Associação de Amizade Macau-Cabo Verde

Recordar o genial Baltazar Lopes da Silva

Recordar o genial Baltazar Lopes da Silva

A Associação de Amizade Macau-Cabo Verde assinala este Domingo, 23 de Abril, o 110º aniversário do nascimento do escritor Baltazar Lopes da Silva, com missa antecipada a realizar amanhã na Sé Catedral, pelas 18 horas, por sufrágio da sua alma.

Em data oportuna terá lugar uma palestra proferida pelo historiador Jorge Morbey, que considera Baltazar Lopes da Silva «um cabo-verdiano genial».

«Por razões de natureza política, o Estado Novo em Portugal desaproveitou as suas qualidades, o mesmo acontecendo no pós-independência de Cabo Verde com o PAIGC, em resultado das dinâmicas internas dos partidos únicos nos sistemas totalitários», disse a’O CLARIM o historiador natural de Cabo Verde e antigo presidente do Instituto Cultural de Macau.

Outra efeméride a assinalar pelos cabo-verdianos residentes no território é o centenário do primeiro Liceu Nacional em Cabo Verde, na cidade do Mindelo, inaugurado a 19 de Novembro de 1917, que recebeu o nome do Infante D. Henrique.

«Foi o culminar de um árduo combate travado, desde 1912, por um cabo-verdiano de excepção, que representava Cabo Verde no Senado da I República Portuguesa: o senador Augusto da Vera Cruz, que cedeu o seu próprio palacete, onde residia, para acolher o novo liceu. O seu nome foi dado à rua onde eu nasci», referiu Jorge Morbey.

Baltazar Lopes da Silva foi aluno do referido liceu.

P.D.O.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *