Jornal O Clarim

Semanário Católico de Macau

Guadalupe Ortiz de Landázuri
Eclesial Todas as Categorias

Dia Internacional da Mulher (8 de Março)

Recordamos Guadalupe Ortiz de Landázuri

Uma mulher pioneira– Guadalupe Ortiz de Landázuri foi sempre uma pioneira em vários aspectos da sua vida. Única rapariga da sua turma no colégio de Tetuán, foi uma das cinco que em 1933 se matricularam em Química na Universidade Central de Madrid, e uma das primeiras a seguir São Josemaría Escrivá no seu empenho na difusão do chamamento universal à santidade de todos os cristãos leigos. Mais tarde, lançou-se na travessia do Atlântico para levar esta mensagem de santidade até ao México. Regressada a Espanha, dedicando-se à docência e à investigação, defendeu a sua tese de doutoramento.

No Círculo Eça de Queiroz, no Chiado, em Lisboa, foi lançado, no dia 19 de Fevereiro, o livro “Livre para amar”, de Cristina Abad, edição Lucerna (chancela da Principia). Trata-se de uma biografia breve de Guadalupe Ortiz de Landázuri, a qual será também a primeira leiga do Opus Dei que chega aos altares. O Santo Padre aprovou o milagre prévio à beatificação, a qual terá lugar em Madrid, sua cidade natal, no sábado, 18 de Maio de 2019, aniversário da Primeira Comunhão desta próxima beata.

Em tempos de conciliação entre a vida profissional, a família, as exigências culturais, a sociedade e a vida espiritual, este exemplo poderá ser uma inspiração para conseguir alcançar metas mais abrangentes, exigentes e complementares.

Susana Mexia 

Professora

LEAVE A RESPONSE

Your email address will not be published. Required fields are marked *