Aberto ao público na Travessa da Sé desde Janeiro

Silva Café

Silva Café emprega trabalhadores com deficiência auditiva

O Silva Café, aberto na Travessa da Sé desde o passado dia 21 de Janeiro, tem à disposição do público algumas especialidades típicas de Macau, sem esquecer aquele gostinho português. Trata-se de uma parceria entre o administrador do estabelecimento, o senhor Shota, e a Sé Catedral.

«Sempre quis abrir um café. Perguntei a vários amigos se isto seria possível e, por coincidência, a Sé Catedral queria libertar um espaço onde os fiéis se pudessem encontrar», contou o senhor Shota a’O CLARIM, sublinhando que entre outras especialidades vende bifanas e pastéis de nata à moda de Macau, bem como o exclusivo bolo de galinha portuguesa. «Foi uma ideia do meu pai. Até encomendámos uma máquina especial para fazer os bolos», referiu o dono do café, que pretende incluir mais petiscos na ementa.

O estabelecimento também emprega pessoas com deficiência auditiva, o que ao nível do recrutamento demorou cerca de seis meses a ser concretizado. «Espero poder ajudar mais pessoas nesta situação, dado que o trabalho não é complicado. Tenho a certeza que conseguem dar conta do recado. Temos apenas que ser mais pacientes com eles», frisou.

P.D.O. com J.Y.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *