Daily Archives: May 18, 2018

O CLARIM no 101º Aniversário das Aparições de Fátima

D. John Tong, Andrea Bocelli e um navegador solitário

D. John Tong, Andrea Bocelli e um navegador solitário.

No passado dia 13 de Maio fez um ano que o Papa Francisco visitou Portugal e esteve em Fátima como peregrino. Este ano, no início das celebrações dos 101 anos das Aparições, não poderiam deixar passar em claro esse acontecimento. Mas, como sempre, o programa foi mais, muito mais, do que a lembrança da passagem do Sumo Pontífice pelo altar do mundo.

Para além do ambiente festivo, o facto da data ter recaído num fim-de-semana ajudou a que a multidão fosse maior. Não há números oficiais e esses são sempre discutíveis.

Irmã Lishan Michael, uma Etíope em Macau

IRMÃ LISHAN MICHAEL

«Somos bastante diferentes porque não separamos os muçulmanos, ortodoxos e protestantes».

A irmã Lishan Michael está há dois anos em Macau. Ainda com as lembranças do seu país frescas na memória, fala do importante papel desempenhado pela Igreja Católica na Etiópia, no que respeita à ajuda aos mais desfavorecidos e ao trabalho em conjunto com o Governo etíope para o fortalecimento da paz. A religiosa das Franciscanas Missionárias de Nossa Senhora desmistifica a ideia do País ser totalmente pobre e enaltece as relações pacíficas entre católicos e muçulmanos, sem esquecer a ajuda prestada pelos portugueses na protecção do Cristianismo em Terras do Preste João, no século XVI. Quanto a Macau, fala da experiência de aprender a língua de Camões.

Centro Católico: planta foi aprovada

CENTRO CATÓLICO: PLANTA FOI APROVADA

Actual edifício vai ser demolido.

O Governo aprovou, no passado dia 9 de Maio, a planta de condições urbanísticas do Centro Católico da diocese de Macau. A demolição do actual edifício deverá acontecer em Julho de 2019.

«Após a aprovação da planta, o Gabinete para a Reconstrução do Centro Católico [GRCC] acredita que a aprovação vai facilitar a contratação do consultor responsável pelo desenho do edifício», disse a’O CLARIM a coordenadora-assistente do GRCC, Teresa Lo.

O valor da partilha

O que é feito com o dinheiro das Missas?

O que é feito com o dinheiro das Missas?

A celebração da Eucaristia tem ritos que constituem referências muito fortes para os cristãos e tem outros cujo significado, muitas vezes, é menos conhecido. Os dois momentos mais importantes da celebração são, certamente, o tempo da Palavra e o tempo da Consagração e Comunhão. E os outros momentos da celebração também merecem ser destacados, pois são essenciais no todo da liturgia: o rito penitencial, em que se pede perdão a Deus e à comunidade; a recolha dos bens no ofertório, que se destinam à partilha com os mais pobres; o abraço da paz, em que todos se sentem unidos fraternalmente, e o rito da despedida, com o compromisso de levar a paz de Cristo a toda a gente.

Da Gentrificação à OPA

DA GENTRIFICAÇÃO À OPA

O país que já não é meu.

Chegar a um país que já não é meu. Os anúncios nos aeroportos – primeiro em Baku; depois em Budapeste – ao Banco da China e ao renmimbi, pré-anunciando uma paridade ao dólar há muito desejada, serviriam de interlúdio ao “outdoor” à entrada do metro de Saldanha referente a uma exposição em grande dos guerreiros de terracota de Xian. Será que há melhor metáfora para definir quem é já um dos mais influentes novos senhorios deste rectângulo à beira-mar naufragado? Dou um doce a quem adivinhar… Pensando bem, não dou nada, até porque é demasiado fácil perceber quem ele é e também não é nada difícil deduzir que nenhum dos outros candidatos é português.

Capa 18-05-18

Capa 18-05-18

Procissão de Nossa Senhora de Fátima em Macau

Fiéis ao culto mariano

Fiéis ao culto mariano

Antonieta Simões, natural de Goa, fez-se acompanhar do marido e da filha na procissão de Nossa Senhora de Fátima, que no passado Domingo, 13 de Maio, saiu do adro da igreja de São Domingos em direcção à capela de Nossa Senhora da Penha, no ponto mais alto da Península de Macau.

«Também aqui há muitas pessoas com muito amor por Nossa Senhora de Fátima. No ano passado houve muita gente, porque eram os cem anos [das aparições]. Mas desta vez fiquei muito admirada com tantas pessoas que foram até à capela da Penha com grande fé. Penso que até havia mais pessoas do que nos outros anos. Talvez por ser Dia da Mãe e estar bom tempo…», disse a’O CLARIM Antonieta Simões.

Melco e “Pou Tai” organizam actividade conjunta

MELCO E “POU TAI” ORGANIZAM ACTIVIDADE CONJUNTA

Olhar por mães, pais e idosos

Uma equipa de sessenta voluntários da Melco Resorts & Entertainment, composta por pais e filhos, realizou na tarde do passado Domingo um evento com jogos e actividades recreativas para utentes dos Serviços de Apoio ao Cidadão Sénior “Pou Tai”.

A instituição, que está apta a garantir assistência a “cerca de 320 idosos com mais de sessenta anos”, inclui “creches, casas de repouso e acomodações para pessoas em boas condições de saúde”, refere uma nota de Imprensa da concessionária de Jogo, acrescentando que “a missão dos Serviços de Apoio ao Cidadão Sénior ‘Pou Tai’ é proporcionar um ambiente confortável para os idosos de modo a que se sintam respeitados, facilitando assim o equilíbrio do corpo e da mente”.

Sinização da Arquitectura da Igreja em debate no Instituto Ricci

SINIZAÇÃO DA ARQUITECTURA DA IGREJA EM DEBATE NO INSTITUTO RICCI

Gostos discutem-se

O Instituto Ricci de Macau (IRM) realiza, a 6 de Junho, a palestra “Sinização da Arquitectura da Igreja nas décadas de 1920 e 1930”, tendo como orador o professor Thomas Coomans.

“A política de indigenização lançada pelo Papa Bento XV em 1919, e implementada em 1922 na China republicana pelo arcebispo Costantini, deu prioridade à arquitectura, dado que os edifícios são detentores de identidade em espaço público”, refere a nota de Imprensa do IRM enviada a’O CLARIM, acrescentando que “a palestra analisa a mudança de paradigma das igrejas católicas na China, de modelos tradicionais ocidentais para edifícios de aparência chinesa, incluindo estruturas modernas em betão armado”.

São João de Brito, um exemplo para os jovens

SÃO JOÃO DE BRITO

Do sofá às sapatilhas

Sofá e sapatilhas são duas palavras que começam pela mesma letra, mas que têm conceitos totalmente diferentes. Sofá tem apenas duas sílabas, é mais fácil de pronunciar e convida ao descanso, ao lazer, ao não te rales… Sapatilha tem quatro sílabas e apela para o caminho, para a desinstalação, para a saída…

O Papa Francisco desde o início do seu pontificado tem dito repetidamente que quer uma Igreja “em saída”, desinstalada, atenta às periferias… Não há muito, ele convidou os cristãos, e em particular os jovens, a trocar o sofá pelas sapatilhas, a não ficar comodamente sentados em frente ao écran, mesmo que seja em diálogo com um mundo virtual, mas a calçar as sapatilhas para entrar no mundo real.

Filosofia, uma dentada de cada vez (64)

Será que o homem precisa de um sistema de navegação moral?

Será que o homem precisa de um sistema de navegação moral?

Já vimos que precisamos de normas morais e formais que advêm da lei moral (natural) e são necessárias pela nossa natureza. É uma lei que pode ser reconhecida pela razão e pode ser considerada como sendo razoável. Este código moral natural é confirmado e melhor esclarecido por uma lei revelada divinamente (a divina lei positiva), a qual, para além disso, convida o Homem a almejar um objectivo mais elevado, um objectivo que ultrapassa a sua natureza, um objectivo superior: a santidade.

A lei moral (a natural e a revelada) é ponto de referência objectivo para as acções morais.

Fotolegenda

BJORK FORTE NA ALEMANHA

BJORK FORTE NA ALEMANHA

O sueco Thed Bjork vence a terceira corrida do WTCR, disputada no circuito de Nürburgring Nordschleife. O piloto da Hyundai teve uma prestação forte, ao terminar em 2º lugar na primeira corrida – não pontuou na segunda – subindo ao 3º posto da classificação geral (112 pontos). O novo líder é o francês Yvan Muller (137), por troca com o italiano Gabriele Tarquini (118), também ambos da Hyundai.

Mensagem aos Budistas para a Festa do Vesakh/Hanamatsuri 2018

Cristãos e budistas: prevenir e combater juntos a corrupção

Cristãos e budistas: prevenir e combater juntos a corrupção

Queridos amigos budistas!

Da parte do Pontifício Conselho para o Diálogo Inter-Religioso, apresentamos-vos as nossas mais cordiais saudações e votos orantes por ocasião do Vesakh. Que esta festa proporcione alegria e paz a todos vós, às vossas famílias e comunidades em todo o mundo.

Este ano gostaríamos de reflectir convosco sobre a necessidade urgente de promover uma cultura livre da corrupção. Este fenómeno, que implica o abuso de posições de poder para um lucro pessoal, quer no sector público quer no privado, tornou-se um escândalo tão difundido no mundo de hoje que as Nações Unidas indicaram 9 de Dezembro como o Dia Internacional contra a Corrupção.

O Nosso Tempo

O suicídio dos deuses – I

O suicídio dos deuses – I

Leio com tristeza a notícia abaixo, o que me leva a reflectir mais uma vez sobre o valor da vida, sobre os limites e enganos da Ciência e sobre os falsos postulados de uma filosofia pretensiosa, porque aniquiladora da humanidade intrínseca, essencial, que nos distingue:

“Um cientista nascido na Grã-Bretanha morreu aos 104 anos de idade depois de ter viajado para a Suíça, para terminar a sua vida numa clínica de suicídio assistido.

Bengala e o Reino do Dragão – 28

A capela escondida de Kyichu

A capela escondida de Kyichu

Em Paro, Cacela e Cabral enfrentaram novas dificuldades. O homem que os acompanhava roubou-lhes tudo o que levavam para sustento e alojou-os numa casa muito escura onde ficaram numa situação de quase cativeiro. Informa-nos a “Relação” que era “uma casa onde ao meio dia nos não víamos, e mais parecia cárcere que outra coisa”. Ao tentar sair desse local foram impedidos por familiares do tal homem, que correram a chamá-lo. E este impediu-os pela força: “Era notável a paixão com que este homem veio a nos impedir e querer outra vez à força meter em casa, valendo-se das armas e de tudo o que pôde contra nós”. Com toda a paciência e a ajuda de vizinhos, lá conseguiram desembaraçar-se do personagem e foram albergados essa noite em casa de “um bom velho que por amor de Deus Nosso Senhor nos fez gasalhado”.