Portal Electrónico vende experiências e promove a Cultura Local

Follow me... igrejas

Follow me… igrejas.

A Follow Me Macau, “start-up” fundada por Hugo Felício e por Marco Duarte Rizzolio, criou um portal electrónico com o mesmo nome direccionado para a aquisição de serviços na área do entretenimento e lazer, e para a promoção de atracções turísticas e culturais da RAEM, nas quais se incluem as igrejas católicas.

«Macau não é Macau sem as suas igrejas», disse a’O CLARIM Hugo Felício, justificando a importância que os edifícios de matriz católica representam para o portal idealizado pelos dois empreendedores portugueses residentes no território.

«Independentemente das pessoas acederem ao “website”, verem e poderem fazer as suas reservas, achamos que não queríamos ter apenas uma estratégia de vendas. Por isso, o “website” tem muita informação sobre o território – como chegar a Macau, como se movimentar enquanto cá está, etc. Tem a História de Macau e o seu Património Mundial. E tem informação sobre os monumentos, as suas igrejas e templos, os museus e os eventos e festividades, entre outras, algo que constitui uma parte importante para quem visita Macau», explicou Hugo Feliciano.

O conceito passou por congregar o máximo de experiências possíveis, que estão disponíveis na área do entretenimento e lazer – actividades extra-Jogo – para as agrupar por secções: “aventura”, “para ele”, “comida e bebidas”, “para ela”, “relaxamento”, “família”, “desportos”, “romance”, “vida urbana” e “amigos”.

A estratégia da “start-up” combina as experiências icónicas com outras que, embora únicas, são desconhecidas da maior parte dos visitantes ou até mesmo dos residentes.

«Efectuámos parcerias com as operadoras de Jogo, mas também com Pequenas e Médias Empresas. Os nossos clientes tanto podem andar de gôndola, assistir a vários espectáculos disponibilizados pelas operadoras de Jogo ou ir a um “Spa”, como podem ter aulas de ténis ou de yoga, fazer “hiking” [caminhadas] em Coloane e irem a restaurantes ou dar um salto na Torre de Macau [bungee jumping]», descreveu Hugo Felício, acrescentando que a empresa tem cerca de setenta ofertas à disposição do público em geral.

O portal electrónico pode ser acedido em Inglês e Chinês (simplificado e tradicional). Na forja está a inclusão da versão portuguesa e o lançamento da aplicação para “smartphone”. A empresa foi fundada na RAEM em Fevereiro de 2016, tendo contado com o apoio do Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPIM).

PEDRO DANIEL OLIVEIRA

pedrodanielhk@hotmail.com

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *