A Chamada para a Grandiosidade (1)

A CHAMADA PARA A GRANDIOSIDADE (1)

Seja uma Senhora ou um Cavalheiro, então seja Santo

São João Maria Vianney (1786-1859) recebeu uma vez a visita de um nobre de Paris, que como tantos milhares de outras pessoas o procuravam para se confessarem. Depois de terminar, o nobre aproximou-se do padre assistente da paróquia e perguntou-lhe: «Diga-me, de que família nobre provém o padre Vianney?».

O padre respondeu: «Ele descende de uma simples família de camponeses».

«Oh, mas ele tratou-me com tamanho refinamento rebuscado, que eu pensei que ele devia provir da nobreza!».

São Paulo diz-nos que a nossa vida de cristãos nos leva a alcançar «o homem adulto, à medida completa da plenitude de Cristo. Assim, deixaremos de ser crianças, batidos pelas ondas (Efésios 4:13-14)».

Somos chamados a sermos Santos, e a santidade requer que sejamos totalmente humanos, tal como Jesus o foi: “Perfeito Deus e Perfeito Homem” (Símbolo Atanasiano).

E o que significa ser Totalmente Humano? Significa desenvolver aquelas qualidades que apreciamos nos outros seres humanos, nossos companheiros. Chamamos a isso virtudes humanas. São Tomás de Aquino definia virtude como “um hábito de conduta, é um bom hábito que produz boas obras” (Summa Theologiæ I-II q55 a3).

Perguntemos a nós próprios: que qualidades é que gostaríamos de encontrar nas pessoas que vivem ou trabalham connosco? Eu gostaria que elas fossem honestas ou desonestas, ordenadas ou desordenadas, boas pessoas ou mesquinhas, leais ou sem carácter, gentis ou irritadiças?

As boas qualidades que esperamos encontrar nos outros (e que nós precisamos de desenvolver em nós próprios) são aquilo a que chamamos de Virtudes Humanas.

São Josemaría Escrivá uma vez escreveu algo que me impressionou muito: “Lembrem-se que as vossas virtudes podem ser as de um Santo, e ainda assim de nada valerem, se não forem complementadas pelas virtudes ordinárias de um cristão. Seria como engalanarem-se com jóias magníficas sobre apenas a vossa roupa interior” (Caminho, ponto n. 409).

São Lucas diz-nos que Jesus «crescia e robustecia-se, enchendo-se de sabedoria (2:40)», «crescia em sabedoria, em estatura e em graça, diante de Deus e dos homens (2:52)» – O Seu intelecto e a Sua vontade humana foram formados e moldados com a orientação de Nossa Senhora e São José. Eles educaram Jesus, o Filho de Deus, nas virtudes humanas. Eles educaram-no como um cavalheiro.

Jesus chama-nos a todos para o seguirmos «até que cheguemos todos… ao homem adulto, à medida completa da plenitude de Cristo (Efésios 4:13-14)». Ele diz-nos “Seja uma Senhora, ou um Cavalheiro, então sejam Santas(os)”.

Pe. José Mario Mandía

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *