Grande Prémio de Motos

“Rei da Guia” procura a nona vitória

“Rei da Guia” procura a nona vitória

Por razões ligadas à segurança, a ausência de Glenn Irwin, vencedor da edição de 2017 do Grande Prémio de Motos de Macau, é uma das principais notas de destaque da 52.ª edição da corrida, mas a decisão do piloto britânico dificilmente roubará magnitude à prova.

Vinte anos depois de ter vencido pela primeira vez no asfalto do território, o veterano Michael Rutter, rei incontestado de Macau em duas rodas, volta a afirmar-se como um dos grandes candidatos ao triunfo nos mais de seis mil e 200 metros do traçado da Guia.

O leque de 28 pilotos que vão disputar a competição inclui dois outros vencedores do Grande Prémio de Motos de Macau. Em conjunto, Michael Rutter, Peter Hickman – venceu em 2015 e em 2016 e foi segundo há um ano – e John McGuinness – triunfou em 2011 – têm nada mais nada menos do que onze vitórias em seu nome na lista dos vencedores da mais exigente prova de motociclismo do continente asiático.

Com Faye Ho, neta do magnata da indústria do jogo Stanley Ho, a seguir a par e passo o desempenho do companheiro, Rutter vai procurar garantir um extraordinário nono triunfo nas curvas e rectas do traçado do território.

O piloto de 46 anos tem no entanto uma concorrência de peso pela frente. Para além de Peter Hickman e de John McGuinness – há um ano não correu em Macau depois de ter sofrido um violento acidente – no pelotão constam ainda Martin Jessopp, o austríaco Horst Saiger, o alemão Didier Grams e o português André Pires.

M.C.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *