunfo na Taça do Mundo de Fórmula 3, prova que vai coroar aquele que é presumivelmente o melhor piloto da actualidade na categoria.

Depois de há um ano se ter estreado no Circuito da Guia, o piloto germânico, agora com 19 anos, regressa ao território com a ambição reforçada pela conquista do título europeu de Fórmula 3.

«É óptimo poder regressar a Macau. A equipa teve uma temporada fantástica e eu fico feliz por poder regressar na qualidade de campeão europeu», disse Schumacher na passada terça-feira, numa conferência de Imprensa promovida pela Sociedade de Jogos de Macau. «Esta é a corrida que todos os pilotos de Fórmula 3 querem vencer e eu vou dar o meu melhor para conseguir garantir a vitória», acrescentou.

Schumacher, que vai competir aos comandos de um monologar da SJM Theodore Racing by Prema na companhia de Guanyu Zhou, Ralf Aron, Marcus Armstrong e Robert Schwartzman, diz-se preparado para dar o seu melhor, mas terá pela frente concorrência de peso.

Entre os 28 pilotos com os quais o alemão terá que esgrimir argumentos estão o vencedor do campeonato japonês de Fórmula 3, Sho Tsuboi, e o vencedor da edição de 2017 da prova-rainha do Grande Prémio de Macau, o britânico Daniel Ticktum, vice-campeão da Europa de Fórmula 3, atrás de Mick Schumacher.

De regresso à Guia estão também o sueco Joel Eriksson, o japonês Yuhi Sekiguchi, o britânico Callum Ilott e o austríaco Ferdinand von Habsburg, piloto que há um ano protagonizou com o brasileiro Sérgio Sette Câmara uma das mais electrizantes provas de Fórmula 3 de que há memória em Macau.

«O Grande Prémio de Macau é uma corrida histórica. Entre os que venceram em Macau estão alguns dos mais bem sucedidos pilotos de todos os tempos», recordou Mick Schumacher. «Seria para mim uma grande honra poder ver o meu nome integrar a lista de vencedores», disse o piloto, que há um ano não foi além de um 16.º posto na edição de 2017.

Entre os vencedores da então Taça Intercontinental de Fórmula 3 estão lendas do automobilismo como Ayrton Senna, o escocês David Coulthard, e tanto o pai como o tio de Mick, respectivamente Michael e Ralf Schumacher.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *