Mais cancros, menos Alzheimer

MUST cria primeira base de dados genéticos

Mais cancros, menos Alzheimer

A Universidade de Ciência e Tecnologia de Macau (MUST, na sigla em Inglês) iniciou a criação de uma primeira base de dados genéticos com o objectivo de prever o risco de determinadas doenças.

A MUST apresentou, na passada quarta-feira, os resultados da primeira fase, com base nas informações recolhidas de uma amostra de mil jovens, concluindo que cancros como do pulmão, mama, ovários e próstata vão ter uma maior taxa de incidência no território.

Já o risco de os residentes de Macau virem a desenvolver doenças do foro neurológico como Alzheimer é menor – comparativamente aos registos do norte da China ou dos continentes europeu e americano.

A MUST pretende alargar a amostra – por a entender pequena – mas carece de fundos para o efeito, depois de a primeira fase do estudo ter sido suportada por verbas da Fundação Henry Fok.

Contudo, como sublinhou o director da Faculdade de Ciências de Saúde da MUST, Manson Fok, um estudo mais abrangente precisa do apoio do Governo, sobretudo para estabelecer a correlação entre os factores genéticos e os riscos associados ao meio ambiente.

O objectivo passa por ter a maior amostra possível, com Manson Fok a assinalar que ter dez por cento da população seria melhor, mas que, pelo menos cinco por cento permitiria já uma reflexão.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *