Colégio de Santa Rosa de Lima acolhe encontro ecuménico

Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos decorre até sexta-feira

Colégio de Santa Rosa de Lima acolhe encontro ecuménico.

As instalações da Secção Chinesa do Colégio de Santa Rosa de Lima, na rua de Santa Clara, junto ao Jardim de São Francisco, acolhem ao início da noite de amanhã o ponto alto das celebrações da edição de 2019 da Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos.

O estabelecimento de ensino é palco de um encontro de oração organizado pela diocese de Macau, em parceria com várias igrejas cristãs e evangélicas do território, numa iniciativa de natureza ecuménica que tem vindo a conhecer um grande sucesso ao longo dos últimos anos. «A Diocese está a organizar-se para rezar pela intenção específica da unidade dos cristãos em todas as missas que se realizam esta semana, mas o grande momento de unidade e de encontro entre as Igrejas acontecerá no dia 19, sábado, no Colégio de Santa Rosa Lima», disse a’O CLARIMo padre Daniel Ribeiro. «Em Macau e na Ásia o diálogo acontece de uma forma muito tranquila e muito positiva. Em Macau este encontro de oração já acontece há vários anos, atrai várias Igrejas, pastores e sacerdotes. A resposta é muito boa. Porém, na prática, depois desta semana de unidade entre os cristãos, o diálogo entre as Igrejas é muito pequeno», lamentou o vigário-paroquial da Sé Catedral.

A edição de 2019 da Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos, que arranca hoje e se prolonga até à próxima sexta-feira, tem este ano por mote um versículo retirado do livro do Deuteronómio (16:18-20): “Procurarás a justiça, nada além da justiça”.

A iniciativa foi criada em 1908 por São Pio X com o objectivo de fomentar o diálogo ecuménico e de reforçar a ideia de que muito mais é o que nos une, do que aquilo que nos separa. «Aquilo que nós temos em comum é muito maior e muito mais importante do que aquilo que nós temos de diferente ou de incomum. A tendência muitas vezes, quando existe uma separação, é a da exaltar apenas aquilo que há de incomum e há muitas coisas que são diferentes – o primado de Pedro, a virgindade de Nossa Senhora – mas a Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos tem precisamente o objectivo de enfatizar, de colocar os olhos naquilo que temos em comum», explicou o padre Daniel Ribeiro.

O propósito da Igreja Católica ao promover o diálogo e a aproximação às outras igrejas de matriz cristã é, de resto, o de procurar realizar o último pedido de Jesus antes da crucificação, uma indicação que a Igreja Católica considera um mandato missionário. «Este mandato missionário é uma oração que está no capítulo 17 do Evangelho de São João e é a ultima oração de Jesus antes da sua morte: “Para que todos sejam um, como tu, ó Pai, o és em mim, eu em ti”», recordou o sacerdote, que lamentou o facto «deste desejo de Jesus sempre se ter revelado inconcretizável».

Celebrada em Portugal, em Macau e nas dioceses do Hemisfério Norte na semana que antecede o dia que a Igreja consagra à conversão de São Paulo (25 de Janeiro), no Hemisfério Sul a Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos é assinalada na semana que antecede o Pentecostes, festa que é este ano celebrada pela Igreja Católica a 9 de Junho.

Marco Carvalho

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *