Category Archives: Centrais

Caminho para a Páscoa

O Lava-pés, manifestação de humildade

O Lava-pés, manifestação de humildade.

DECRETO

IN MISSA IN CENA DOMINI

A reforma da Semana Santa, realizada através do decreto “Maxima Redemptionis nostrae mysterio” (30 de Novembro de 1955), determinou que por motivos pastorais se fizesse o Lava-pés a doze homens durante a Missa da Ceia do Senhor, depois da leitura do Evangelho segundo São João, manifestando a humildade e o amor de Cristo para com os seus discípulos.

Nova estratégia terá de contemplar a Rússia e a China

A Europa entregue a si mesma

A Europa entregue a si mesma

Durante 70 anos, a Europa pôde contar com os Estados Unidos para a manter segura e para resolver muitos outros problemas que não queria ou não conseguia resolver. Esses dias parecem ter terminado com a chegada de Donald Trump. A nova realidade foi anunciada de forma clara pela Chanceler da Alemanha, Angela Merkel: «A Europa tem de tomar conta do seu próprio destino».

O Presidente dos Estados Unidos anuncia-a em público e de forma desabrida, mas a mudança começou bem antes de Donald Trump entrar na Casa Branca: os Estados Unidos já não querem, já não podem e já não conseguem dar a mesma prioridade à Europa que deram desde que entraram na II Guerra Mundial, em 1941.

Opinião

Uma nova escalada

Uma nova escalada

Na viagem apostólica ao Chile e Peru, o Papa Francisco afirmou que «basta um incidente qualquer para activar o gatilho da guerra», confirmando ter receio de um conflito nuclear mundial.

Não é para menos. O SIPRI, Instituto Internacional de Investigação para a Paz que observa o comércio mundial de armas, afirma, num relatório publicado em 2017, que desde 2012 existiu um aumento de mais de oito por cento na despesa com o armamento a nível mundial.

João de Loureiro, Botânico e Missionário

Habitantes de um aldeia junto ao Mekong, Laos Joaquim Magalhães de Castro/LUMEWORLD

O universo da Flora Cochinchinense

Nascido em Lisboa em 1710, João de Loureiro estudou no Colégio de Santo Antão e entrou na Sociedade de Jesus em 1732. Frutuosas estadas em Goa e depois Macau, onde viveu quatro anos, dar-lhe-iam a bagagem necessária para voos mais arrojados. Parte em 1742 para a Cochinchina (região que abrange o actual sul do Vietname e uma significativa parte oriental do Camboja), onde residiria nos trinta e seis anos seguintes e onde consegue o feito de aceder à corte do rei, apesar de este ser hostil a europeus, em geral, e à evangelização, em particular. Fê-lo na condição de matemático e naturalista e, para conseguir autorização de residência, “fingiu” ser médico.

Ao Fórum de Davos o apelo do Papa a não ficar em silêncio face aos sofrimentos de milhões de seres humanos

Papa contra o silêncio do sofrimento

O homem e os seus direitos no centro dos modelos económicos

Os modelos económicos “devem respeitar uma ética de desenvolvimento integral e sustentável, baseada em valores que ponham no centro a pessoa humana e os seus direitos”, escreveu o Papa numa mensagem aos participantes no Fórum Económico Mundial, que se realizou entre 23 e 26 de Janeiro, em Davos, na Suíça. A mensagem, que publicamos a seguir, foi lida pelo cardeal D. Peter Kodwo Appiah Turkson, presidente do dicastério para o serviço do desenvolvimento humano integral, durante a cerimónia de boas-vindas na tarde do dia 22.

Apontamento

A nossa Amazónia

A nossa Amazónia

No programa da viagem papal ao Peru tinha surpreendido imediatamente que o primeiro encontro fosse com os povos da Amazónia e não com as autoridades, como normalmente acontece, e o próprio Pontífice o frisou em Puerto Maldonado. E na porta peruana desta região, que é definida pulmão do planeta, devido à imensidão e à variedade dos seus recursos naturais, precisamente a Amazónia, que Bergoglio definiu «nossa», foi de facto o grande tema tratado pelo Pontífice quando chegou ao País.

Madagáscar: uma sugestão de viagem

A Grande Ilha do Trópico de Capricórnio

A Grande Ilha do Trópico de Capricórnio

Estive trinta dias em Madagáscar e não avistei um único lêmure. Tão pouco enchi o olho com o emblemático embondeiro. Um e outro, espécies indígenas. E, não obstante, é como se tivesse visto tudo sem ter visto quase nada, tal a intensidade do viver nestas paragens onde o tempo, dir-se-ia, congelou. Já vos explico: uma estada de um mês chega para muito pouco. A não ser que se opte pela via aérea, uma constante entre os turistas ocidentais (orientais? nem vê-los!), pois as estradas são bastante básicas. Para terem uma ideia: a número 7, suprassumo rodoviário malgaxe, equivale a uma estrada terciária de qualquer país europeu.

Estados Unidos, Europa e Ásia redefinem estratégias

A nova desordem mundial

A nova desordem mundial

O equilíbrio de forças mundial está em reconfiguração. Com os Estados Unidos constrangidos pela ameaça norte-coreana e pela impreparação do seu Presidente, abriu-se espaço para outros protagonistas reforçarem a sua autonomia e lançarem estratégias mais ambiciosas. O tempo é de oportunidades para os ousados – mas também de riscos acrescidos para o Mundo.

Viver num mundo bipolar, ou mesmo unipolar, tem as suas vantagens. A clareza é uma delas.

Coreia do Norte envia Delegação ao Sul

COREIA DO NORTE ENVIA DELEGAÇÃO AO SUL

Depois dos Olímpicos, os Paraolímpicos

A Coreia do Sul anunciou, na passada quarta-feira, que o Norte vai mandar uma delegação aos Jogos Paraolímpicos de PyeongChang, em Março, indicou o Ministério da Unificação sul-coreano.

De acordo com um comunicado sul-coreano, a informação foi transmitida durante as conversações entre as duas delegações, reunidas na zona sul da fronteira militarizada que separa os dois países.

Um Delta e Muitas Religiões – 1

My Tho, celeiro do Vietname

My Tho, celeiro do Vietname

Fundada em 1680 por chineses escapulidos de Taiwan – numa altura em que todo Império do Meio estava sob o domínio dos manchus da dinastia Qing – My Tho, em pleno delta do Mekong, no Sul do Vietname, é uma pequena cidade com um desses encantos cada vez mais raros. Basta‐me parar uns cinco minutos no jardim junto à estátua de Nguyen Huan, herói do movimento anticolonialista, para ouvir a inevitável pergunta: “Importa‐se que pratique Inglês consigo?”.

Coreia do Norte

COREIA DO NORTE

O Perigo Maior.

A 14 de Maio de 2017, a Coreia do Norte testou com sucesso aparente um míssil balístico de alcance intermédio. Quer isto dizer que, se o míssil funcionar em pleno, poderá atingir territórios norte-americanos no Pacífico. E isto significa que podemos estar à beira de um ataque militar dos Estados Unidos contra a Coreia do Norte.

Às vezes os pequenos detalhes podem mudar a História.

O Nosso Tempo

Paz, refugiados e segurança global

Paz, refugiados e segurança global.

O Papa Francisco dedicou a homilia da noite de Natal, e a mensagem do Dia Mundial da Paz para 2018, ao tema candente dos refugiados e ao imperativo que constituiu para os cristãos o seu acolhimento.

Ao ler a mensagem do Santo Padre, tive a crescente noção de que o texto constitui um desafio salutar para as pessoas de coração aberto e generoso – mas um imenso “perigo”, uma tese de confronto, relativamente a todas outras.

Natal na Rota da Seda

Um gole de Porto no oásis

Um gole de Porto no oásis

Kashgar, cidade em fervilhante actividade há mais de dois mil anos, voltou a abrir as portas para o mundo há apenas três décadas e meia. À semelhança das congéneres Samarcanda e Bucara, imortalizou o seu nome forjando-o à Rota da Seda que, durante séculos, ligou comercialmente a China, a Índia e o Mediterrâneo. Toda a Kashgaria – o nome histórico da região situada a oeste da bacia de Tarim – fora também um importante ponto de passagem para sucessivos exércitos invasores. Depressão com o impressionante comprimento de mil e 500 quilómetros, o Tarim abrange a maior parte do extremo oeste da China, e consiste quase inteiramente num deserto hostil, pontilhado com oásis, conhecido como Taklamakan, “o deserto do não retorno”.

Nova Ordem Mundial

A Jogada Chinesa

A Jogada Chinesa.

Apesar de ser um Estado comunista, a China tem-se assumido nos últimos meses como uma grande defensora da ordem capitalista, liberal e globalizada implantada pelo Ocidente nas últimas décadas. Este aparente paradoxo resulta de outro: os Estados Unidos, que têm sido o país mais empenhado na criação e manutenção dessa ordem, parecem querer acabar com ela. Ou, pelo menos, afigura-se ser essa a vontade do seu Presidente.

No início de 2017, a pequena cidade suíça de Davos foi palco de um acontecimento inédito que parece indicar uma viragem estratégica na política e na economia mundiais.

A Liberdade – Uma paixão muito humana

A Liberdade – Uma paixão muito humana

A aspiração à liberdade, tão querida ao homem contemporâneo, contém em si algo de muito nobre e justo, pois o ser humano foi criado para dominar sobre a criação e não para ser escravo.

Daí haver em nós uma necessidade irreprimível de absoluto e de infinito que nos impele a fugir do sombrio, do fechado e confinado que nos limita, procurando uma maior largueza de movimentos, cada vez mais amplos e ilimitados.