Category Archives: Eclesial

Família e Fé

Não acertar no alvo

Não acertar no alvo

Deus criou o homem para que ele seja feliz. Feliz aqui na Terra e feliz depois na Vida eterna.

No entanto, como alguém disse, «parece que a maioria dos homens que passam por este mundo nasce, cresce, casa-se, tem filhos, envelhece e morre sem nunca encontrar a verdadeira felicidade».

Acompanhado a tragédia em Kerala, na Índia

BM/142/2018

   Circular   

“Estou próximo à Igreja em Kerala, que se encontra na linha de frente para levar socorro à população. Rezemos juntos por todos aqueles que perderam a vida e por todas as pessoas provadas por esta grande calamidade.” (Pope Francis, Angelus, 19 August 2018)
Nestes dias temos acompanhado a tragédia em Kerala, na Índia, causada por uma chuva calamitosa que feriu ou matou muitas pessoas. Em solidariedade e compaixão cristã para com todos aqueles que foram afectados por esta catástrofe, o Sr. Bispo de Macau decidiu o seguinte:
No dia 26 de Agosto (Domingo) em todas as missas seja feita uma segunda colecta como sinal de apoio a todos aqueles afectados pelas inundações. A doação será enviada, pela Procuradoria do Paço Episcopal, para a área afectada.
O Bispo da Diocese de Macau
Dom Stephen Lee Bun Sang
22 Agosto 2018

Cúria Diocesana

CN/7/016/2018

Cúria Diocesana

Como resposta às necessidades Pastorais Diocesanas, D. Stephen Lee Bung Sang, Bispo de Macau, torna público o seguinte:

1. Pe. Francisco Xavier Chan Pou Chun cessa o serviço de Vigário Paroquial
de Santo António.

2. Pe. Tadeu Tang Si Yan cessa o serviço de Vigário Paroquial de Nossa
Senhora de Fátima.

3. Pe. Kornelius Supranoto Bardata, SVD, cessa o serviço de Vigário
Paroquial de Nossa Senhora de Fátima, e é nomeado Vigário Paroquial de
São Lourenço.

Estas disposições entram em vigor a partir do dia 1 de Setembro de 2018.

Macau, 20 de Agosto de 2018

Pe. Manuel Machado, MCCJ
Chanceler

Extinção das Ordens Religiosas levou à calamidade no Ensino em Portugal

Pombal e aquele Verão de 1759

Pombal e aquele Verão de 1759

Férias! Rolo pela estrada a caminho de uma actividade com estudantes universitários. Que gosto, encontrar aquela juventude entusiástica! Sonho também com algumas excursões através do campo, atravessando rios e montes. A tabuleta da estrada que anuncia “Pombal” distrai-me. Evoco mentalmente aquele homem estranho, diferente de tudo o que alguma vez tivemos em Portugal. Como foi possível?

Começou como um fidalgo sem ocupação, até saltar para a embaixada de Londres aos quarenta anos, ser chamado para Secretário de Estado dos Negócios da Guerra e Estrangeiros aos 51 e começar, pouco depois, um mandato ininterrupto de Primeiro-Ministro, que durou 27 anos.

Filosofia, uma dentada de cada vez (77)

As religiões causam guerras?

As religiões causam guerras?

Tenho um amigo que diariamente lê a Bíblia, mas que diz que não está interessado em juntar-se a nenhuma religião. Disse-me: «As religiões causam guerras».

O autor americano Sam Harris, no seu livro “The End of Faith” (O Fim da Fé ou A Finalidade da Fé?), afirma que a religião organizada é “a mais prolífica fonte de violência na nossa História”.

O Papa reza por elas na Intenção de Oração para o mês de Agosto

Políticas familiares adequadas

Políticas familiares adequadas

«As grandes escolhas económicas e políticas protejam as famílias como um tesouro da humanidade». É um verdadeiro apelo a uma «adequada política familiar» a intenção de oração do Papa Francisco contida na mensagem vídeo para o mês de Agosto, confiada à rede mundial de oração (www.thepopevideo.org).

«Falando das famílias – confidencia o Pontífice – muitas vezes vem à mente a imagem de um tesouro». Mas – reconhece – o «ritmo da vida actual, o stress, a pressão do trabalho e até a pouca atenção por parte das instituições podem pô-las em perigo».

Turismo

Vaticano alerta para efeitos negativos

Vaticano alerta para efeitos negativos

O Vaticano alertou para os “efeitos negativos” de um excesso de procura turística nos locais de destino, apelando à “sustentabilidade” do sector.

“Não se deve subestimar a sustentabilidade turística, já que nalguns destinos turísticos de maior renome e mais procurados se sentem os efeitos negativos de um fenómeno que se opõe a um turismo saudável e justo – o chamado ‘sobreturismo’”, refere o cardeal D. Peter Turkson, prefeito do Dicastério para o Desenvolvimento Humano Integral, na mensagem para o próximo Dia Mundial do Turismo (27 de Setembro).

Cismas, Reformas e Divisões na Igreja – LXXVIII

O Anticlericalismo – I

O Anticlericalismo – I

Tantas vezes aqui se tem aludido a esta expressão. Sempre associada aos movimentos que se posicionaram contra a Igreja, ou contra os seus membros. Como, aliás, o tema sugere em parte. Mas será importante procurarmos esclarecer o que é afinal o anticlericalismo e como se manifestou na história recente da Igreja. Em termos gerais, podemos considerá-lo uma hostilidade contra o clero e as instituições eclesiais da parte de indivíduos, grupos ou mesmo de Estados. Nas épocas em que a Igreja assumiu posições de destaque nos campos político, social, económico e cultural, as tensões anticlericais sentiram-se mais. Como também nos tempos em que caiu em tentações de autoritarismo clerical (clericalismo) ou na exagerada ingerência na política e governação.

Pio XII (D. Eugenio Pacelli)

PIO XII

O Papa que não conseguiram silenciar.

Em Maio de 1917, em plena Primeira Grande Guerra Mundial, Eugenio Pacelli foi nomeado núncio na Baviera, onde trabalhou em prol da paz e no auxílio às vítimas da guerra, tendo sido o único diplomata a permanecer em Munique durante o caos que se seguiu à queda da Monarquia e consequente proclamação da República Bávara.

Três anos mais tarde, ocupou a Nunciatura de Berlim, na República de Weimar, cargo que manteve até 1929. Depois de ser investido cardeal, foi designado Secretário de Estado da Santa Sé.

Filosofia, uma dentada de cada vez (76)

É o Homem naturalmente religioso?

É o Homem naturalmente religioso?

A natureza do Homem faz dele um ser racional e social. Ora, isto também faz dele um ser religioso?

Se formos pelo mundo fora e explorarmos os seus recantos mais remotos, provavelmente descobriremos que cada cultura tem uma forma de crença religiosa. O fenómeno religioso encontra-se onde quer que haja seres humanos. E isto é um facto que também é estudado pela filosofia. De facto, o Homem é o único ser capaz de ser religioso; é o único ser no mundo que anseia por algo maior e que acredita em alguma divindade.

Cismas, Reformas e Divisões na Igreja – LXXVII

O Modernismo

O Modernismo

Estamos na segunda metade do século XIX. A Igreja vivia tempos difíceis como a sociedade vivia também. O passado colidia em tudo com o presente, ou vice-versa. O futuro nascia todos dias num berço agitado e em diatribe. A tradição lutava por sobreviver. O progresso lutava com a tradição para se impor. Parecia que o mundo não se entendia no seu devir. Nas relações humanas assim parecia. A política queria dominar a fé. A Igreja lutava e parecia querer perpetuar o velho status quo do Antigo Regime. E ao mesmo tempo abria-se ao mundo, empenhava-se em causas e lutava pela dignidade humana esquecida na marcha do progresso material. Já aqui vimos, o Kulturkampf trouxe ainda mais dissidências, no último quartel do século XIX, a partir da Alemanha unificada.

Edição renovada da Bíblia de Navarra em Português

EDIÇÃO RENOVADA DA BÍBLIA DE NAVARRA EM PORTUGUÊS

Para o leitor comum

Já saiu o primeiro volume da nova Bíblia de Navarra em Português, com quatro grandes novidades:

1– A tradução portuguesa do texto bíblico é a da Difusora Bíblica.

2– O conjunto das notas é praticamente novo. Mais substancial e melhorado, tem uma estrutura interna mais organizada e muitos textos novos. A compreensão da narrativa dentro das sequências de eventos é agora mais intuitiva.

Iniciativa partiu do Conselho Pontifício da Cultura

Vaticano na Bienal de Arquitectura de Veneza

Vaticano leva relação entre arquitectura e espiritualidade à Bienal de Veneza

A relação entre arquitectura e espiritualidade vai estar em destaque no dia 21 de Setembro, numa iniciativa inserida na primeira participação do Vaticano na Bienal de Arquitectura de Veneza.

De acordo com a página online do Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura (Portugal), trata-se do projecto “Geometrias do Espírito: Uma viagem entre arquitectura, cultura e música”, e vai ser apresentado em conferência de Imprensa no dia 13 de Setembro.

Nossa Senhora Desatadora dos Nós (15 de Agosto)

Nossa Senhora Desatadora dos Nós

A grande devoção do Papa Francisco

A devoção a “Nossa Senhora Desatadora dos Nós” surgiu no século XVII, na cidade de Ausburgo, na Alemanha, mas a sua ampla difusão, sobretudo na América Latina, ficou a dever-se ao então padre Jorge Mario Bergoglio, hoje Papa Francisco, o qual tomara contacto com esta devoção durante o tempo de estudos de especialização em Teologia, naquela cidade.

“Humanae Vitae” foi publicada há 50 anos

A encíclica escandalosa

A encíclica escandalosa.

A Igreja comemorou nestes dias os cinquenta anos da encíclica “Humanae Vitae”, publicada a 25 de Julho de 1968 pelo Papa Paulo VI. O desastre que se seguiu estava anunciado, ninguém tinha ilusões, muito menos o Papa Paulo VI.

Paulo VI publicara encíclicas ao ritmo de mais de uma por ano, desde o início do pontificado: “Ecclesiam Suam” (1964), “Mense Maio” e “Mysterium Fidei” (1965), “Christi Matri Rosarii” (1966), “Populorum Progressio” e “Sacerdotalis Caelibatus” (1967), até à “Humanae Vitae” (25 de Julho de 1968). A partir desse momento, a contestação e a crise foram de tal ordem, que Paulo VI não voltou a publicar nenhuma outra encíclica até ao fim do pontificado, dez anos depois.