“MISSA SANCTI IOSEPH” DO MAESTRO AURELIO PORFIRI

“Missa Sancti Ioseph” do Maestro Aurelio Porfiri

Bento XVI agradece oferta d’O CLARIM.

“Para o Senhor Aurelio Porfiri com a minha bênção apostólica”. Foi deste modo que o Papa emérito Bento XVI agradeceu, no passado dia 11 de Julho, a oferta do libreto “Missa Sancti Ioseph”, em homenagem ao 90º aniversário de Joseph Ratzinger, que decorreu a 16 de Abril último.

«A “Missa Sancti Ioseph”, a três vozes, que Aurelio Porfiri dedica a Sua Santidade Joseph Ratzinger (…) representa – acreditando que estou a interpretar o pensamento do compositor – um retorno nostálgico à polifonia clássica que pertence aos grandes mestres que surgiram da polifonia, em resultado da reforma tridentina [reforma do Concílio de Trento], que se concretizou na forma fluente e transitória da Missa Brevis», sublinhou o reitor emérito do Pontifício Instituto de Música Sacra, monsenhor Valentino Miserachs.

«O clima modal confere a esta música uma patente de legitimidade no mundo da música sagrada e litúrgica. Aqui respira-se a atmosfera de casa, tão bem-vinda nos nossos tempos em que muita música medíocre (ou melhor, não música) faz-nos muitas vezes sentir estranhos em nossa própria casa», acrescentou o maestro da Basílica de Santa Maria Maior, em Roma.

A obra, com a chancela d’O CLARIM e publicada no suplemento em língua inglesa entre 26 de Janeiro e 3 de Março do corrente ano, inclui uma introdução do director do semanário católico, padre José Mario Mandía, e uma dedicatória traduzida do Latim da autoria do padre Roberto Spataro, um dos mais proeminentes latinistas do mundo.

P.D.O. com J.M.M.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *