Oportunidade única e inédita para a paz mundial

João Gomes, funcionário da Google Singapura, fala da Cimeira entre Donald Trump e Kim Jong-Un

Oportunidade única e inédita para a paz mundial

O português João Gomes, a trabalhar na Google Singapura, disse a’O CLARIM que a cimeira entre Donald Trump e Kim Jong-un, realizada na passada terça-feira na cidade-Estado, constituiu não só um marco histórico, como uma oportunidade única e inédita para a estabilidade e paz mundial.

«Penso que, na perspectiva do futuro e paz mundial, todo o globo estava ansioso por este encontro. Ambos os Presidentes tinham trocado palavras não amigáveis ao longo do último ano, e como tal o clima era de preocupação acima de tudo», referiu via e-mail, acrescentando que «tinha algum receio que um desentendimento entre os dois pudesse causar grande impacto na região e na política internacional».

Reconhecendo que o encontro «era uma oportunidade única e inédita» para o virar de página nas relações entre os Estados Unidos e a Coreia do Norte, frisou a propósito que a cimeira não defraudou as expectativas mais optimistas.

«Ambos os Presidentes trocaram palavras de respeito e assinaram um acordo. Na minha perspectiva, foi um desfecho muito positivo para a cimeira. No entanto, ainda há muito trabalho pela frente. Os ideais parecem estar alinhados, mas agora é preciso passar à execução. Espero que tudo flua em torno da paz e do entendimento para que a Península da Coreia possa finalmente viver em tranquilidade», sustentou.

Para João Gomes, «Singapura é dos países, se não o país mais seguro do mundo», dado que «qualquer residente anda sem medo na rua e não sente medo de maneira nenhuma, seja mulher ou homem». Nesse sentido, «embora toda a gente esteja ciente deste facto, o encontro destes dois políticos foi como um teste de “stress” à cidade, à sua organização e à segurança».

Antes da visita dos dois chefes de Estado «houve imensa comunicação» disponível para «os residentes sobre as zonas que iriam ser bloqueadas», descreveu o funcionário da Google Singapura, para quem «a informação fluiu com grande transparência». Durante a cimeira, «a polícia actuou de maneira extremamente eficiente, demonstrando um completo controlo da situação», apontou o português, referindo que «o pós-visita também foi um sucesso do ponto de vista de organização, correndo tudo sem qualquer problema».

«Embora tenha corrido tudo bem, penso que a população sente um certo alívio por poder voltar à vida normal sem nenhuma situação que requeira atenção adicional», assinalou João Gomes, que fez questão de vincar: «é preciso notar que tudo o que disse é apenas a minha opinião e nada está relacionado com o local onde trabalho».

PEDRO DANIEL OLIVEIRA

pedrodanielhk@hotmail.com

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *