2º Festival Internacional de Coros

Cantata para redefinir a imagem de Macau

Cantata para redefinir a imagem de Macau

O Coro de Santo Agostinho vai levar a cabo, entre os dias 6 e 10 de Dezembro, a 2ª edição do Festival Internacional de Coros – Cantata Macau 2017.

«Macau tem uma rica e antiga tradição católica, mas no último quarto de século passou a ser designada como o paraíso dos apostadores, a riqueza profana e até mesmo “a cidade do pecado”», disse a’O CLARIM o padre Jijo Kandamkulathy.

«Infelizmente, esta designação não se adapta à maioria das pessoas que aqui vivem, católica ou não, em geral temente a Deus. Assim, a intenção de realizar este evento é para começar a redefinir o nosso território pelas tradições católicas e recuperar o seu apreço pelo que é sagrado e sublime», acrescentou o sacerdote.

A cerimónia de abertura decorre a 6 de Dezembro, com um concerto na igreja de São Domingos, pelas 19 horas e 30. A 7 de Dezembro realiza-se o Concerto Sacro na Sé Catedral, 20 horas e 30; a 8 de Dezembro, o Grande Concerto no Cineteatro Macau, 19 horas e 30; a 9 de Dezembro, o Concerto de Amizade na igreja e seminário de São José, 17 horas; e a 10 de Dezembro, o Concerto de Encerramento na Sé Catedral, 13 horas.

O evento, apoiado pela diocese de Macau e pela Sé Catedral, conta com as actuações da Cathedral Schola, Coro da Fundação Rui Cunha (Macau), Bishop Hall Jubilee School Choir (Hong Kong), Chorus Vocales Philippines, Paranaque National High School Glee Club (Filipinas), Medan Community Male Choir (Indonésia) e da Noche Lirica (México). A entrada é livre, exceptuando o evento marcado para o Cineteatro Macau.

P.D.O.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *