D. John Tong

D. John Tong lembrou transferência de soberania em Hong Kong

Houve medos infundados na Diocese.

D. John Tong, bispo de Hong Kong, reconheceu na passada sexta-feira, na igreja do Seminário de São José, em Macau, que a transferência de soberania da ex-colónia britânica foi um dos eventos que mais o marcou enquanto vigário-geral da sua diocese (1992 – 2009), porque o cardeal D. John Wu teve a clarividência necessária para tomar a decisão mais acertada, em vez de ir atrás de medos infundados.

«Antes de 1997 muitas pessoas estavam assustadas e foram embora de Hong Kong. Várias pessoas, entre leigos, padres e irmãs, aconselharam o cardeal Wu [então bispo da Diocese] que a Igreja (…) tinha que se preparar para a entrega de Hong Kong à China», disse D. John Tong, durante a homilia proferida na missa solene mandada rezar pela Associação dos Antigos Alunos do Seminário de São José, que celebrou a festa do seu patrono.

Seguindo a máxima “Não devemos pôr todos os ovos no mesmo cesto”, confidenciou que «pensaram ser necessário transferir os documentos importantes, as propriedades, os recursos pecuniários e o pessoal para uma diocese amiga».

«Depois de rezar, o cardeal Wu disse “não” a todas as sugestões, porque precisávamos de confiar em Deus e ter fé em nós próprios. Por causa da sua decisão, a nossa diocese ainda hoje progride com o nosso trabalho de evangelização. Todos os anos, temos cerca de sete mil baptismos, metade dos quais são adultos, sendo a outra metade baptismos de bebés e crianças», salientou o bispo de Hong Kong.

A missa, rezada em Latim, foi concelebrada por D. John Tong, D. Stephen Lee, D. José Lai, e por uma dezena de sacerdotes, com cânticos executados pelo Coro de São Tomás, formado por antigos seminaristas.

 

Aniversário

O Colégio Diocesano de São José festejou, no último sábado, o seu 85º aniversário com missa de acção de graças na Sé Catedral, concelebrada por D. John Tong e por D. Stephen Lee. O Coro de São Tomás executou os cânticos, como símbolo de cooperação íntima entre as duas instituições de ensino.

O Colégio foi fundado em 1931 por três sacerdotes do Seminário de São José, padre António Roliz, padre António Maria Alves e padre António Ngan, tendo como objectivo a educação dos jovens chineses.

PEDRO DANIEL OLIVEIRA

pedrodanielhk@hotmail.com

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *