Angola

Luanda quer melhorar serviços de migração

Luanda quer melhorar serviços de migração

O ministro do Interior de Angola pediu, na passada quarta-feira, ao novo director-geral do Serviço de Migração e Estrangeiros (SME) para melhorar a má imagem externa daquele órgão, que autoriza e fiscaliza as entradas e saídas de estrangeiros do País.

O ministro Ângelo da Veiga Tavares falava em Luanda, à margem da cerimónia de troca de pastas entre a nova e a anterior direcção do SME, que desde terça-feira passou a ser liderada pelo comissário Gil Famoso da Silva, nomeado para as funções de director-geral pelo Presidente angolano, João Lourenço.

«Que melhore a imagem externa do Serviço de Migração e Estrangeiros, que temos que ter a hombridade de dizer que não está muito boa. Para isso devemos contribuir todos nós», apontou o ministro.

Ângelo da Veiga Tavares, que foi reconduzido pelo novo chefe de Estado na tutela das forças de segurança angolanas, reconheceu, ainda assim, as dificuldades de fazer esta transição quando se inicia um novo mandato na liderança de Angola.

«Fazemos esta mudança num momento muito sensível, em que estamos a trabalhar para a aprovação do passaporte electrónico angolano, estamos a trabalhar na criação de condições que permitam uma melhor facilidade no movimento dos cidadãos estrangeiros no nosso país, com a criação de uma adequada plataforma que permita que o sistema de facilitação de vistos funcione, seja um facto», explicou.

In LUSA

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *