NOVO FERIADO PELA SEGUNDA GUERRA MUNDIAL

Novo feriado pela Segunda Guerra Mundial

Justiça ao papel da China

A historiadora Tereza Sena disse a’O CLARIM que é legítimo estabelecer em Macau o feriado do “Dia Comemorativo do 70º Aniversário da Vitória do Povo Chinês na Guerra contra o Japão e da Vitória Mundial contra o Fascismo”. A proposta de lei para a comemoração se poder realizar no próximo dia 3 de Setembro foi ontem aprovada, por unanimidade, na Assembleia Legislativa.

«Como cidadã só tenho que me congratular com qualquer invocação contra o fascismo e a guerra, por causa das situações de violência, de opressão e de desrespeito pelos Direitos Humanos», referiu a historiadora do Centro de Estudos das Culturas Sino-Ocidentais do Instituto Politécnico de Macau.

«A China esteve muito tempo afastada do concerto das nações, ao nível da comunidade internacional, por isso tem todo o direito de fazer lembrar o seu papel na Segunda Guerra Mundial. Geralmente, conhece-se e invoca-se a intervenção dos Estados Unidos e dos Aliados, mas é justo haver uma visão descentralizada e equilibrada sobre o conflito», explicou.

«É também uma boa oportunidade para Macau lembrar o seu papel, como porto seguro no acolhimento de muitos refugiados, não só da China continental, como também de Hong Kong. Houve miséria e mortes, como é sabido, mas Macau figura na História como uma boa lição de liberdade e humanismo, porque houve aqui um espaço para diálogo e para minorar o sofrimento de muitas pessoas», concluiu.

P.D.O.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *