PROTOCOLO

Assinado novo protocolo entre a Universidade de São José e a Universidade Católica Portuguesa

Alunos da RAEM reconhecidos em todo o mundo.

A Faculdade de Estudos Religiosos da Universidade de São José assinou, no passado dia 7 de Janeiro, um novo protocolo com a Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa, garantindo que os estudantes da USJ que finalizem o primeiro curso canónico em Teologia, que respeita a Constituição Apostólica Sapientia Christiana, sejam reconhecidos pelas Faculdades Teológicas Católicas de todo o mundo.

«Os jovens que aspirem ao ministério sacerdotal podem fazer toda a sua formação teológica connosco», disse a’O CLARIM, Arnold Monera, director da Faculdade de Estudos Religiosos da USJ, acrescentando que o curso também está aberto «às irmãs religiosas e aos dedicados líderes leigos que desejam obter o mesmo diploma de âmbito canónico».

O programa, com a duração de quatro anos, «está adaptado aos requisitos do sistema de ensino superior vigente em Macau para o grau académico de bacharelato, antecedido de um ano de Estudos Filosóficos», sendo ponto assente que «os estudantes vão ser iniciados nos estudos de Latim Eclesiástico, Grego Bíblico e Hebreu Bíblico».

«Desde o início da Faculdade de Estudos Religiosos em 2007 formámos mais de 40 pessoas que estão agora a trabalhar como padres no Myanmar, no Japão, na Coreia, em Hong Kong, em Taiwan, nas Filipinas e em Macau», frisou Monera, adiantando que «oito irmãs dominicanas que estudaram durante cinco anos na USJ também estão agora nas Filipinas para o seu noviciado».

Quanto aos potenciais seminaristas do território, «não precisam de ir para outros países obter o bacharelato em Teologia», razão pela qual disse esperar que a USJ possa «contribuir para que haja mais vocações sacerdotais na Igreja de Macau».

O protocolo assinado pelo padre João Lourenço, director da Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa, e por Arnold Monera, da Universidade de São José, foi testemunhado pelos reitores de ambas as instituições de ensino superior, Maria Dias Garcia e padre Peter Stilwell. A ocasião contou ainda com a presença de D. José Lai, bispo de Macau.

«O acordo visa manter a estreita colaboração académica entre as duas instituições, seja por razões históricas, seja por razões institucionais e eclesiásticas. Esperamos desenvolver novas formas de cooperação, especialmente respeitantes a novas colaborações no âmbito de possíveis programas conjuntos dos 2º e 3º ciclos de estudos em Teologia», concluiu Monera.

PEDRO DANIEL OLIVEIRA

pedrodanielhk@hotmail.com

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *