Padre Bonifacio García Solís, novo líder Dominicano da Província de Nossa Senhora do Rosário

PADRE BONIFACIO GARCÍA SOLÍS

Eleição como reconhecimento do trabalho missionário.

A recente eleição do padre Bonifacio García Solís, como novo líder da Província de Nossa Senhora do Rosário, é tida pelo padre Jarvis Sy, da comunidade dominicana de Macau, como um sinal de fortalecimento do papel do território na formação de missionários para a Ásia.

«O recrutamento renovado de vocações missionárias e a formação foram as características do seu anterior governo. A Província só poderá sobreviver enquanto investir na vida das novas vocações, especialmente da região.

É por isso que, apesar de todas as probabilidades, a Província reorganizou as diversas instituições formativas na Área da Grande China, desempenhando Macau um papel fundamental como local para a formação inicial de irmãos», disse a’O CLARIM o padre Jarvis Sy.

«Com isso, fomos capazes de revitalizar o compromisso missionário da Província nos nossos antigos vicariatos e encontrar novas presenças no Myanmar e em Timor-Leste», referiu o sacerdote dominicano, para quem «a presença de sangue novo tinha injectado uma vida nova e uma nova esperança na árdua tarefa da evangelização».

«Apesar dos frutos específicos poderem ainda demorar» a ser colhidos, notou que «a sensação de esperança trouxe um renovado interesse pela evangelização em muitos membros da Província».

No recente Capítulo Provincial, no qual foi eleito o padre Solís, foi abordado o desafio da formação e as novas realidades da Província, tais como a multiculturalidade e a vocação comum como homens da Palavra. «Espera-se que a diocese de Macau continue a abrir os seus braços para receber-nos e ajudar-nos a formar futuros missionários da região», desejou o padre Jarvis Sy.

Quanto à eleição, realizada no passado dia 4 de Agosto, sublinhou que «o padre Bonifacio Solís não é uma cara desconhecida no papel de superior maior da Província», visto ser «o quarto mandato como prior provincial» e até porque «há oito anos serviu no cargo, que ocupava desde 1998, tornando-se no único superior da longa história da nossa província a ser eleito e postulado para quatro mandatos».

No seu entender, «não só a longa experiência como superior constituiu uma mais-valia, como também a compreensão das muitas necessidades da Província e a sua clarividência. Estas são as qualidades que levaram os padres do Capítulo a escolhê-lo para liderar a Província nos próximos quatro anos».

PEDRO DANIEL OLIVEIRA

pedrodanielhk@hotmail.com

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *