Governo condecorou quatro personalidades e uma instituição

A força da Igreja Católica

A força da Igreja Católica.

O bispo D. José Lai, a irmã Alice Yuen, a professora Kuok Ut Kam, a senhora Hellen Sou e a Associação das Escolas Católicas de Macau são exemplo do quanto é importante a acção católica no território. Segundo o padre Ante Jozić, as cinco condecorações do Governo são um sinal muito positivo para a Igreja.

O Governo de Macau condecorou, na passada segunda-feira, quatro individualidades e uma instituição afectas à Igreja Católica. D. José Lai, bispo de Macau, foi galardoado com o Lótus de Prata, enquanto a irmã Alice Yuen, a professora Kuok Ut Kam e a Associação das Escolas Católicas de Macau (representada pelo padre Joseph Chow) receberam a medalha de mérito educativo, e a directora do Asilo de São Francisco Xavier, Hellen Sou, a medalha de serviços comunitários.

«É uma alegria e também um agradecimento; um apreço da parte do Governo para a actividade da Igreja Católica em Macau, sobretudo na Educação e na Acção Social», disse a’O CLARIM D. José Lai, acrescentando que o seu galardão pode ser visto como um encorajamento para a missão da Igreja no território, porque «estamos sempre a trabalhar nesse sentido».

Para a irmã Alice Yuen, distinção é «um reconhecimento do Governo pelo serviço prestado na Educação», razão pela qual assegurou que vai continuar a prestar o seu «apoio à Educação de Macau sempre que necessário» e dar «sugestões relacionadas com a aprendizagem dos alunos» para «serem melhores e mais criativos».

A religiosa das Franciscanas Missionárias de Maria, ex-directora do Colégio de Santa Rosa de Lima (Ensino Secundário em Inglês), também salientou que os responsáveis governativos estão a fazer o melhor possível para que a Educação atinja um patamar superior: «Estão a tentar. Penso que há agora mais oportunidades para os estudantes enveredarem pelo Ensino Superior. Há também mais escolhas para os seus estudos».

Já quanto ao padre Joseph Chow, “chairman” da Associação das Escolas Católicas de Macau, composta por mais de vinte instituições de ensino, «a honra que nos foi concedida mostra que a educação católica é confirmada pelo Governo e pelos cidadãos de Macau», algo que considera ser «uma honra para todas as escolas católicas de Macau».

 

Gratidão

Na “cerimónia de imposição de medalhas e títulos honoríficos do ano 2015”, realizada no Centro Cultural, foram agraciados com o Lótus de Ouro quatro ex-titulares de altos cargos públicos: Florinda Chan, Francis Tam, Cheong Kuoc Vá e José Proença Branco.

«Estou contente [por] esta acção de graças [de] sentir que vale a pena lutar e trabalhar com todo o empenho e afinco. Apesar das dificuldades e dos sacrifícios, vale a pena lutar por uma Macau melhor. Agradeço a todos do fundo do coração, especialmente aos funcionários e aos colegas, [com] um forte desejo de bom Natal e de um bom ano santo da misericórdia», salientou a’O CLARIM Florinda Chan, ex-secretária para a Administração e Justiça.

Para Cheong Kuoc Vá, ex-secretário para a Segurança, a condecoração é «o reconhecimento do serviço» que prestou «nas forças de segurança de Macau ao longo de 39 anos», sentindo-se por isso «muito contente» e «muito honrando».

O antigo comandante-geral dos Serviços de Polícia Unitários, José Proença Branco, também ficou «satisfeito» com o reconhecimento do Governo. «Isto é mais fruto de um trabalho de equipa, do que individual. Ao longo de todos estes anos, se não fosse um punhado de ex-colegas e de ex-colaboradores, se calhar não estava cá a receber esta medalha. Estou contente, certamente», frisou a’O CLARIM.

Entre os 63 galardoados estiveram Chan Meng Kam (Lótus de Prata), Vitória Alice da Conceição e Manuel Trigo (medalha de mérito profissional), Nam Kwong União Comercial e Industrial, Limitada (medalha de mérito industrial e comercial), CAM, Restaurante The Plaza, Restaurante Federal (medalha de mérito turístico) e Ao U Hong (medalha de mérito educativo).

Realce ainda para Chan Hou Seng (medalha de mérito cultural), Associação e Beneficência Meng Tak e Associação de Beneficência Tong Chai de Macau (medalha de mérito altruístico), Equipa de Natação Sincronizada (medalha de mérito desportivo), Rita Botelho dos Santos e Fernanda Cardoso (medalha de dedicação), Wong I Man (medalha de serviços comunitários), Autoridade Hospitalar de Hong Kong (título honorífico de prestígio) e Grupo Robótico subaquático da Escola Secundária Pui Ching (título honorífico de valor).

 

Sinal positivo para o Catolicismo (CAIXA)

A convite de D. José Lai assistiram à cerimónia os padres Ante Jozić e Andrea Francia. «Vejo isto de uma forma muito positiva para a nossa Igreja. Acima de tudo, é um reconhecimento pelo seu trabalho, seja a nível social, seja a nível da Educação, como também para os crentes a nível religioso», sublinhou a’O CLARIM o padre Ante Jozić, numa reacção aos galardões atribuídos às quatro individualidades e a uma instituição afecta à Igreja Católica. «Penso que é também um incentivo para a Igreja continuar no mesmo sentido, para encorajar as pessoas e para que haja mais contribuição destes cidadãos para a sociedade», concluiu o mesmo sacerdote.

PEDRO DANIEL OLIVEIRA

pedrodanielhk@hotmail.com

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *