Jornal O Clarim

Semanário Católico de Macau

Salário mínimo ganha asas
Local Todas as Categorias

Governo poderá englobar todos os sectores e profissões

Salário mínimo ganha asas

O Governo está disponível para ajustar o conteúdo da proposta de lei sobre o salário mínimo, por forma a incluir não só os trabalhadores de limpeza e de segurança na área da administração de propriedades, como também alargar o âmbito de aplicação a mais sectores da sociedade.

«Ou seja, elaborar uma proposta de lei que estipula o salário mínimo geral através de uma tabela anexa, e incluir os sectores ou profissões no regime [em questão]. O Governo entende que, a nível técnico, esta solução pode ser debatida com a nossa assessoria [da Assembleia Legislativa]», disse ontem Fong Chi Keong, no final da reunião entre a 3ª Comissão Permanente da Assembleia Legislativa, à qual preside, e membros do Governo.

Em cima da mesa esteve também em discussão a fórmula de cálculo mensal que incide nas seis mil 240 patacas, valor que não coincide com as sete mil e 200 patacas mensais que, à partida, os trabalhadores abrangidos pelo salário mínimo deveriam receber para atingir as 30 patacas diárias, conforme estipula a intenção legislativa. «Provavelmente há aqui alguma omissão. O Governo entende que estas lacunas podem ser colmatadas», garantiu.

Ainda segundo Fong Chi Keong: «O Governo referiu que esta proposta de lei, que prevê garantias apenas para duas profissões, não viola o princípio da igualdade porque está de acordo com os requisitos internacionais», e «o seu conteúdo já foi alvo de consulta pública durante longo período de tempo».

 

Não ao Português

No final da reunião, o secretário para a Economia e Finanças, Francis Tam, recusou-se a prestar declarações à Imprensa em língua portuguesa, o mesmo não acontecendo com a chinesa.

P.D.O.

LEAVE A RESPONSE

Your email address will not be published. Required fields are marked *