Estado Islâmico

Ameaça fugaz, problema duradouro A 29 de Junho de 2014, o Estado Islâmico do Iraque e do Levante proclamou a existência de um califado mundial sob a sua liderança. Quer isto dizer Ler Mais

Jesus Estanislao, Ex-Ministro das Finanças na Presidência de Corazon Aquino

«Jogo não é bom para Manila» A’O CLARIM, o antigo responsável pela pasta das Finanças das Filipinas abordou a realidade do País com espírito de missão, ao salientar que a receita para Ler Mais

Alexis Tam e o tabagismo nos casinos

Tolerância zero O secretário para os Assuntos Sociais e Cultura, Alexis Tam, disse ontem, em conferência de Imprensa realizada no Centro de Actividades Turísticas, que o Governo não vai dar qualquer margem Ler Mais

Alterações na programação da RDP Internacional

Descaracterização em perspectiva Alterações na programação da RDP Internacional estão a gerar polémica, levando alguns sectores da sociedade, alertados para a situação, a tomarem uma posição pública. Fonte contactada pel’O CLARIM informa Ler Mais

Carlos Morais José, na qualidade de editor

Vale a pena publicar em Português O jornalista Carlos Morais José, responsável pelas editoras COD e Livros do Meio, disse a’O CLARIM que faz todo o sentido apostar na publicação de obras Ler Mais

 

Estado Islâmico

Ameaça fugaz, problema duradouro

Ameaça fugaz, problema duradouro

A 29 de Junho de 2014, o Estado Islâmico do Iraque e do Levante proclamou a existência de um califado mundial sob a sua liderança. Quer isto dizer que, para este grupo extremista, todos os muçulmanos, em todo o mundo, lhe devem obediência – isto apesar de ele apenas controlar parte do Iraque e da Síria. Com dezenas de países a combatê-lo, o Estado Islâmico jamais conseguirá subjugar o Islão, mas exterminá-lo também será muito difícil.

Jesus Estanislao, Ex-Ministro das Finanças na Presidência de Corazon Aquino

JESUS ESTANISLAO, EX-MINISTRO DAS FINANÇAS NA PRESIDÊNCIA DE CORAZON AQUINO

«Jogo não é bom para Manila»

A’O CLARIM, o antigo responsável pela pasta das Finanças das Filipinas abordou a realidade do País com espírito de missão, ao salientar que a receita para combater a corrupção é diferente do modelo implementado na China, e que o conceito da indústria do Jogo em Macau e Singapura não se adequa à realidade de Manila. Sobre as relações com Pequim, Jesus Estanislao admitiu que são precisas pessoas razoáveis de ambos os lados para lidar com as disputas territoriais no Mar do Sul da China.

Alexis Tam e o tabagismo nos casinos

ALEXIS TAM E O TABAGISMO NOS CASINOS

Tolerância zero

O secretário para os Assuntos Sociais e Cultura, Alexis Tam, disse ontem, em conferência de Imprensa realizada no Centro de Actividades Turísticas, que o Governo não vai dar qualquer margem de manobra aos fumadores nos casinos.

«As operadoras mostraram vontade em ter salas de fumo nos casinos, mas a parte laboral não concordou e exigiu a proibição total do tabagismo. Nós, Governo da RAEM, não vamos deixar a política do fumo arrastar-se, em prejuízo da saúde dos trabalhadores e dos turistas», frisou Alexis Tam.

Alterações na programação da RDP Internacional

ALTERAÇÕES NA PROGRAMAÇÃO DA RDP INTERNACIONAL

Descaracterização em perspectiva

Alterações na programação da RDP Internacional estão a gerar polémica, levando alguns sectores da sociedade, alertados para a situação, a tomarem uma posição pública.

Fonte contactada pel’O CLARIM informa que, no início de Janeiro, o responsável da Direcção de Informação da Rádio e Televisão Portuguesa anunciou que a RDPi passaria a dar apenas notícias sobre as comunidades portuguesas, deixando de lado «a aposta na lusofonia e na projecção do prestígio e valores lusófonos, com destaque para os luso-descendentes», de resto, a imagem de marca desse canal nos últimos anos.

Carlos Morais José, na qualidade de editor

CARLOS MORAIS JOSÉ, NA QUALIDADE DE EDITOR

Vale a pena publicar em Português

O jornalista Carlos Morais José, responsável pelas editoras COD e Livros do Meio, disse a’O CLARIM que faz todo o sentido apostar na publicação de obras em Português na RAEM, porque «é uma língua oficial de Macau, convém mantê-la viva e dar-lhe também dignidade naquilo que é dito e escrito em Português».

Capa 30-01-15

Festa de Nossa Senhora das Candeias

FESTA DE NOSSA SENHORA DAS CANDEIAS

Damão “convida” os fiéis

A pequena cidade de Damão, na Índia, celebra várias festas religiosas em homenagem às suas padroeiras em diferentes paróquias. Há séculos que todos os damanenses comemoram, um pouco por todo o mundo, o dia 2 de Fevereiro como sendo a Festa de Nossa Senhora das Candeias. Com o passar do tempo relembram, com fervor, orgulho e nostalgia, o dia da conquista de Damão por D. Constantino de Bragança, hoje considerado o “Dia de Damão”.

Olhando em Redor

OLHANDO EM REDOR Sorte de uns, azar de outros

Sorte de uns, azar de outros

Diz o adágio português que “a sorte de uns é o azar de outros”. O contrário também é verdade, se pensarmos que o decréscimo das receitas brutas do Jogo em Macau vai beneficiar os casinos de Manila.

Na imprensa local tenho lido notícias sobre o encerramento de várias salas VIP de promotores de jogo, vulgo “junkets”.

As Histórias por detrás da História

Seguindo o Papa em Manila

Seguindo o Papa em Manila

A história da equipa d’O CLARIM – «Não se preocupe padre, Ele ainda está aqui», disse o comissário de bordo acalmando-me enquanto me preparava para sair do avião. Naturalmente que se referia ao Papa. O avião do Santo Padre vindo do Sri Lanka tinha aterrado às 5:45 da tarde, e o nosso voo (como tantos outros) tinha sido atrasado por razões de segurança. Depois de termos aterrado, ficámos numa longa fila de aeronaves que se encontravam à espera de serem autorizadas a seguirem para os seus terminais. Ninguém reclamou deste facto!

Impressões Papais

Lições que o Papa Francisco aprendeu

Lições que o Papa Francisco aprendeu

No seu encontro com os jovens na Universidade de S. Tomás, em Manila, no passado dia 18 de Janeiro, o Santo Padre congratulou-se com a generosidade da juventude. No entanto, ele disse que também era importante receber, suplicar, conhecer a nossa pobreza, ser evangelizado. É importante não apenas amar. Mas também aprender a ser amado, não ser-se auto-suficiente.

“Potluck” com sabor português

Rota dos 500 Anos-“Potluck” com sabor português

Com o início da época de vela aqui nas Caraíbas começam também as actividades paralelas a este estilo de vida, que vão dando cor e alegria a quem vive nos barcos.

Esta semana fomos convidados para estar presentes num “potluck”, um momento de convívio muito americano e que foi adoptado pela “malta” que vive em veleiros, como forma de se conhecerem e passarem umas horas divertidas fora do ambiente dos barcos.

O nosso tempo

Religião: pretexto para conflito?

Religião: pretexto para conflito?

Este foi o título que, na mais recente edição do Fórum Económico Mundial de Davos, foi dado à sessão consagrada às questões ao chamado terrorismo “islâmico” e que reuniu representantes do Judaísmo, do Islão, da Igreja Anglicana e o ex-PM britânico Toni Blair que (presumo) representava ali o ponto de vista ou a sensibilidade da comunidade católica.

Vaticano recebe ante-estreia de filme

Pio XII e os judeus

Pio XII e os judeus

O Vaticano vai receber no dia 2 de Março a ante-estreia do filme “Shades of Truth” (Sombras da Verdade) sobre Pio XII, Papa entre 1939 e 1958, e a sua relação com os judeus, da realizadora Liana Marabini.

«O filme foi realizado com testemunhos inéditos de alguns judeus salvos por [Eugenio] Pacelli, cujo processo de beatificação está em curso, e tem por objetivo mostrar a inconsistência da lenda negra sobre o silêncio de Pio XII diante da tragédia da Shoah», adiantou a Rádio Vaticano.

Os Kristang da Península Malaia

OS KRISTANG DA PENÍNSULA MALAIA

A importância dos portos

Pouco se sabe da Península Malaia dos tempos pré-históricos, mas há cerca de dez mil anos os aborígenes malaios – conhecidos como “orang asli” – iniciaram movimentos migratórios a partir do sudoeste da China.

Da Bazuca de Draghi ao Cavalo de Tróia

Da Bazuca de Draghi ao Cavalo de Tróia

Dois acontecimentos verificados na semana que findou foram um autêntico murro no estômago nesta Europa a braços com uma azia permanente.

Há muito que se desenhava a necessidade de um “abanão” no marasmo europeu, capaz de animar os povos e reacender a sua capacidade criativa na procura de melhores soluções para os males que os afectam. Eis que o até há pouco tempo impensável, e numa coincidência que não é inocente, aconteceu.