Daily Archives: October 12, 2018

Dia Mundial das Missões 2018

Cúria Diocesana

Domingo, 21 de Outubro, celebra-se o Dia Mundial das Missões.

  1. Na sua mensagem para este dia, o Papa Francisco convida toda a Igreja a reflectir sobre a missão que Jesus nos confiou. O tema para este ano é «Juntamente com os Jovens, levemos o Evangelho a todos». O texto completo pode ser encontrado em:

http://w2.vatican.va/content/francesco/en/messages/missions.index.html

  1. A Missa «Para a Evangelização dos Povos» pode ser usada com as orações próprias. As leituras são do XXIX Domingo do Tempo Comum.
  2. A colecta de todas as Missas é para a Propaganda Fide e será enviada para a Santa Sé como a nossa contribuição para as actividades missionárias da Igreja Universal.
  3. No Sábado, dia 20 de Outubro, pelas 20:00 horas e na Igreja de S. José Operário (Iao Hon), terá lugar um encontro de Oração Missionária, pois «Eu sou uma missão nesta terra, e para isso estou neste mundo».

Macau, 10 de Outubro de 2018

Pe. Manuel Machado, MCCJ

Chanceler

Irmã Juliana Devoy, Directora do Centro Bom Pastor

Irmã Juliana Devoy

«Nos próximos meses vamos-nos focar na adopção».

Tornou-se, em Macau, o rosto da luta contra o tráfico humano e uma das vozes mais activas na defesa de uma lei que pudesse proteger verdadeiramente as vítimas de violência doméstica. Aos 81 anos, a irmã Juliana Devoy diz que o território lhe deu a oportunidade de ajudar os outros de uma forma que seria impensável em qualquer outro lugar do mundo, mas sustenta que ainda há muito a fazer para transformar Macau numa cidade mais justa. A luta por um processo de adopção mais humano é a próxima batalha da directora do Centro do Bom Pastor.

Já Agora!

Caminho sinuoso ou uma auto-estrada?

Caminho sinuoso ou uma auto-estrada?

Em Yongpyong – famosa estância de neve da Coreia do Sul – perguntei a um instrutor se não receava um ataque da Coreia do Norte, visto estarmos muito próximo da fronteira entre os dois países. Respondeu que nas montanhas em redor havia bases de lançamento de mísseis e que em qualquer altura seria activado o programa de evacuação, caso o então líder norte-coreano, Kim Jong-il, se lembrasse de atacar o lado de cá. E prosseguimos a conversa, dizendo ele que o conflito coreano interessava mais aos políticos do que propriamente ao povo. Este queria, acima de tudo, emprego e saúde física e financeira.

Não tanto pelo discurso em si, mas mais pela serenidade demostrada pelo meu interlocutor, rapidamente fiquei convencido que não era uma guerra que me estragaria as férias.

São Miguel Arcanjo e os Anjos Caídos

SÃO MIGUEL ARCANJO E OS ANJOS CAÍDOS

Papa apela ao combate espiritual.

O Papa Francisco alertou que «a barca da Igreja é atingida por ventos contrários e violentos», tendo lançado para este mês de Outubro – especialmente dedicado ao Rosário – um forte apelo à oração, nomeadamente contra Satanás, o inimigo número um da Igreja e de todos os cristãos. O apelo convida os fiéis, de todos os continentes, a rezarem o Santo Rosário todos os dias, pedindo à Virgem Maria e a São Miguel Arcanjo que protejam a Igreja do inimigo, nestes tempos difíceis. O Papa pede para se adicionar ao Terço a oração “Sob Vossa protecção”, à Santíssima Virgem Maria, e uma outra oração a São Miguel Arcanjo (composta pelo Papa Leão XIII). D. Stephen Lee, bispo de Macau, uniu-se ao Papa nesta senda. Para o efeito, fez publicar na edição d’O CLARIM da passada sexta-feira uma Cúria Diocesana respeitante ao tema. E o que sabemos nós sobre São Miguel Arcanjo e outras entidades angélicas?

Sínodo dos Bispos

SÍNODO DOS BISPOS

Às vezes, parece um salto sem paraquedas.

Começou no dia 3 o Sínodo dos Bispos, em Roma, dedicado à juventude e à vocação. Logo no início, o Papa pediu aos participantes que falassem com franqueza e se disponibilizassem para ouvir: «Somos chamados a colocar-nos à escuta daquilo que o Espírito nos sugere, segundo modalidades e direcções muitas vezes imprevisíveis».

Este assunto tem uma larga história na Igreja, porque muitas vezes a confiança em Deus parece mais temerária que saltar de um avião sem paraquedas. Perante uma opção razoável e um caminho inspirado pelo Espírito Santo, a tendência a agarrar-se aos paraquedas desta vida é quase irresistível.

Descobrimentos e os Manuais Escolares – 1

DESCOBRIMENTOS E OS MANUAIS ESCOLARES – 1

Desaconselho europeu.

Tudo indica que Portugal e a sua História, ímpar a nível mundial, provocam azia a muita gente. De acordo com um artigo publicado na revista Visão, o Conselho da Europa quer que os manuais escolares passem a incluir, sempre que sejam referidos os Descobrimentos, “a discriminação e a violência” que a eles estão subjacentes. Segundo os inquisidores de Bruxelas há que “repensar o ensino da história e, em particular, a história das ex-colónias”, alertando, com elevadas doses de condescendência, para o “contributo dos afrodescendentes, assim como dos ciganos, para a sociedade portuguesa”, devendo ser também este assunto, pela sua relevância, devidamente “tratado nos manuais escolares”.

Capa 15-10-18

Capa 15-10-18

Apoio às Vítimas de Sulawesi

APOIO ÀS VÍTIMAS DE SULAWESI

Cáritas Macau recolheu 700 mil patacas

A Cáritas Macau angariou 700 mil patacas para ajudar as vítimas dos desastres naturais que a 28 de Setembro abalaram a ilha indonésia de Sulawesi. O dinheiro foi na segunda-feira enviado para a Cáritas Internacional, que se vai encarregar posteriormente de fazer com que o montante chegue às populações afectadas, disse a’O CLARIM o secretário-geral da Cáritas Macau, Paul Pun.

Um sismo de magnitude 7,1 na escala de Richter, seguido de tsunami, devastou a região central de Sulawesi no final do mês passado.

Fórum de Reitores em Macau nos dias 26 e 27 de Outubro

USJ assinou a Magna Charta Universitatum

USJ assinou a Magna Charta Universitatum

A Universidade de São José tornou-se em meados do mês passado uma das mais recentes signatárias da Magna Charta Universitatum, um documento de referência onde estão definidos os valores, princípios e objectivos que deverão nortear o trabalho desenvolvido por universidades e instituições de ensino superior.

A 18 de Setembro último, o padre Peter Stilwell, reitor da Universidade de São José, foi um dos 73 responsáveis por outras tantas universidades e institutos superiores de 29 países e territórios que subscreveram o documento. A adesão da Universidade de São José à Magna Charta Universitatum materializou-se na cidade espanhola de Salamanca.

Vila do Conde

Rio Ave, Capela do Socorro e Nau Quinhentista

Rio Ave, Capela do Socorro e Nau Quinhentista

No fim-de-semana estaremos, pela terceira vez este ano, em Vila do Conde. Uma cidade, no Norte de Portugal, que muito nos atrai. Não só pela simpatia das pessoas, mas também pela beleza e localização privilegiada na foz do rio Ave.

Vila do Conde, além de outros atractivos, tem o rio e toda a sua vivência. Apesar de viverem nas costas da cidade do Porto, as gentes estão viradas para o rio Ave e isso sente-se no dia-a-dia. A dependência à apelidada Capital do Norte é quase inexistente.

O Nosso Tempo

Segundo ensaio sobre a cegueira

Segundo ensaio sobre a cegueira

O título desta crónica ocorreu-me quando, lembrando-me do livro de Saramago, me dei subitamente conta de que, vivendo embora no império mundial da hiper-informação, uma nova neblina, densa, quase opaca, desce sobre nós todos, privando-nos do conhecimento objectivo da realidade e conduzindo-nos assim, sem darmos por isso, a novas formas de cegueira. Cegueira cívica. Cegueira intelectual. Porque estamos indefesos no universo global das informações falsas, manipuladas ao sabor de interesses muitas vezes inconfessáveis. E indefesos perante o vasto domínio do ciberespaço, de que o cidadão comum não sabe rigorosamente nada. E não tem, nem nas democracias reputadas como as mais liberais, qualquer capacidade de supervisão e portanto de controlo.

Novo Livro do Papa dedicado à Oração da Avé Maria

«Ao Diabo agradam as elites»

«Ao Diabo agradam as elites»

O novo livro do Papa, “Avé Maria”, foi lançado na passada terça-feira, em Itália. Reproduz uma conversa sobre a “oração mais amada” mantida com o capelão da prisão de Pádua, padre Marco Pozza.

A publicação revela uma entrevista de Francisco para o programa “Avé Maria”, da Tv2000, canal televisivo católico, à imagem do que já tinha acontecido num ciclo de reflexões sobre a oração do Pai Nosso, em 2017.

Subjectivização do Mundo, do Homem e da Natureza

SUBJECTIVIZAÇÃO DO MUNDO, DO HOMEM E DA NATUREZA

Sexo, droga e rock and roll

O século XIX viu germinar no seu seio algumas ideologias políticas que marcaram a modernidade e haviam de desencadear uma profunda crise cultural, aliada ao espoletar do desenvolvimento e endeusamento do progresso da ciência, prometendo um futuro mais feliz, mais digno do homem que se concebia com autonomia, eficácia e liberdade suficiente para não depender dum Ser Criador, mas considerando-se um aperfeiçoamento evolutivo da sua condição de primata especial a caminho do super-homem.

Um facto, lamentável sem dúvida, é que o século XX mergulhou inicialmente numa guerra mundial tremenda, a primeira, aquela que havia de acabar com a paz no mundo.

Teologia, uma dentada de cada vez (3)

Preciso de Religião?

Preciso de Religião?

A apologética, como já vimos, esforça-se por utilizar o raciocínio (a razão), por forma a encontrar resposta para três questões principais:

1– Por que devo professar uma qualquer religião? (demonstração religiosa).

2– Por que devo ser cristão? (demonstração cristã).

3– Por que devo ser católico? (demonstração católica).

Bengala e o Reino do Dragão – 47

O insucesso da missão

O insucesso da missão

No mesmo ano em que era aberta a missão de Rutok, em 1627, Cacela e Cabral deixavam Cooch Behar, tendo chegado em pouco tempo a Paro, a capital do reino do Butão. Em Maio desse ano, viajava o padre João Godinho para Caxemira, e a 29 de Agosto era expedida de Agra uma carta colectiva – redigida por Andrade, Anjos e Oliveira – dando conta da perseguição do rei aos lamas e manifestando grande preocupação, pois estes, devido a essa atitude, previsivelmente se iriam tornar cada vez mais hostis. Andrade escreve ainda outra carta, na mesma altura em que Cacela enviava o seu relato directamente “do reino de Cambirasi”. Em Setembro chega António Pereira a Tsaparang e três meses volvidos é a vez de Anjos escrever uma carta antes da sua partida do Tibete para Goa, para aí se encontrar com o provincial dos jesuítas.