Cónego Luís Xavier faleceu aos 66 anos

CÓNEGO LUÍS XAVIER FALECEU AOS 66 ANOS

Nas mãos de Deus.

«Era uma boa pessoa, estava sempre interessado nos assuntos da Diocese e da comunidade portuguesa. Além de estar disponível para ajudar os mais necessitados, desenvolveu um grande trabalho no campo pastoral e, especialmente, na formação catequética das crianças», foi assim que o padre João Lau lembrou o cónego Luís Xavier, falecido na passada terça-feira, vítima de doença prolongada, aos 66 anos de idade.

«Não disse praticamente nada, mas deu-me a impressão que não queria partir tão cedo, porque tinha ainda muito trabalho pela frente na igreja de São Lázaro, onde era pároco», acrescentou a’O CLARIM o pároco da igreja da Sé Catedral, que nos últimos tempos de vida do cónego Luís Xavier foi visitá-lo com regularidade ao Hospital Kiang Wu.

As cerimónias fúnebres realizam-se amanhã, pelas 10 horas, na Sé Catedral, com celebração da missa exequial pelas 11 horas, após a qual o cortejo fúnebre seguirá rumo ao cemitério de São Miguel Arcanjo.

O cónego Luís Xavier nasceu em Macau a 12 de Outubro de 1949. Concluiu o curso preparatório no Seminário de São José, o estudo filosófico no Seminário do Espírito Santo de Hong Kong e o curso teológico no Seminário de Leiria. Foi ordenado sacerdote a 23 de Dezembro de 1973, em Portugal.

Voltou para Macau em 1975 e foi nomeado professor de Religião e Moral no Liceu Nacional Infante D. Henrique. Em Junho de 1976 foi nomeado pároco da Sé Catedral. Em Março de 1979 foi nomeado cónego e, em Maio do mesmo ano, começou a exercer funções de director espiritual do Curso de Cristandade. Em Janeiro de 1980 foi nomeado director diocesano da catequese portuguesa e, em Outubro do mesmo ano, professor de Religião e Moral da Escola Comercial Pedro Nolasco.

O cónego Xavier exerceu ainda funções de membro do Conselho Financeiro da Diocese, de reitor do Seminário de São José, de administrador da Universidade de São José, de representante do bispo de Macau junto do Conselho Pastoral da comunidade portuguesa, de pároco de Nossa Senhora do Carmo (ilha da Taipa), de membro do Colégio dos Consultores do Bispo e de pároco de São Lázaro. Em 2012 foi condecorado pelo Governo da RAEM com a medalha de mérito altruístico.

Para quem ainda tem o seu contacto no “WhatsApp” pode ler a mensagem que intitula o perfil do sacerdote: “Deus está no silêncio da brisa”. E nós acrescentamos: que o Senhor lhe conceda o descanso eterno!

P.D.O. com A.S.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *