Monthly Archives: June 2018

Escola de São Paulo inaugurou exposição sobre o Político Italiano

Giorgio La Pira, o dominicano que sentou a China na ONU

Giorgio La Pira, o dominicano que sentou a China na ONU.

“Giorgio La Pira: Advocator for Peace Crusader for China” é o nome da mais recente exposição organizada pela Escola São Paulo, que foi inaugurada na passada segunda-feira, nas instalações do estabelecimento de ensino.

Jornalista, político e dominicano – note-se que a Escola São Paulo é dirigida pela Ordem Dominicana em Macau – Giorgio La Pira deu um importante contributo para o voto favorável da Itália à entrada da República Popular da China na Organização das Nações Unidas (ONU), em 1971.

Papa Francisco recebeu D. Stephen Lee na visita AD LIMINA APOSTOLORUM

PAPA FRANCISCO RECEBEU D. STEPHEN LEE

Vaticano atento à juventude e aos pobres de Macau.

O Papa Francisco manifestou grande interesse pela diocese de Macau, especialmente com a juventude, o Seminário, os pobres e a relação com a Igreja na China. Foi esta a ideia que o bispo D. Stephen Lee transmitiu a’O CLARIM, após a visita “ad limina apostolorum”, realizada à Santa Sé entre os dias 18 e 24 de Junho.

Ao longo da hora e meia que durou o encontro no passado sábado, «o Papa Francisco foi muito paciente e cordial em ouvir, e mostrou grande interesse pelos assuntos da Diocese», referiu o prelado, através de uma missiva enviada pelo Paço Episcopal, acrescentando que o encontro «foi frutífero», em resultado do «convívio de união com o Papa e com os membros da Cúria».

Filho de Emigrantes faz parte do Exército do Papa

Marco Tavares Marques

Um “português” na Guarda Suíça.

Sabia que também se fala Português na Guarda Suíça, a tropa de elite do Papa? Filho de portugueses emigrados na Suíça, mas com raízes profundas em Portugal, Marco Tavares Marques leva a cultura portuguesa ao Vaticano e explica como é que o espírito português o ajuda na tarefa diária de proteger o Papa.

É o primeiro “português” a fazer parte da Guarda Suíça. A suspeita, lançada à reportagem da Família Cristã por D. José Bettencourt, bispo português recém-nomeado pelo Papa como núncio apostólico para a Geórgia e a Arménia, e confirmada pelo capitão Duruz, da Guarda Suíça, quando nos cruzamos dentro do Vaticano.

Padre Leonard Dollentas explica a postura da Igreja Católica em relação a Rodrigo Duterte

Padre Leonard Dollentas

«Estamos feridos, ofendidos e tristes».

O estilo irreverente de Rodrigo Duterte, Presidente das Filipinas, causa invariavelmente grande controvérsia, tanto dentro como fora de portas.

O padre Leonard Dollentas, missionário filipino ao serviço da diocese de Macau, explicou a’O CLARIM a razão para a Igreja Católica evitar responder às polémicas que envolvem o Presidente Duterte, pois tudo gira à volta da politização.

O Nosso Tempo

Imigrantes e refugiados ou a parábola do (bom?) samaritano

Imigrantes e refugiados ou a parábola do (bom?) samaritano.

As linhas que se vão seguir não pretendem ser respostas definitivas ao complexíssimo problema dos refugiados na Europa. E nem sequer respostas são, antes o pôr em causa todas as peças do puzzle, para compreender melhor essa magna questão. Compreender, desde logo… eu!

O grande debate sobre a questão dos refugiados e dos imigrantes económicos, hoje, na Europa, se coloca os líderes políticos nacionais perante difíceis questões por resolver, suscita também, nos cristãos europeus, inevitáveis problemas de consciência.

Capa 29-06-18

Capa 29-06-18

 

 

Opinião

De Erdogan a Marcelo, no intervalo do futebol

De Erdogan a Marcelo, no intervalo do futebol

Erdogan, o Presidente da Turquia, foi reeleito, assumindo o poder executivo do País. O partido “Aliança do Povo”, que o apoia, ganhou a maioria no Parlamento. A partir de agora podem decidir sozinhos o orçamento, legislar como querem e até nomear todos os juízes. Está aberta a porta a mais uma futura ditadura tratada com pinças, não fora a Turquia um dos membros da NATO (mas que anda a comprar muito armamento à Rússia…).

Tratado com pinças está igualmente o novo Governo conservador da Itália, que juntamente com Malta recusa receber mais emigrantes oriundos do Norte de África, abandonando todos aqueles infelizes à deriva no Mediterrâneo e fugindo às decisões que, sobre essa matéria, foram aprovadas na União Europeia.

Escola Portuguesa de Macau abre no Verão

Campo de férias e Português a brincar

Campo de férias e Português a brincar

A Escola Portuguesa de Macau vai organizar o “Campo de Férias EPM”, que decorre entre 9 e 20 de Julho (exceptuando os dias 14 e 15), desde as 9 horas e 30 às 15 horas e 45.

As actividades, destinadas a crianças entre os cinco e os doze anos de idade, contemplam expressão físico-motora, expressão plástica, culinária, dança criativa, escolinha de futebol, escalada, passeios, jogos tradicionais, laboratório e música.

São Roque celebrado a 8 de Julho

SÃO ROQUE CELEBRADO A 8 DE JULHO

Mais vale prevenir…

A paróquia de São Lázaro vai celebrar a Festa de São Roque, no dia 8 de Julho, com missa solene às 9 horas e 30, seguindo-se a procissão em devoção do “Santo Padroeiro contra a Peste”.

O cortejo religioso vai percorrer algumas artérias do bairro de São Lázaro, tais como a Rua do Volong, Rua de São Miguel, Rua de São Roque e Rua Nova de São Lázaro.

Chiaretto Yan lança obra sobre a Igreja e os jovens na China

Season for Relationships

Época para as Relações

O livro “Season for Relationships” (Época para as Relações), do professor-visitante da Universidade de São José, Chiaretto Yan, vai estar disponível no território, a partir de Domingo, nas instalações da Claretian Publications Macau, embora ainda não esteja agendado o lançamento oficial.

A obra em Inglês faz o relato, em primeira mão, da relação entre a Igreja Católica e a juventude na China. «As tendências estão de facto a mudar na juventude em geral e também nos jovens católicos da China.

EXXONMOBIL, BP, SHELL, EQUINOR, ENI e PEMEX foram recebidas pelo Papa

As petrolíferas no Vaticano

As petrolíferas no Vaticano

Quando o Papa João Paulo II publicou a encíclica “Laborem exercens” (14 de Setembro de 1981) e depois a “Centesimus annus” (1 de Maio de 1991), várias multinacionais reconheceram que aqueles problemas mereciam ser vistos com atenção. A maioria dos dirigentes de topo daquelas empresas não eram católicos, mas reconheceram na Igreja uma autoridade única para falar em nome da dignidade humana. Por um lado, os argumentos pareciam razoáveis e intelectualmente estimulantes; por outro, quem cumprisse aquele ideal corria o risco de ir à falência. Assim, parecia-lhes arriscado que a Igreja pusesse o indivíduo e a sua família no centro, em vez de dar a primazia aos accionistas da empresa.

Filosofia, uma dentada de cada vez (70)

O que é a Cooperação com o Mal?

O que é a Cooperação com o Mal?

Já vimos como a vida pode ser complicada. Agora iremos ver uma das suas complicações.

Poderá ter acontecido que tenhamos feito uma acção boa, com boas intenções e boas circunstâncias. Mas teremos com esse acto facilitado o mal de outra acção?

Deixem-nos supor que um dia estamos em casa de um amigo, que o tempo está quente e decidimos abrir uma janela. Este facto, em si mesmo, é uma boa acção. Mas eventualmente saímos de casa, esquecemos a janela aberta e um ladrão entra e foge com muitos bens valiosos.

Fotolegenda

VILA REAL ACIDENTADA

VILA REAL ACIDENTADA

Quatro pilotos, em segundo plano, trocam impressões após o violento acidente que envolveu todos os carros na primeira corrida da etapa do WTCR em Vila Real, disputada no passado fim-de-semana em Portugal. Após a prova de Trás-os-Montes, Ivan Muller mantém-se na frente do campeonato (182 pontos). Gabriele Tarquini e Yann Ehrlacher (ambos com 160) ocupam as 2ª e 3ª posições.

Josemaría Escrivá, o caminho que não se esquece

Convite à Santidade, um desafio divino

Convite à Santidade, um desafio divino

O Papa Francisco na sua recente exortação apostólica sobre a chamada à santidade no mundo actual – GAUDETE ET EXSULTATE (ALEGRAI-VOS E EXULTAI) – recorda-nos que “Deus nos quer santos e espera que não nos resignemos com uma vida medíocre, superficial e indecisa” e impele-nos a “fazer ressoar mais uma vez a chamada à santidade, procurando encarná-la no contexto actual, com os seus riscos, desafios e oportunidades, porque o Senhor escolheu cada um de nós «para ser santo e irrepreensível na sua presença, no amor»”. (…)

“Gosto de ver a santidade no povo paciente de Deus: nos pais que criam os seus filhos com tanto amor, nos homens e mulheres que trabalham a fim de trazer o pão para casa, nos doentes, nas consagradas idosas que continuam a sorrir.

Évora (Portugal)

D. José Alves

D. José Alves despede-se com forte sentimento de gratidão

O Papa aceitou, na passada terça-feira, a renúncia do arcebispo de Évora, D. José Alves, de 77 anos, após este ter atingido a idade determinada pelo Direito Canónico para a resignação.

Em nota enviada à Agência ECCLESIA, o responsável refere que conclui esta missão com “um forte sentimento de gratidão para com Deus”.

“Agradeço, particularmente, os anos que estive à frente da querida Arquidiocese de Évora, que procurei servir com humildade, com dedicação, com fé e com amor, graças à preciosa colaboração dos presbíteros, diáconos, consagrados e de um sem número de fiéis, adultos e jovens, que generosamente colocaram as suas vidas ao serviço do Evangelho”, escreve.