Papa visitou Sinagoga de Roma

Francisco condenou todas as formas de anti-semitismo

Papa visitou Sinagoga de Roma

O Papa Francisco visitou a Sinagoga maior de Roma, repetindo um gesto cumprido por João Paulo II e Bento XVI, onde condenou todas as formas de anti-semitismo e afirmou que judeus e cristãos são «irmãos».

«Não a qualquer forma de anti-semitismo», afirmou o Santo Padre, recordando o ensinamento consagrado na Igreja Católica pelo Concílio Vaticano II (1962-1965), noticia a Agência Ecclesia.

A visita começou simbolicamente junto da lápide que evoca a deportação dos judeus de Roma, em 1943, durante a II Guerra Mundial, local em que Francisco quis depor uma coroa de flores.

«Desejo que cresçam cada vez mais a proximidade, o conhecimento recíproco e a estima entre as nossas duas comunidades de fé», disse o Papa, num discurso interrompido em diversas ocasiões pelos aplausos dos presentes.

O pontífice argentino apelou a uma «lógica da paz» e da vida para superar as «profundas feridas» que afectam a humanidade, em particular no Médio Oriente.

«A violência do homem sobre o homem está em contradição com qualquer religião digna deste nome, em particular com as três grandes religiões monoteístas», advertiu.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *