GOVERNO QUER AUMENTAR IMPOSTO SOBRE VEÍCULOS

Governo quer aumentar imposto sobre veículos

Purga rodoviária.

Fernando Chui Sai On afirmou, na passada quarta-feira, que o imposto sobre veículos motorizados vai aumentar pelo menos dez por cento.

O aumento «vai ser na ordem dos dez ou vinte por cento», disse o líder do Governo durante a sessão de perguntas e respostas sobre o relatório das Linhas de Acção Governativa (LAG), reconhecendo que, para uma pequena cidade, com uma área de pouco mais de trinta quilómetros quadrados, existem «muitos» veículos em circulação nas estradas.

Até ao final de Setembro existiam 246 mil 452 veículos, mais 4,3 por cento comparativamente ao período homólogo de 2014, pelo que o agravamento do trânsito figura como um dos principais motivos de queixa.

Em paralelo, tal como anunciou na véspera, o Governo pretende cancelar a isenção de imposto de que gozam os autocarros de turismo, bem como rever a legislação no sentido de reduzir o período de tempo de inspecção obrigatória dos veículos em uso para oito anos e definir os critérios de emissão de gases de escape e as medidas de controlo.

«Esperamos poder acelerar assim a eliminação de veículos velhos que não estejam em conformidade com os padrões exigidos», disse.

Segundo o relatório das LAG, um novo centro de inspecção de automóveis vai entrar em funcionamento no segundo trimestre do próximo ano, precisamente para responder às futuras necessidades.

Neste âmbito, o Chefe do Executivo deu ainda conta da intenção do Governo de optimizar a rede dos autocarros, revelando que, após vários estudos, iniciar-se-á um projecto-piloto que consiste na criação de uma via exclusiva numa zona da cidade.

Em paralelo, reiterou que vão ser emitidas, no próximo ano, 250 licenças de táxis, o que vai permitir elevar o número total para mil e 600 no final de 2016.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *