Daily Archives: April 13, 2017

Mensagem de Páscoa do Bispo de Macau

MENSAGEM DE PÁSCOA DO BISPO DE MACAU

Foi consumado. Agora tudo começa.

Caríssimos irmãos e irmãs em Cristo,

“Morrendo, Ele destruiu a morte, e ressurgindo, deu-nos a vida” (Prefácio I para a Páscoa). Quando Nosso Senhor disse na cruz: «Está consumado», na verdade Ele disse: «Agora tudo começa». Pela Sua ressurreição, a vida torna-se vida ressuscitada, vida redimida, vida abundante. Pela Sua ressurreição, Ele diz-nos que a finalidade da vida não é morte, mas vida, uma vida que triunfa sobre a morte para sempre.

Na ressurreição a vida começa de novo. Isto significa que olhemos a vida e tratemos a vida numa atitude pascal.

Quadra Pascal vivida por católicos chineses de Macau

QUADRA PASCAL VIVIDA POR CATÓLICOS CHINESES DE MACAU

Oração, jejum e família.

A propósito da Páscoa, O CLARIM falou com três crentes chineses de Macau para saber como vivem a Ressurreição de Cristo. Miles Choi, Alfred Wong e Teresa Loong enalteceram a oração, o jejum e o convívio em família, não esquecendo que o pendor comercial e o desapego às festividades cristãs ganharam terreno na vida dos fiéis.

O Domingo de Páscoa é a festa mais importante do ano para o engenheiro eléctrico Miles Choi, que logo na noite de quinta-feira santa participa na missa da última ceia, após o horário de trabalho.

Eurasia aproveita posição estratégica de Macau

Márcio Rios

Moldes da China para o mundo.

A Eurasia está a aproveitar a plataforma global de Macau para fazer a ponte entre o fabrico de moldes para injecção de plásticos, por parte de empresas do continente chinês, e a sua distribuição para as linhas de montagem de conceituadas marcas do ramo automóvel localizadas em várias partes do mundo.

«São peças que têm de ser entregues aos nossos clientes, a tempo e a horas, com o intuito de chegarem às grandes marcas do ramo automóvel, tais como a Mercedes ou a BMW, sem atrapalhar o trabalho nas linhas de montagem», disse a’O CLARIM o gerente da Eurasia, Márcio Rios, acrescentando que a empresa tem clientes na Europa (França, Alemanha, Itália, Polónia e Portugal), no Japão, México e Estados Unidos.

Celebrações Pascais na Ilha de Adonara

Os confrades e o tesouro de Vure

Os confrades e o tesouro de Vure.

Na ilha indonésia das Flores as celebrações pascais têm o seu ponto alto em Larantuca, matéria, de resto, já aqui por nós abordada. Porém, na ilha de Adonara, mesmo em frente, outro reduto católico assinala essa importante efeméride. São os luso-descendentes de Vure.

Pequenas embarcações fazem a ligação com Adonara, transportando cada uma delas, em média, de seis a dez motorizadas amarradas umas às outras na coberta, junto com os passageiros.

Casa de Macau USA quer instituir a “Dia da Juventude Macaense”

Casa de Macau USA

Nova geração é motivo de preocupação.

O presidente da Casa de Macau USA, Henrique Manhão, pretende institucionalizar o Dia da Juventude Macaense junto do Conselho das Comunidades Macaenses.

«O Dia da Juventude Macaense foi apresentado várias vezes à Assembleia Geral do Conselho das Comunidades Macaenses, mas nunca foi discutido seriamente. Voltaremos ao assunto no próximo Encontro das Comunidades Macaenses, que deverá realizar-se em Macau daqui a dois anos e meio», disse a’O CLARIM Henrique Manhão.

Capa 13-04-17

Capa 13-04-17

Tiago Monteiro lidera WTCC

TIAGO MONTEIRO LIDERA WTCC

O piloto português da Honda, Tiago Monteiro, exibiu-se a grande nível na pista de Marraquexe, ao conquistar a pole-position e vencer a segunda corrida da jornada dupla inaugural do WTCC, disputada no passado fim-de-semana em Marrocos. O sexto lugar alcançado na primeira corrida ajudou-o a ascender à liderança do campeonato, cuja penúltima prova do calendário tem lugar em Macau.

Lourdes Santos

Lourdes Santos

Paixão por Lisboa

Nascida na Freguesia da Sé, viveu numa moradia na Rua de São Roque e, alguns anos mais tarde, num prédio da Rua da Sé. Aliás, esta foi a sua última residência até deixar Macau para rumar a Portugal na juventude. Lourdes Santos iniciou os estudos no Jardim de Infância D. José da Costa Nunes e, aos cinco anos, ingressou na Escola Primária Oficial Pedro Nolasco da Silva. Já o Ensino Secundário, à semelhança de quase todos os da sua geração, foi completado no Liceu Nacional Infante D. Henrique, antes de fazer as malas para o Ensino Superior em Lisboa.

Carta do Prelado do Opus Dei

Recolhe a água de Cristo

Recolhe a água de Cristo

Queridíssimos: que Jesus me guarde as minhas filhas e os meus filhos!

Procuremos viver intensamente os próximos dias, de modo a podermos dizer sempre de novo com S. Paulo: mihi vivere Christus est! para mim, viver é Cristo! (cfr. Fl 1, 21). O Senhor não é apenas um exemplo para nós. Lembro-me de um comentário do Papa: “Sempre me chamou muito a atenção que o Papa Bento XVI dissesse que a fé não é uma teoria, uma filosofia, uma ideia: é um encontro. Um encontro com Jesus”. Para nós, viver é Cristo. E se às vezes, por debilidade, cansaço, ou por tantas circunstâncias da vida, perdemos de vista esta realidade, Ele está sempre à nossa espera e até “Se faz encontrar pelos que não O procuram” (S. Josemaría).

Cidades do Rio Amarelo – 3

Budas, artes marciais e peónias

Budas, artes marciais e peónias

Uma visita a Zhengzhou deve ser obrigatoriamente complementada com um passeio de barco nas águas do Huang He, ou a pé, ao longo das suas margens. Huang He, i.e, Rio Amarelo, é o berço natural da civilização chinesa. Apenas a vinte e quatro quilómetros a norte de Zhengzhou, uma parte do seu leito recebe frequentes visitas. Essa pequena elevação, onde em tempos havia uma estação de bombeamento de água, tornou-se local de atracção turística. Solicita-se a quem lá vai que tente dar-se conta “do feito que é ousar tentar domar as águas de um rio”, que tanto tem sido fonte de riqueza como de desastres. Não muito longe dali, na aldeia de Huayuankun, as tropas do Kuomintang fizeram explodir os diques do rio.

Filosofia, uma dentada de cada vez (11)

Como evitar não nos contradizermos?

Como evitar não nos contradizermos?

Da última vez vimos as regras respeitantes à Subalternação. Hoje vamos ver as regras a respeito da Contradicção (A-O, E-I) das Contrárias (A-E) e das Subcontrárias (I-O).

Aqui estão as regras das proposições Contraditórias (A-O, E-I).

Regra 2a: As proposições Contraditórias não podem ser verdadeiras em conjunto. Se A é verdadeiro, então O é falso; e o contrário, se O for verdadeiro, A é falso. Se E for verdadeiro, I é falso; se I for verdadeiro, E é falso.

Cismas, Reformas e Divisões na Igreja – XIV

O Milenarismo

O Milenarismo

«Quando se cumprirem os mil anos, Satanás será solto da sua prisão / e partirá para seduzir as nações dos quatro cantos do mundo, a Gog e Magog, a fim de os reunir para a batalha». No último livro da Bíblia, o Apocalipse (20,7), surge esta frase. Como outras mais. E na cabeça de tantos cristãos, muitos mais temores, crenças e anseios, medos e dramas surgirão. Cada um multiplicado por tantos e insuflado de ignorância ou crendice, de inocências pastoris e discernimentos incipientes, resultarão em pânico, em turbas de gente ensandecida e em heresias. E a espiral recomeça e repete-se, mas cada vez mais intensamente. Porque o milénio da Encarnação aproximava-se. Inexorável. O ano Mil, ano de todos os medos, de todas as interpretações, de todas as ignorâncias. O pavor escatológico de uma heresia a que chamamos hoje de Milenarismo. Mais do que uma heresia, foi um regressão cultural e mental colectiva. Por falta de uma fé esclarecida, de cultura cristã e de ensinamento.

Família e Fé

A má-educação

A má-educação

Certa vez, dizia um jovem cheio de vitalidade: Sabe, nós, a nova geração, não somos hipócritas. Dizemos o que pensamos, sem duplicidades nem “palavras bonitas”. Somos sinceros e autênticos.

Acho que isto é profundamente natural. As pessoas mais velhas deviam aprender connosco. Acabavam de vez com fingimentos e falsidades. Neste mundo com tendência para a hipocrisia, nós, a gente nova, não conseguimos respirar bem.

Cartas do Bornéu – 10

Os relatos dos cronistas

Os relatos dos cronistas

Cumprida a missão, a comitiva ibérica regressou aos navios e tudo não teria passado de mais um previsível início de relações comerciais entre povos de regiões antípodas, não fora um incidente que de modo dramático precipitou os acontecimentos. Informa-nos o cronista que na manhã de 29 de Julho, “uma segunda-feira”, viram aproximar-se das duas naus “mais de cem pirogas, divididas em três esquadrões”, e outros tantos “tungulis”, pequenas embarcações locais. Temendo vir a ser atacados à traição, os europeus desfraldaram as velas, e tão ansiosamente o fizeram que deixaram para trás uma das âncoras. As suspeitas adensaram-se quando se aperceberam de que oito embarcações de considerável porte, “chamadas juncos”, tinham ancorado na noite anterior na rectaguarda da Trinidad e da Victoria, interpretando o acto como uma estratégia de cerco levada a cabo pelos malaios.

Domingo de Ramos

Papa denuncia certos interesses

Papa denuncia certos interesses

O Papa denunciou no Vaticano os «interesses» por trás da exploração humana, das guerras e do terrorismo, ao dar início às celebrações da Semana Santa, com a cerimónia do Domingo de Ramos, no passado dia 9 de Abril.

«[Jesus] Está presente em muitos dos nossos irmãos e irmãs que hoje, sim hoje, padecem tribulações como Ele: sofrem com um trabalho escravo, sofrem com os dramas familiares, as doenças, sofrem por causa das guerras e do terrorismo, por causa dos interesses que se movem por trás das armas que não cessam de matar», disse na homilia da missa a que presidiu, diante de dezenas de milhares de pessoas.