Daily Archives: August 4, 2017

D. Michael Yeung é o novo líder da Diocese de Hong Kong

D. Michael Yeung

Prelado a favor da justiça social.

D. Michael Yeung, de 71 anos, é o novo líder da diocese de Hong Kong, substituindo o seu antecessor, D. John Tong, anunciou na passada terça-feira a Santa Sé.

De acordo com a última nota emitida pela chancelaria da diocese de Hong Kong, “em Junho de 2014, ao receber o pedido do cardeal John Tong para resignar como bispo de Hong Kong, por atingir os 75 anos de idade para a reforma, o Papa Francisco decidiu que o cardeal continuasse em funções por mais três anos. Chegando ao fim destes três anos, o Papa Francisco dispôs, com efeitos a partir de hoje, 1 de Agosto de 2017, que o cardeal John Tong se reforme e o reverendíssimo Michael Yeung Ming-cheung, coadjutor, o suceda como bispo diocesano”.

Sagi Karni, Cônsul-Geral de Israel, no adeus a Hong Kong e Macau

Sagi Karni

«Cooperação e parceria irão alcançar novos níveis».

Destacando a longa história de amizade entre os povos judeu e chinês, o ainda cônsul-geral de Israel, Sagi Karni, está confiante que as relações bilaterais do seu país com Hong Kong, Macau e a China continental vão ganhar ainda maior relevância no futuro. Na despedida, o diplomata não esqueceu a diocese de Macau.

O cônsul-geral de Israel em Hong Kong e Macau, Sagi Karni, está prestes a regressar ao seu país, após quatro anos de serviço nas duas Regiões Administrativas Especiais.

150 Anos do Nascimento de Camilo Pessanha

Carlos Morais José

Escritores, livros e exposições em nome do poeta.

O jornal Hoje Macau, dirigido por Carlos Morais José, organiza entre meados de Agosto e o final do corrente ano as “Celebrações dos 150 anos de Camilo Pessanha”. Conversas com escritores, lançamento de livros, exposições e participação de instituições locais são algumas iniciativas que constam do programa.

«Há um convite do jornal aos seus colaboradores, nomeadamente de Portugal e de Moçambique, para virem a Macau participar nestas celebrações, que têm o seu pico na semana de 1 a 7 de Setembro, data do aniversário de Camilo Pessanha», disse Carlos Morais José a’O CLARIM.

Cirurgiões Psíquicos das Filipinas

O poder da sugestão

O poder da sugestão.

Fazem incisões no corpo humano com as pontas dos dedos. Removem tumores ou tecidos celulares mortos. Sem deixar qualquer cicatriz. Tudo, tudo com muito sangue. A ciência é incapaz de explicar o fenómeno, mas a fé das pessoas alimenta-o. São os cirurgiões-psíquicos das Filipinas. Jun Labo, “o curandeiro playboy” – hoje, doente e retirado da actividade – foi provavelmente o mais notório de todos eles.

O jeepney deixou-nos ficar ao dobrar da curva. Estava azul, o céu, mas o fumo expelido pelo escape dessa viatura tão característica no arquipélago filipino provocava náuseas.

Luís Cascais

Luís Cascais

Macau: um adeus que se vai eternizando.

Nascido em 1944, na freguesia de São Lourenço, Luís Cascais é filho de um militar português que chegou a sub-chefe de esquadra da Polícia de Segurança Pública. O pai casou com uma senhora chinesa de Cantão e do casamento nasceram três filhos. A mãe foi para Macau ao cuidado de uma tia que era muito católica, por isso também foi educada de acordo com os rigores da educação católica da época, tendo depois conhecido o futuro marido.

Luís Cascais estudou na Escola Primária de Santa Rosa de Lima, na então avançada para a época “classe bebé”.

Capa 04-08-17

Capa 04-08-17

Olhando em Redor

Conheço-lhes as palavras, espero as boas acções

Conheço-lhes as palavras, espero as boas acções

O Chefe do Executivo, Chui Sai On, foi na passada quarta-feira responder às perguntas dos deputados na Assembleia Legislativa (AL), sendo de realçar dois importantes pontos que saíram do seu discurso: o fim da crise económica e a preocupação em saber por que razão a população apresenta índices de felicidade insatisfatórios.

O fim de uma recessão económica é sempre vista como um indicador positivo para qualquer país ou região, visto dar confiança aos mercados e potenciar a iniciativa privada.

Juventude Filipina em tarde de canções e louvores

Mini-concerto ao Rei dos Reis

Mini-concerto ao Rei dos Reis

A Pastoral Católica para a Juventude Filipina realizou, no passado dia 23 de Julho, no centro comunitário Kam Pek, o mini-concerto “Sabik sa Presensiya mo” (“Ansiando pela sua Presença”), numa tarde de canções e louvores ao Rei dos Reis.

Um total de vinte músicas foram cantadas e dançadas, entre as quais “Sabik sa ’yo” (“Desejo para ti”), “Ibuhos mo todo-todo” (“Despeja tudo”), “Grateful” (“Agradecido”), “I give my all” (“Dou o meu todo”) e “Christ is Enough” (“Cristo é Suficiente”), incluindo a música exclusiva para este concerto intitulada “Astounding Love” (“Amor Surpreendente”), composta pelo senhor Bimbo, da Juventude para Jesus em Manila.

Colaborador d’O CLARIM lança obra em Manila

Padre Fausto Gómez, o peregrino

Padre Fausto Gómez, o peregrino

O colaborador d’O CLARIM padre Fausto Gómez lançou em Manila (Filipinas) o seu mais recente livro intitulado “A Pilgrim’s Notes – Mercy Love & Holiness” (“Notas de um Peregrino – Amor de Misericórdia e Santidade”).

«Sou um peregrino no caminho da vida – sempre andando, às vezes coxeando, raramente correndo. De vez em quando faço paragens curtas para descansar e reflectir», descreve o sacerdote dominicano na introdução da obra.

Fundadores da Cidade do Santo Nome de Deus

A casta dos mercadores soldados

A casta dos mercadores soldados

Como é sabido, Macau é fruto da teimosia não só dos missionários mas também, e sobretudo, de uma determinada casta de gente habituada a andar por conta própria – nessa já longínqua segunda metade do século XVI – livre do freio imposto pelas autoridades sedeadas em Lisboa ou em Goa.

Muitos deles embarcavam porque eram filhos segundos, ou seja pessoas que do ponto de vista da lógica económica das famílias – podemos dizê-lo – estavam deserdados, porque normalmente o património era herdado pelo filho mais velho e mantinha-se intacto, não sendo fraccionado.

Filosofia, uma dentada de cada vez (27)

O que é uma Mudança Substancial?

O que é uma Mudança Substancial?

Quinhentos anos antes de Cristo, quando os gregos começaram a observar o mundo que os rodeava, uma das primeiras coisas que verificaram foi o facto de que, se por um lado as coisas mudavam, também existia permanência (a ausência de mudança).

Numa tentativa para simplificar o problema, dois filósofos decidiram explicar o mundo, mas as suas teorias eram radicalmente opostas uma da outra.

O Nosso Tempo

Portugueses: os vários incêndios do Verão

Portugueses: os vários incêndios do Verão

Refiro-me aos incêndios que reduzem a cinza as florestas. E os incêndios políticos que reduzem a nada a expectativa dos jovens e a vida toda dos mais velhos. Estou a pensar, respectivamente, em Portugal e na Venezuela.

Portugal está a arder? Sim, como quase todo o sul da Europa, onde as temperaturas altas e mãos criminosas destroem o que representa património comum, de há séculos, dos países e de seus povos.

Cismas, Reformas e Divisões na Igreja – XXX

Os Lolardos

Os Lolardos

Já aqui falámos de John Wycliffe e dos seus intentos reformadores que acabaram condenados, como o seu autor, como heréticos e fora da doutrina da Igreja. A maior parte do que se sabe da vida e dos ensinamentos de Wycliffe chegou até nós através dos seus seguidores, mais conhecidos como Lolardos. Estes tornar-se-iam uma séria ameaça à Igreja. Wycliffe e os Lolardos pugnaram por um Cristianismo fiel às Escrituras, defendendo que todas as pessoas deveriam ter acesso à Bíblia Sagrada, interpretando-a por si mesmo, numa época em que a Igreja afirmava o direito exclusivo de autoridade bíblica, com o povo de Deus a submeter-se.

Família e Fé

Podemos acreditar nos milagres?

Podemos acreditar nos milagres?

Serão mesmo verdadeiros os milagres narrados pelos Evangelhos? Tenho de aceitar esses acontecimentos espectaculares? Não posso ser um bom cristão sem acreditar nesses assombrosos prodígios?

Estas questões, nos dias de hoje, proliferam como cogumelos em floresta húmida.

Cartas do Bornéu – 24

O antigo porto de Cerava

O antigo porto de Cerava

A frente ribeirinha do rio Sarawak é destino natural para qualquer visitante de Kuching que se preze. Mesmo para aquele que, como eu, antes de aí assentar arraiais em busca de recatez e surpresas decida fazer uma incursão pelos arredores da cidade (vantagens do aluguer de veículos nos aeroportos) optando, por exemplo, pela reserva natural de Matang assinalada a oeste por um atractivo e verdejante morro onde em época adequada e com uma boa dose de sorte se podem avistar orangotangos e uma ou outra raflesia, a maior e mais mal cheirosa flor do mundo, além de múltiplas quedas de água e bicheza vária.