A catequese da Sé em acção

Carta aos Leitores

A catequese da Sé em acção

Apreender a doutrina da Igreja e as verdades fundamentais da nossa Fé, isto é, seguir o ensino da catequese, não é, nem pode ser apenas, um trabalho teórico, mas uma forma também de a criança e o jovem aguçarem a sua sensibilidade para o ambiente que nos rodeia. Aprendendo a identificar as suas carências e problemas humanos decorrentes.

No último domingo, dia 27 de Novembro, após a celebração da missa na Sé Catedral da Macau, sete dezenas de catequizandos e respectivos catequistas visitaram o Lar de Idosos da Santa Casa da Misericórdia de Macau, Lar de Nossa Senhora da Misericórdia, nas imediações das Ruínas de São Paulo.

O numeroso grupo, dirigido pelo responsável da Catequese da Sé, Rev. Pe. Daniel Carvalho, foi visitar os anciãos residentes naquela instituição de caridade.

Acolhidos simpaticamente pelo Provedor da Santa Casa Sr. António José de Freitas, deste ouviram os visitantes algumas palavras de explicação das finalidades daquela instituição de beneficência, de protecção e apoio aos mais de cem cidadãos seniores, ali internados, doentes e/ou sem família.

Na oportunidade, o Rev. Pe. Daniel Carvalho agradeceu a hospitalidade do Senhor Provedor, da Senhora Directora do Lar e dos internos, enquadrando a visita nas actividades da catequese que as nossas crianças e jovens frequentam.

De facto, como sublinhou, o objectivo da visita foi o de testemunhar, com a sua presença, o carinho, as suas ofertas singelas, o amor e respeito que a mais jovem geração de cristãos de origem portuguesa de Macau nutre por quem percorre agora o último trecho da sua caminhada entre nós.

Modo também, podemos dizer, de praticar a caridade concreta, ensinada pela doutrina da Igreja e inspirada nos Evangelhos. Fazendo companhia a quem está só, visitando os doentes e partilhando algo com os mais necessitados.

A data escolhida para o encontro encerrou um duplo significado, porque, ainda com os ecos do Ano da Misericórdia, recém findo, celebrava-se o primeiro domingo da Advento, o início da caminhada da Igreja e dos cristãos para o Natal.

Com cânticos e a sua vivacidade e alegria, a garotada proporcionou momentos de companhia e calor humano aos nossos velhinhos, numa visita de sensivelmente uma hora.

No final da visita, a coordenação da catequese na pessoa de Carmen Sousa ofereceu ao Lar, em nome de todos, uma imagem da Divina Misericórdia de Jesus, tal como foi revelado a Santa Faustina, imagem que o Senhor Provedor colocou na capela, bem como um terço oferecido pelo Rev. Pe. Daniel.

Foi uma visita marcada pela simplicidade, tal como o são todos os gestos humanos de maior significado.

Tiveram também os catequizandos a oportunidade de conhecer por dentro uma das obras mais meritórias da Santa Casa da Misericórdia, instituição multicentenária que é um dos mais belos símbolos da presença portuguesa, e da Igreja a ela associada, em Macau.

Como se sabe, a Santa Casa da Misericórdia de Macau foi fundada em 1569 pelo bispo D. Belchior Carneiro, que chegou ao Território em princípios de Junho de 1568.

Ele também foi o fundador da Confraria da Misericórdia e de um hospital, a que só muito depois se deu o nome de S. Rafael. Ainda hoje existem Casas da Misericórdia, confrarias e irmandades nos antigos territórios portugueses do Oriente, que constituem, talvez, o melhor legado português.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *