Papa Francisco prepara visita a Cuba e Estados Unidos

Missionário da Misericórdia O director da Sala de Imprensa da Santa Sé revelou que o Papa Francisco está a preparar a décima viagem apostólica, onde vai visitar Cuba e os Estados Unidos, Ler Mais

Padre John Wotherspoon, capelão prisional na ex-colónia Britânica

«Cadeias de Macau e Hong Kong entre as melhores do mundo» Apelidando as prisões de Macau e Hong Kong como «excelentes», o padre John Wotherspoon, capelão prisional na ex-colónia britânica, falou a’O Ler Mais

Das ruínas de São Paulo para o Japão

Macau Soul abre em Quioto Localizado nas imediações das Ruínas de São Paulo, o Macau Soul vai abrir a sucursal Yasaka Soul, no distrito de Higashiyama, em Quioto (Japão). A inauguração do Ler Mais

João Tenreiro, fadista

Amália não é Fado Alentejano de Elvas, João Tenreiro, “mais conhecido do que o presidente da Câmara”, esteve recentemente em Macau e falou a’O Clarim sobre aquilo que é ou não é Ler Mais

Condução sob o efeito de álcool e drogas

Estudo até Dezembro O Governo vai estudar a necessidade de aumentar as penas para os casos de condução sob a influência de álcool e drogas. Os resultados devem ser conhecidos até ao Ler Mais

 

Papa Francisco prepara visita a Cuba e Estados Unidos

Papa Francisco

Missionário da Misericórdia

O director da Sala de Imprensa da Santa Sé revelou que o Papa Francisco está a preparar a décima viagem apostólica, onde vai visitar Cuba e os Estados Unidos, entre 19 e 27 de Setembro.

O padre Federico Lombardi explicou que o Papa está a escrever os discursos para a próxima viagem pastoral à ilha de Cuba e aos Estados Unidos que inclui encontros com os Presidentes dos dois países, celebrações e encontros, e por exemplo uma oração no “ground zero” em Nova Iorque.

Nos Estados Unidos destaca-se do programa um discurso na Casa Branca a 23 de Setembro, uma intervenção às duas Câmaras do Congresso norte-americano, no dia seguinte, e na ONU, a 25.

Padre John Wotherspoon, capelão prisional na ex-colónia Britânica

Padre John Wotherspoon

«Cadeias de Macau e Hong Kong entre as melhores do mundo»

Apelidando as prisões de Macau e Hong Kong como «excelentes», o padre John Wotherspoon, capelão prisional na ex-colónia britânica, falou a’O CLARIM sobre o trabalho que desenvolve junto de reclusos africanos nas duas Regiões Administrativas Especiais, tendo enaltecido o contributo da Imprensa para a diminuição drástica do tráfico de estupefacientes no aeroporto de Chek Lap Kok.

Das ruínas de São Paulo para o Japão

Macau Soul

Macau Soul abre em Quioto

Localizado nas imediações das Ruínas de São Paulo, o Macau Soul vai abrir a sucursal Yasaka Soul, no distrito de Higashiyama, em Quioto (Japão). A inauguração do salão de vinhos e obras de arte está agendada para o próximo ano.

À imagem da casa-mãe, ao dispor dos japoneses e demais clientes vão estar vinhos, presunto de pata negra (ambos portugueses) e queijo britânico.

«Já temos o edifício, que precisa ser renovado. A abertura do novo espaço no Japão deve-se, em parte, ao sucesso que tem sido o Macau Soul, e também não era possível sem a ajuda dos nossos amigos japoneses», explicou David Higgins, proprietário da marca, juntamente com a mulher Jacky, ambos cidadãos britânicos.

João Tenreiro, fadista

João Tenreiro

Amália não é Fado

Alentejano de Elvas, João Tenreiro, “mais conhecido do que o presidente da Câmara”, esteve recentemente em Macau e falou a’O Clarim sobre aquilo que é ou não é fado e a sua importância como expressão musical, agora com dimensão universal graças ao novel estatuto de Património da Humanidade. «Essa classificação permitiu ao fado expandir-se em todo o mundo», conclui.

Antigo funcionário público e animador cultural, o agora fadista a tempo inteiro, «já sou muito velho, quase da idade do Marquês de Pombal», começou por cantar música ligeira aos quinze anos antes de enveredar definitivamente pelo fado, «por volta dos vinte anos».

Condução sob o efeito de álcool e drogas

Condução sob a influência de álcool e drogas

Estudo até Dezembro

O Governo vai estudar a necessidade de aumentar as penas para os casos de condução sob a influência de álcool e drogas. Os resultados devem ser conhecidos até ao final do ano, assegurou ontem o secretário para os Transportes e Obras Públicas.

«Eu, com a secretária para a Administração e Justiça [Sónia Chan] e o secretário para a Segurança [Wong Sio Chak] combinámos fazer uma análise sobre se é ou não necessário aumentar as penas. Esse estudo ficará concluído no final do ano», afirmou Raimundo do Rosário, após a reunião com a Comissão de Acompanhamento para os Assuntos da Administração Pública.

Capa 31-07-15

Investigado antigo vice-ministro do ambiente

Zhang Lijun

Mais um!

Um antigo vice-ministro chinês do Ambiente está a ser investigado por «grave violação da disciplina e da lei», anunciou ontem a Comissão Central de Disciplina do Partido Comunista Chinês, usando a terminologia habitual para os casos de corrupção.

Trata-se de Zhang Lijun, 63 anos, membro do Comité Central do PCC, que ocupou aquele cargo entre 2008 e 2013.

Filiado no PCC desde 1976, o ex-governante fez quase toda a sua carreira na área da protecção ambiental.

Editorial

Tento na língua

Tento na língua

Falar sem pensar é lamentável, é descuido, é mau para quem o faz e para quem ouve. É atirar para o ar sem medo de poder cair em desgraça, é ser infeliz.

Raimundo do Rosário chegou a Macau com vontade de mudar, mudar o que estava mal, tentando, ao mesmo tempo, aperfeiçoar o que estava bem.

Logo depois de tomar posse, o secretário para os Transportes e Obras Públicas deu umas voltas pelo território para aferir a pesada herança deixada por Lau Si Io. Deitou as mãos à cabeça com o que foi vendo e interrogou-se sobre a forma de resolver, por exemplo, o caos rodoviário. Tomou então a decisão de obrigar os automobilistas a deixarem os carros em casa e passarem a andar nos transportes públicos. De que forma? Abolindo os passes mensais dos silos automóveis e aumentando as tarifas destes e dos parquímetros.

Vizeu Pinheiro dá solução para a ligação Macau-Taipa

Cinco pontes para a outra margem

Cinco pontes para a outra margem

O arquitecto Francisco Vizeu Pinheiro, tendo em vista o planeamento dos cinco novos aterros, disse a’O CLARIM que «o ideal é haver cinco pontes que façam a ligação entre a Península de Macau e a ilha da Taipa», sendo que «a ponte Nobre de Carvalho deve ser fechada ao trânsito rodoviário, servindo apenas como percurso pedestre e de bicicletas».

No seu entender, «esta solução permitiria ligar os corredores pedonais e de bicicletas entre Macau e a Taipa, originando uma nova atracção turística e de lazer para os cidadãos».

Oração Mental e Meditação – II

«Sozinho sem ninguém, apenas contigo, meu Deus»

«Sozinho sem ninguém, apenas contigo, meu Deus»

«Sozinho sem ninguém, apenas contigo, meu Deus». São estas as palavras que começam um hino atribuído a São Columba (521-597), que aos 25 anos já tinha instituído 27 conventos na Irlanda. São palavras que se podem usar no tempo de meditação. Mas, o que é Meditação?

O Compêndio do Catecismo (nº 568) diz-nos que existem três tipos de orações: «oração vocalizada (falada), meditação e a oração contemplativa. O elo comum a todas elas é o facto de nos recolhermos no nosso coração». A meditação (ou oração mental) constitui-se por isso numa forma de oração.

Qual é a importância da oração mental? «Aquele que descurar a oração mental não precisa do demónio para o levar para o Inferno. Ele vai por si só». Foi o que disse Santa Teresa de Ávila.

Um dia histórico

Bandeira cubana içada em Washington

Bandeira cubana içada em Washington

20 de Julho, um dia, vários momentos históricos nas relações entre os Estados Unidos e Cuba. Depois de um corte de relações de 54 anos entre os dois países, a bandeira cubana foi desfraldada em Washington. Ambos os países reabriram as suas embaixadas em Havana e Washington. O secretário de Estado norte-americano deu as boas-vindas ao seu homólogo cubano, na sede do Departamento de Estado, em Washington, naquela que foi a primeira visita deste tipo de um diplomata de Havana, desde 1958. São os mais recentes episódios do restabelecimento das relações diplomáticas entre os Estados Unidos e Cuba. Em Cuba, cujos destinos são presididos por Raúl Castro, irmão de Fidel, ainda não se realizou a cerimónia do hastear da bandeira norte americana.

Olhando em Redor

Que aterros para o futuro?

Que aterros para o futuro?

Macau vai entrar daqui a alguns anos numa nova fase de desenvolvimento com a entrada em funcionamento do Metro Ligeiro e o aproveitamento dos cinco novos aterros que visam, à partida, responder às limitações territoriais e ao rápido crescimento da malha urbana da cidade.

Numa análise ao Projecto do Plano Director dos Novos Aterros (PPDNA), cuja 3ª fase de auscultação pública decorre entre 30 de Junho e 28 de Agosto, depreendo que o Governo da RAEM está a tentar, por um lado, encontrar soluções para minimizar o impacto do crescimento demográfico e, por outro lado, providenciar espaços de lazer e zonas verdes que fiquem ao dispor da população e de quem nos visita.

Bolsa de Xangai volta a cair

BOLSA DE XANGAI VOLTA A CAIR

Volatilidade inimiga

A bolsa de Xangai, cuja volatilidade voltou a alarmar esta semana os mercados internacionais, caiu 2,2% ontem, um dia depois de ter fechado em terreno positivo.

O Indice Composite de Xangai fechou nos 3.705, abaixo dos 3.789 pontos registados na sessão anterior, e a bolsa de Shenzhen, de menor dimensão, caiu 3,3%.

Na quarta-feira passada, dois dias depois da histórica queda de 8,48% (a maior em mais de oito anos), a bolsa de Xangai subiu 3,44%, interrompendo três sessões consecutivas em terreno negativo.

Unidos pela língua e pelo prato

Rota dos 500 Anos-Unidos pela língua e pelo prato

Na semana passada queixava-me da pouca chuva. Pois esta semana veio toda de uma vez. E o calor, esse, ficou também a acompanhar o ambiente bem húmido, um pouco ao estilo de Macau nos meses de Verão. Foram três dias em que caiu mais água do que em Macau num ano inteiro; um dilúvio ao estilo das Caraíbas. Mesmo com o nosso rudimentar sistema de captação de água da chuva foi possível recolher alguma para ajudar a encher os tanques.

Desde que chegámos a Grenada ainda não foi preciso comprar água, graças a Deus! É que apesar de ser cara, o que pesa no orçamento, temos sabido que aqui não é de muito boa qualidade. A que cai do céu e a que vamos produzindo tem dado para todos os nossos gastos diários.

Memórias e Fortalezas no Leste de África – Parte 6

Muralhas de granito e zambucos desfraldados

Muralhas de granito e zambucos desfraldados

Difícil deixar a Ilha de Moçambique. Fixo pela derradeira vez o olhar no tentador areal branco da ilha de Goa. No mar, algumas pirogas manobradas por homens com um só remo parecem cavalgar em cima das minúsculas ondas que gradualmente se afastam para dar lugar à maré vaza que acontecerá ao fim da tarde. Um desses pescadores, boné com uma imagem do Super-Homem bem enterrado na cabeça, vem até à praia, puxa a embarcação até à areia seca e ali fica a verificar o resultado da pescaria. Com a ajuda de uma faca afiada retira a carne de ostra das conchas duras, altamente calcificadas. A sua piroga é ainda mais primitiva do que as restantes: não passa de um troco escavado, à boa maneira africana.