António Marques da Silva, Jurista

«Num Estado de Direito as leis limitam e condicionam as decisões políticas». António Marques da Silva vai regressar a Portugal, mas sem cortar o vínculo a Macau, pois quer escrever sobre o Ler Mais

António Conceição Júnior foi orador em Palestra sobre Afonso de Albuquerque

Um cruzado fora de tempo. O escritor e artista António Conceição Júnior foi o orador da palestra “Afonso de Albuquerque – Rumo ao Apogeu Militar dos Descobrimentos”, que decorreu ontem na Galeria Ler Mais

Religiões e Médicos contra a Eutanásia

Eutanásia torna as sociedades “desesperadas”. Tem-se debatido de forma intensa e apaixonada a despenalização da eutanásia. Oito comunidades religiosas uniram-se para rejeitar a eutanásia e o mesmo aconteceu com os últimos seis Ler Mais

Um café na rua Mercaderes

Memória de Eça em Cuba. O “La Columnata Egipciana”, na rua Mercaderes, em pleno centro histórico da cidade de Havana, café que Eça de Queiroz costumava frequentar, já não se chama “La Ler Mais

Os Mártires do Cristianismo foram sementes e raízes que floresceram e deram fruto

Dor e sofrimento transportou Jesus à eternidade. No passado dia 29 de Junho a Igreja celebrou a solenidade dos apóstolos São Pedro e São Paulo. Os dois, cada um com a sua Ler Mais

 

António Marques da Silva, Jurista

ANTÓNIO MARQUES DA SILVA

«Num Estado de Direito as leis limitam e condicionam as decisões políticas».

António Marques da Silva vai regressar a Portugal, mas sem cortar o vínculo a Macau, pois quer escrever sobre o Direito local. Em entrevista a’O CLARIM, o jurista afirma que não há muita cultura jurídica no território e que o Governo pouco decide. A única excepção são as medidas securitárias que vem tomando e ganham cada vez mais força. O trabalho com a ex-secretária para a Administração e Justiça, Florinda Chan, e o mediático caso das campas também são temas de conversa.

António Conceição Júnior foi orador em Palestra sobre Afonso de Albuquerque

ANTÓNIO CONCEIÇÃO JÚNIOR

Um cruzado fora de tempo.

O escritor e artista António Conceição Júnior foi o orador da palestra “Afonso de Albuquerque – Rumo ao Apogeu Militar dos Descobrimentos”, que decorreu ontem na Galeria da Fundação Rui Cunha.

«Há vários aspectos a considerar da sua personalidade, nomeadamente a sua enorme coragem, mas igualmente a probidade, a capacidade de liderança e a visão que permitiu não apenas um mare clausum para os portugueses, mas também a abertura para mais Oriente», disse a’O CLARIM António Conceição Júnior, acrescentando que «Albuquerque fomentou não apenas os golpes de espada, mas também os de amor, de que resultaram miscigenações várias bem características dos portugueses».

Religiões e Médicos contra a Eutanásia

Eutanásia torna as sociedades “desesperadas”

Eutanásia torna as sociedades “desesperadas”.

Tem-se debatido de forma intensa e apaixonada a despenalização da eutanásia. Oito comunidades religiosas uniram-se para rejeitar a eutanásia e o mesmo aconteceu com os últimos seis bastonários da Ordem dos Médicos. A Família Cristã dá-lhe conta do que tem acontecido em países em que é legal e dos movimentos na sociedade portuguesa.

«A legalização da eutanásia não é moralmente neutra, porque envia uma mensagem terrível: em certas circunstâncias, o homicídio premeditado é legítimo e até é bom». A afirmação é do filósofo belga Michel Ghins, que esteve recentemente em Portugal para explicar o que tem acontecido neste país, onde desde 2002 a eutanásia é legal.

Um café na rua Mercaderes

Memória de Eça em Cuba

Memória de Eça em Cuba.

O “La Columnata Egipciana”, na rua Mercaderes, em pleno centro histórico da cidade de Havana, café que Eça de Queiroz costumava frequentar, já não se chama “La Columnata Egipciana”. Ou melhor, terá certamente novo nome, só que não foi ainda revelado ao transeunte que depara com os portais encerrados, embora possa olhar para o interior através da longa vidraça. E isto, se o reflexo da luz do dia o permitir. Associa o local à memória do escritor uma placa de mármore afixada na parede da entrada onde, sob a efígie do homem do monóculo, vem escrito, em Castelhano e Português, o seguinte: “Este café foi frequentado pelo grande escritor português Eça de Queiroz (1845-1900), Cônsul de Portugal em Havana. Homenagem do Presidente da República Portuguesa Dr. Jorge Sampaio, 15 de Novembro de 1999”.

Os Mártires do Cristianismo foram sementes e raízes que floresceram e deram fruto

Dor e sofrimento transportou Jesus à eternidade

Dor e sofrimento transportou Jesus à eternidade.

No passado dia 29 de Junho a Igreja celebrou a solenidade dos apóstolos São Pedro e São Paulo. Os dois, cada um com a sua missão, são considerados as colunas da Igreja Católica Apostólica Romana. Em Março deste ano O CLARIM noticiou a estreia do filme: “Paul, Apostle of Christ”. O Centro Diocesano dos Meios de Comunicação Social envidou esforços para exibir o filme no Cineteatro de Macau, mas deparou-se com dificuldades, pois nenhuma distribuidora de Hong Kong o tem disponível. Entretanto, aqueles que anseiam ver esta obra podem-no fazer através do “iTunes Macau Store”. Retrata os últimos anos do apóstolo Paulo na prisão, a sua condenação à morte (decapitado) pelo Império Romano e a relação que manteve com o apóstolo Lucas e com as primeiras comunidades cristãs, que viviam oprimidas e perseguidas.

Capa 13-07-18

Capa 13-07-18

Jornada Mundial da Juventude 2019

Papa vai estar no Panamá

Papa vai estar no Panamá

O Papa Francisco vai visitar o Panamá, de 23 a 27 de Janeiro de 2019, para presidir à edição internacional da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), anunciou o Vaticano na passada segunda-feira.

“Por ocasião da próxima Jornada Mundial da Juventude, que se vai celebrar na Cidade do Panamá, e aceitando o convite do Governo e dos bispos panamenses, Sua Santidade o Papa Francisco vai visitar o Panamá de 23 a 27 de Janeiro de 2019”, informou em comunicado o director da Sala de Imprensa da Santa Sé, Greg Burke.

Toque Italiano nos contactos com a China

Franciscanos do século XIV percorreram a Rota da Seda

Franciscanos do século XIV percorreram a Rota da Seda

Os sacerdotes católicos europeus, que há vários séculos estiveram em missão no Oriente, contribuíram bastante para o contacto entre a Europa e a China. Muitos trilharam os caminhos da Rota da Seda e da Rota das Especiarias como diplomatas e artistas. Alguns deles eram italianos.

Este tema foi abordado pelo professor Francesco Vossilla, orador da palestra “Diplomacia e intercâmbios artísticos na Rota da Seda e na Rota das Especiarias: algumas personagens exemplares”, que decorreu na passada quarta-feira, no salão do Seminário de São José, sob a égide do Instituto Ricci de Macau.

Opinião

Uma réstia de esperança na Humanidade

Uma réstia de esperança na Humanidade

Comoveu-me profundamente o que passaram doze crianças e o treinador-adjunto da equipa de futebol Moo Pa (Javalis Selvagens), ao ficarem encurraladas durante mais de duas semanas no complexo das grutas de Tham Luang, situado na província de Chiang Rai, no Norte da Tailândia.

A incerteza quanto ao desfecho final tornou-se numa angustiante espera, ao ponto de várias vezes recusar-me a acompanhar os acontecimentos pela Imprensa, dado que tudo poderia resultar numa grande tragédia. A angustia – estou certo – foi partilhada por milhões de pessoas que por todo o mundo sentiram grande preocupação por aquelas crianças e pelo treinador-adjunto da equipa.

D. Arquimínio, Lancelote e Acquistapace são os primeiros livros traduzidos

“Missionários para o Século XXI” em chinês

“Missionários para o Século XXI” em chinês

O Instituto Internacional de Macau e a diocese de Macau lançaram, na passada terça-feira, uma nova edição composta por três livros sobre a vida do bispo D. Arquimínio Rodrigues da Costa e dos padres Lancelote Rodrigues e Mario Acquistapace.

As obras, que fazem parte da série “Missionários para o Século XXI”, foram traduzidas de Português para Chinês.

Regras para tratamento oncológico variam consoante a jurisdição

Medicamento dá dor de cabeça

Medicamento dá dor de cabeça

O próximo mês de Julho marca o arranque dos preparativos com vista a regressarmos ao nosso barco no final deste ano.

O facto de sermos uma família de três, com uma menor a bordo, torna o planeamento da viagem mais complicado, pois temos de acautelar os meses que a criança vai estar fora do ensino oficial. Não que achemos necessário o dito ensino oficial, mas infelizmente as leis e a burocracia assim o exigem. A Maria vai deixar a escola “física” a meio do ano lectivo. Se tudo correr dentro dos prazos previstos, irá regressar nas últimas semanas do ano escolar. Para nós, o mais importante é não perder a festa de fim de ano e a respectiva cerimónia de graduação no Ensino Pré-Primário.

Missa Dominical tem lugar na Capela da Igreja

Bahasa Indonésio em São Lourenço

Bahasa Indonésio em São Lourenço

A capela da igreja de São Lourenço acolhe, desde o início do corrente mês, a celebração da missa dominical em Bahasa Indonésio. A iniciativa tem como objectivo conservar a fé dos católicos indonésios, pois vários já abraçaram outros ramos do Cristianismo, e manter o espírito solidário dos membros da comunidade indonésia em Macau.

A celebração, com início às 17 horas, realiza-se no primeiro e quarto Domingo de cada mês.

Fotolegenda

DIA DA POLÍCIA JUDICIÁRIA

DIA DA POLÍCIA JUDICIÁRIA

Membros do projecto “Guia Juvenil para Combater o Crime” tiram uma “selfie” com o secretário para a Segurança, Wong Sio Chak, o director da PJ, Sit Chong Meng, e outros elementos do órgão de polícia criminal. O registo foi captado durante o jantar comemorativo do “Dia da Polícia Judiciária”, realizado na passada quarta-feira no Grand Hyatt Macau.

Filosofia, uma dentada de cada vez (72)

Temos realmente que viver com os outros?

Temos realmente que viver com os outros?

Já vimos que a linguagem permite-nos não só exprimir os nossos sentimentos (tal como os animais o fazem), como também permite comunicar os nossos pensamentos aos outros. Esta capacidade para comunicar torna possível, a nós humanos, associarmo-nos, partilharmos ideias, trabalharmos em conjunto para objectivos comuns. Os seres humanos são sociáveis por natureza. É por isso que Aristóteles dizia que aquele que não vive em sociedade, ou é uma fera (selvagem) ou é um deus.

Formar uma sociedade requer a capacidade de saber e a capacidade de querer.

Opinião

Brexit, o pesadelo dos britânicos

Brexit, o pesadelo dos britânicos

A saída do Reino Unido da União Europeia, prevista para Março de 2019, está a tornar-se num verdadeiro quebra-cabeças para a Primeira-Ministra britânica Theresa May.

Mal tinha acabado de convencer os seus ministros eurocépticos a aceitarem o seu plano de negociações para as tarifas comerciais com a União Europeia, com o objectivo de tentar convencer esta última a uma parceria comercial entre as partes, naquilo a que se convencionou chamar de “soft Brexit”, eis que o seu ministro responsável pelas negociações do Brexit, David Davis, e o seu adjunto, decidiram demitir-se por discordarem da proposta.