Praia Grande recebe Bazar Solidário no fim-de-semana

Cáritas vai construir novo lar de idosos

Cáritas vai construir novo lar de idosos.

A Cáritas Macau tenciona adicionar um sexto centro de acolhimento para idosos aos cinco lares e centros de dia que já gere no território, disse a’O CLARIM o secretário-geral da organização, Paul Pun.

As novas valências deverão ser construídas num lote com 600 metros quadrados que foi recentemente doado por uma benemérita à organização. O terreno, revelou o responsável, é o primeiro registado em nome da Cáritas Macau desde 1951, ano em que a organização foi fundada.

Apesar de ainda não ter discutido com o Instituto de Acção Social e com a Direcção dos Serviços de Solos, Obras Públicas e Transportes os detalhes relativos ao projecto, a instituição já recolheu 850 mil patacas para a construção das novas instalações.

Parte do dinheiro que o organismo espera recolher na 49a edição do Bazar Solidário, certame que se realiza este fim-de-semana no Centro Náutico da Praia Grande, deve também ser canalizado para a edificação das novas valências, adiantou Paul Pun: «O Bazar é um evento de grande importância para a Cáritas porque nos ajuda a ampliar o leque dos serviços que prestamos sem que para isso estejamos dependentes do Governo».

«O Governo financia uma parte substancial das actividades que conduzimos. O dinheiro que recolhemos com esta iniciativa permite-nos oferecer outro tipo de serviços, como é o caso do programa de apoio a idosos com mobilidade reduzida, mas dependendo do montante angariado parte do dinheiro poderá ser reservada para a construção do novo lar», admitiu o secretário-geral.

A Cáritas presta actualmente apoio a cerca de uma centena de idosos com dificuldades de locomoção que vivem em edifícios sem elevador. O serviço é assegurado por uma única equipa constituída por dois funcionários, mas o aumento do número de pessoas de idade que solicitam o apoio da organização poderá levar ao aumento do número de efectivos envolvidos no programa: «Todos os meses fazemos chegar o nosso apoio a cerca de uma centena de idosos, mas o número está a aumentar e poderemos ter que reforçar os recursos humanos que consignamos ao programa».

O dinheiro recolhido na 49a edição do Bazar Solidário deverá ser ainda utilizado para apetrechar um novo Centro de Medicina Dentária que a organização tenciona inaugurar na zona das Portas do Cerco no próximo ano. A Cáritas já recebeu luz verde da Direcção dos Serviços de Solos, Obras Públicas e Transportes para remodelar a fracção que vai acolher as novas valências. As obras deverão estar concluídas antes do final de Janeiro próximo e o consultório – que deve facultar serviços dentários a preços mais comportáveis – poderá abrir portas antes ainda do final do primeiro semestre de 2019.

Paul Pun espera que a 49a edição do Bazar Solidário da Cáritas atraia durante o fim-de-semana qualquer coisa como cinquenta mil visitantes. O certame conta este ano com 95 expositores de escolas, empresas e entidades governamentais que fizeram questão de se associar ao evento e o secretário-geral da Cáritas está confiante de que o montante recolhido este ano possa ser superior aos 7,1 milhões de patacas angariados no ano passado: «A quantia ficou um pouco aquém do montante gerado em 2016, mas não nos podemos esquecer que o Bazar decorreu pouco depois do tufão Hato ter deixado Macau do avesso».

Marco Carvalho

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *